Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 111
ÁLGEBRA DE CLIFFORD APLICADA À ANÁLISE DA POTÊNCIA ELÉTRICA EM CIRCUITOS MONOFÁSICOS EM REGIME NÃO SENOIDAL

Palavra-chaves: POTÊNCIA ELÉTRICA, HARMÔNICOS, CIRCUITOS NÃO LINEARES, POTÊNCIA REATIVA, ÁLGEBRA DE CLIFFORD Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 06: Engenharias  e Arquitetura : abordagens sobre Ensino e Pesquisa

Resumo

A PRIMEIRA TEORIA CRIADA PARA FAZER A ANÁLISE DA POTÊNCIA EM CIRCUITOS ELÉTRICOS NO REGIME PERMANENTE NÃO SENOIDAL FOI DEVIDA A BUDEANU EM 1927. ELA SE BASEIA NUMA EXTRAPOLAÇÃO DO MÉTODO CLÁSSICO UTILIZADO PARA O REGIME PURAMENTE SENOIDAL. POR NÃO EXPLICAR ADEQUADAMENTE ALGUNS ASPECTOS DO COMPORTAMENTO DO FLUXO DE POTÊNCIAS NÃO ATIVO, PERMITIU A PROPOSIÇÃO DE DIVERSAS OUTRAS TEORIAS AO LONGO DOS ÚLTIMOS QUASE 100 ANOS. ENTRE AS MAIS RECENTES ESTÁ A PROPOSTA DE CASTRO-NÚñEZ, QUE PARA MODELAR A POTÊNCIA NÃO ATIVA E O CARÁTER MULTIVETORIAL DA POTÊNCIA ELÉTRICA UTILIZA UMA FERRAMENTA MATEMÁTICA CHAMADA ÁLGEBRA DE CLIFFORD OU ÁLGEBRA GEOMÉTRICA, ENTRETANTO ESTA PROPOSTA AINDA NÃO ATINGE O OBJETIVO, VISTO QUE, SEUS RESULTADOS DIVERGEM DO DOMÍNIO DO TEMPO. NESTE TRABALHO APRESENTASE UMA NOVA ABORDAGEM PARA A TRANSFORMAÇÃO ENTRE OS DOMÍNIOS DO TEMPO E DE CLIFFORD, QUE SE MOSTRA CAPAZ DE REPRODUZIR OS RESULTADOS DA ANÁLISE DA POTÊNCIA INSTANTÂNEA NO DOMÍNIO DO TEMPO, BEM COMO, PROPÕEM-SE PELA PRIMEIRA VEZ, UM OPERADOR DE ROTAÇÃO, NO DOMÍNIO DE CLIFFORD, DISTINTO PARA CADA FREQUÊNCIA PRESENTE NO CIRCUITO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.