Artigo E-book I CONEIL - Vol 02

E-books

ISBN: 978-65-86901-14-6

INVESTIGAÇÕES EM TORNO DA LINGUAGEM E DA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON

Palavra-chaves: LINGUAGEM, COGNIÇÃO, MEMÓRIA, PARKINSON, E-book AT 02: Aquisição e Transtornos de Linguagem
"2020-11-10 08:53:42"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 71964
    "edicao_id" => 142
    "trabalho_id" => 129
    "inscrito_id" => 574
    "titulo" => "INVESTIGAÇÕES EM TORNO DA LINGUAGEM E DA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON"
    "resumo" => "O PRESENTE TRABALHO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL DE UM SUJEITO COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON (DP). A PESQUISA FOI REALIZADA A PARTIR DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA. NOS ASPECTOS COGNITIVOS, PORTADORES DE DP APRESENTAM COMPROMETIMENTO NA MEMÓRIA, ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO E, NA LINGUAGEM, É POSSÍVEL PERCEBER LENTIDÃO E REDUÇÃO NO VOLUME DA FALA, ALÉM DE VOZ FRACA E PAUSAS DE CURTA E LONGA DURAÇÃO. AO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS DIFICULDADES QUE APRESENTAM, INDAGA-SE: COMO PRÁTICAS SOCIAIS QUE ENVOLVEM INTERAÇÕES, LEITURA E A ESCRITA PODEM CONTRIBUIR PARA MELHORAR ESSAS CAPACIDADES QUE ESTÃO ALTERADAS NESSE SUJEITO? PARA ESCLARECER ESSE QUESTIONAMENTO, O PRESENTE ESTUDO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DE ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL POR MEIO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON. COMO PONTO DE PARTIDA DO ESTUDO, CONSIDERA-SE A LINGUAGEM NAS DIMENSÕES CONTEXTUAIS, SOCIAIS, SUBJETIVAS, EM QUE ATUAM E SE CONSTITUEM COMO SUJEITO PARA ANALISAR O CONTEXTO DA DOENÇA DO PARKINSON, POIS O INDIVÍDUO APRESENTA COMPROMETIMENTO NA COGNIÇÃO, SUBLINHANDO QUESTÕES DE MEMÓRIA E LINGUAGEM. SOB ESSE PRISMA, ESTE TRABALHO OBJETIVA A ANÁLISE DO EFEITO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS EM UM SUJEITO COM PARKINSON COM A FINALIDADE DE OBSERVAR COMO ASPECTOS QUE ENVOLVEM O LETRAMENTO INTERFEREM NA COGNIÇÃO E PODEM CONTRIBUIR COM A INSERÇÃO SOCIAL E LINGUÍSTICA DESSE SUJEITO. O REFERENCIAL TEÓRICO-METODOLÓGICO TEM FUNDAMENTAÇÃO NA NEUROLINGUÍSTICA DISCURSIVA QUE SUBSIDIA A ORIENTAÇÃO ENUNCIATIVO-DISCURSIVA E GUIA METODOLOGICAMENTE UMA ABORDAGEM DE CARÁTER QUALITATIVO POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL. O SUJEITO PARTICIPANTE É IDENTIFICADO NA PESQUISA PELA SIGLA ED, SUIÇO, 68 ANOS, CASADO, COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON DESDE OS 51 ANOS, MAS QUE APRESENTA SINTOMAS DESDE OS 46 ANOS DE IDADE. ED POSSUI NÍVEL SUPERIOR INCOMPLETO (INICIOU O CURSO DE LETRAS E NÃO CONCLUIU POR SENTIR DIFICULDADES, ALGUMAS DELAS RELACIONADAS AOS EFEITOS COLATERAIS DOS MEDICAMENTOS UTILIZADOS PARA A DA, COMO SONOLÊNCIA, E TAMBÉM POR DIFICULDADES DE MEMÓRIA), DESENVOLVE POR HOBBIE ATIVIDADES DE CARPINTARIA. É CURIOSO, INTELIGENTE, TEM GRANDE EXPERIÊNCIAS EM VIAGENS PELO MUNDO E MORA NO BRASIL HÁ VINTE ANOS. OS DADOS FORAM COLETADOS NO LABORATÓRIO DE PESQUISA E ESTUDO EM NEUROLINGUÍSTICA (LAPEN), NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA, CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA, POR MEIO DE INTERAÇÕES EM ACOMPANHAMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPO, PERMEADAS DE CONVERSAS, TROCAS DE EXPERIÊNCIAS, ATIVIDADES DIVERSIFICADAS, LEITURAS E PRODUÇÕES TEXTUAIS. ESSAS INTERAÇÕES, ESQUEMATIZADAS EM SITUAÇÕES ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS, SÃO PROPOSTAS PARA A PESQUISA NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA E INTERVENÇÃO EM NEUROLINGUÍSTICA (CECIN) E QUE TEM COMO SEDE O LAPEN, COM A DEVIDA APROVAÇÃO DO CONSELHO DE ÉTICA E PESQUISA NÚMERO 061210 E CONSENTIMENTO DO SUJEITO ED, ATRAVÉS DA ASSINATURA DO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO (TCLE), COM O INTUITO DE OPORTUNIZAR UM AMBIENTE DINÂMICO, DE INTERAÇÃO ENTRE PESQUISADORES, SUJEITOS E FAMILIARES. NO DECORRER DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL, FORAM DESENVOLVIDAS ATIVIDADES COM ED BUSCANDO COMPREENDER QUESTÕES QUE ENVOLVEM A LINGUAGEM E A MEMÓRIA. A COLETA DE DADOS PARA TAIS FINS CONFIGURA-SE EM MEIO À INTERLOCUÇÃO, PARA POSSIBILITAR O EXAME DOS PORMENORES E MARCAS INDIVIDUAIS, POR MEIO DE GRAVAÇÕES EM ÁUDIO, REGISTROS EM FOTOGRAFIAS, FILMAGENS, COLETA DE PRODUÇÕES, PERMITINDO BUSCAR EXPLICAÇÕES, MAIS DO QUE TENTAR ENCONTRAR EVIDÊNCIAS PARA TEORIAS EXISTENTES, PERMITINDO ANALISAR AS VARIAÇÕES CONCERNENTES À LINGUAGEM E À MEMÓRIA AO LONGO DE UM PERÍODO. POR MEIO DAS PISTAS E DO DIÁLOGO ENTRE PESQUISADORES E SUJEITO, FOI POSSÍVEL PERCEBER O DESENVOLVIMENTO DE IMPLEMENTAÇÕES QUE ERAM DESAFIADORAS PARA A LINGUAGEM E MEMÓRIA DE ED. POR MEIO DAS INTERAÇÕES, ED FOI ESTIMULADO A EXPLORAR ACONTECIMENTOS DO SEU DIA-A-DIA, ALÉM DISSO, MOMENTOS MARCANTES TANTO DO PRESENTE COMO DO PASSADO, TRABALHANDO ASSIM UMA DIVERSIDADE DE INFORMAÇÕES. A PARTIR DAS ATIVIDADES E DAS SITUAÇÕES INTERATIVAS FOI POSSÍVEL ESTABELECER O DIÁLOGO ENTRE PESQUISADOR E SUJEITO, EM UMA PRÁTICA REVELADORA DE PROCESSOS DE SIGNIFICAÇÃO. NESSE SENTIDO, OBSERVOU-SE QUE ED AMPLIA SEUS LEQUE DE POSSIBILIDADES AO ATUAR ATIVAMENTE NA ORALIDADE E NA ESCRITA, ALÉM DE BENEFICIAR A MANUTENÇÃO DE SUA MEMÓRIA. DE ACORDO OS RESULTADOS ENCONTRADOS, COMPREENDE-SE QUE A LINGUAGEM É FATOR QUE PRECISA SER CONSIDERADO E EXPLORADO NOS CASOS DE DOENÇA DE PARKINSON. ATRAVÉS DAS INTERAÇÕES, O SUJEITO ED CONSEGUIU DESENVOLVER AS ATIVIDADES PROPOSTAS, OBTENDO MELHORAS IMPORTANTES NOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS, ELEVANDO ASSIM SUAS POSSIBILIDADES DE INTERLOCUÇÃO AO LONGO DO TEMPO. AS ATIVIDADES REALIZADAS POSSIBILITARAM AVANÇOS NA MANUTENÇÃO DA MEMÓRIA DE ED DE FORMA A APONTAR QUE MEMÓRIA E LINGUAGEM ‘(INTER)ATUAM’ DE MODO SIGNIFICATIVO “COMO PROCESSOS DE CONHECIMENTO, PORQUE A LINGUAGEM NÃO É SOMENTE UM INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO, ELA É UM INSTRUMENTO SOCIALIZADOR, UM MEDIADOR DAS RELAÇÕES ENTRE O SER HUMANO E O MUNDO” (SAMPAIO, 2015, P. 407). NESSAS CIRCUNSTÂNCIAS NOVOS ELOS SÃO ESTABELECIDOS, POIS “APESAR DAS ALTERAÇÕES COGNITIVAS, A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZ CONTRIBUI NA REABILITAÇÃO DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS COM PARKINSON” (SILVA, BARBOSA E SAMPAIO, 2019, P. 1507), SUBLINHANDO QUE O DIAGNÓSTICO DE UMA DOENÇA CRÔNICA E PROGRESSIVA NÃO É UM IMPEDIMENTO PARA O INDIVÍDUO SE DESENVOLVER. AO TRILHAR AS QUESTÕES DE LINGUAGEM E MEMÓRIA NA DOENÇA DE PARKINSON É POSSÍVEL ANALISAR OS FENÔMENOS COGNITIVOS COMO PROCESSOS ATIVOS, QUE DEVEM SER UM PONTO DE PARTIDA PARA A AMPLIAÇÃO DO LEQUE DE POSSIBILIDADES DENTRO DE NOVOS PADRÕES DE NORMALIDADE, QUE ESTÃO ALÉM DE UMA POSSÍVEL REABILITAÇÃO, POIS HÁ UMA RELAÇÃO ENTRE AS INTERAÇÕES DO SUJEITO E A DINÂMICA DO FUNCIONAMENTO CEREBRAL PARA SUPRIR AS FUNÇÕES DEFICITÁRIAS. NESSE SENTIDO, A AVALIAÇÃO E A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZES COLABORAM PARA A ANÁLISE DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS, ATÉ MESMO QUANDO SE APRESENTA OBSTÁCULOS, POIS, ESSES OBSTÁCULOS TAMBÉM SÃO REVELADORES E CONSTRUTORES DE NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E CONQUISTAS, FOMENTANDO DISCUSSÕES PARA PROFISSIONAIS E PESQUISADORES NA PRODUÇÃO DE PESQUISA EM DIFERENTES ÁREAS QUE CONTEMPLEM A LINGUAGEM E OS DIÁLOGOS COM OUTRAS TEORIAS."
    "modalidade" => "E-book"
    "area_tematica" => "AT 02: Aquisição e Transtornos de Linguagem"
    "palavra_chave" => "LINGUAGEM, COGNIÇÃO, MEMÓRIA, PARKINSON, "
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_COMPLETO_EV144_MD2_SA2_ID57405102020071102.pdf"
    "created_at" => "2020-11-10 09:58:52"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "IVA RIBEIRO COTA"
    "autor_nome_curto" => "IVA COTA"
    "autor_email" => "ivarcota@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - UESB"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
    "edicao_nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
    "edicao_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-10 08:53:42"
    "publicacao_id" => 71
    "publicacao_nome" => "E-book CONEIL"
    "publicacao_codigo" => null
    "tipo_codigo_id" => 2
    "tipo_codigo_nome" => "ISBN"
    "tipo_publicacao_id" => 2
    "tipo_publicacao_nome" => "E-books"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 71964
    "edicao_id" => 142
    "trabalho_id" => 129
    "inscrito_id" => 574
    "titulo" => "INVESTIGAÇÕES EM TORNO DA LINGUAGEM E DA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON"
    "resumo" => "O PRESENTE TRABALHO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL DE UM SUJEITO COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON (DP). A PESQUISA FOI REALIZADA A PARTIR DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA. NOS ASPECTOS COGNITIVOS, PORTADORES DE DP APRESENTAM COMPROMETIMENTO NA MEMÓRIA, ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO E, NA LINGUAGEM, É POSSÍVEL PERCEBER LENTIDÃO E REDUÇÃO NO VOLUME DA FALA, ALÉM DE VOZ FRACA E PAUSAS DE CURTA E LONGA DURAÇÃO. AO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS DIFICULDADES QUE APRESENTAM, INDAGA-SE: COMO PRÁTICAS SOCIAIS QUE ENVOLVEM INTERAÇÕES, LEITURA E A ESCRITA PODEM CONTRIBUIR PARA MELHORAR ESSAS CAPACIDADES QUE ESTÃO ALTERADAS NESSE SUJEITO? PARA ESCLARECER ESSE QUESTIONAMENTO, O PRESENTE ESTUDO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DE ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL POR MEIO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON. COMO PONTO DE PARTIDA DO ESTUDO, CONSIDERA-SE A LINGUAGEM NAS DIMENSÕES CONTEXTUAIS, SOCIAIS, SUBJETIVAS, EM QUE ATUAM E SE CONSTITUEM COMO SUJEITO PARA ANALISAR O CONTEXTO DA DOENÇA DO PARKINSON, POIS O INDIVÍDUO APRESENTA COMPROMETIMENTO NA COGNIÇÃO, SUBLINHANDO QUESTÕES DE MEMÓRIA E LINGUAGEM. SOB ESSE PRISMA, ESTE TRABALHO OBJETIVA A ANÁLISE DO EFEITO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS EM UM SUJEITO COM PARKINSON COM A FINALIDADE DE OBSERVAR COMO ASPECTOS QUE ENVOLVEM O LETRAMENTO INTERFEREM NA COGNIÇÃO E PODEM CONTRIBUIR COM A INSERÇÃO SOCIAL E LINGUÍSTICA DESSE SUJEITO. O REFERENCIAL TEÓRICO-METODOLÓGICO TEM FUNDAMENTAÇÃO NA NEUROLINGUÍSTICA DISCURSIVA QUE SUBSIDIA A ORIENTAÇÃO ENUNCIATIVO-DISCURSIVA E GUIA METODOLOGICAMENTE UMA ABORDAGEM DE CARÁTER QUALITATIVO POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL. O SUJEITO PARTICIPANTE É IDENTIFICADO NA PESQUISA PELA SIGLA ED, SUIÇO, 68 ANOS, CASADO, COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON DESDE OS 51 ANOS, MAS QUE APRESENTA SINTOMAS DESDE OS 46 ANOS DE IDADE. ED POSSUI NÍVEL SUPERIOR INCOMPLETO (INICIOU O CURSO DE LETRAS E NÃO CONCLUIU POR SENTIR DIFICULDADES, ALGUMAS DELAS RELACIONADAS AOS EFEITOS COLATERAIS DOS MEDICAMENTOS UTILIZADOS PARA A DA, COMO SONOLÊNCIA, E TAMBÉM POR DIFICULDADES DE MEMÓRIA), DESENVOLVE POR HOBBIE ATIVIDADES DE CARPINTARIA. É CURIOSO, INTELIGENTE, TEM GRANDE EXPERIÊNCIAS EM VIAGENS PELO MUNDO E MORA NO BRASIL HÁ VINTE ANOS. OS DADOS FORAM COLETADOS NO LABORATÓRIO DE PESQUISA E ESTUDO EM NEUROLINGUÍSTICA (LAPEN), NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA, CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA, POR MEIO DE INTERAÇÕES EM ACOMPANHAMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPO, PERMEADAS DE CONVERSAS, TROCAS DE EXPERIÊNCIAS, ATIVIDADES DIVERSIFICADAS, LEITURAS E PRODUÇÕES TEXTUAIS. ESSAS INTERAÇÕES, ESQUEMATIZADAS EM SITUAÇÕES ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS, SÃO PROPOSTAS PARA A PESQUISA NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA E INTERVENÇÃO EM NEUROLINGUÍSTICA (CECIN) E QUE TEM COMO SEDE O LAPEN, COM A DEVIDA APROVAÇÃO DO CONSELHO DE ÉTICA E PESQUISA NÚMERO 061210 E CONSENTIMENTO DO SUJEITO ED, ATRAVÉS DA ASSINATURA DO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO (TCLE), COM O INTUITO DE OPORTUNIZAR UM AMBIENTE DINÂMICO, DE INTERAÇÃO ENTRE PESQUISADORES, SUJEITOS E FAMILIARES. NO DECORRER DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL, FORAM DESENVOLVIDAS ATIVIDADES COM ED BUSCANDO COMPREENDER QUESTÕES QUE ENVOLVEM A LINGUAGEM E A MEMÓRIA. A COLETA DE DADOS PARA TAIS FINS CONFIGURA-SE EM MEIO À INTERLOCUÇÃO, PARA POSSIBILITAR O EXAME DOS PORMENORES E MARCAS INDIVIDUAIS, POR MEIO DE GRAVAÇÕES EM ÁUDIO, REGISTROS EM FOTOGRAFIAS, FILMAGENS, COLETA DE PRODUÇÕES, PERMITINDO BUSCAR EXPLICAÇÕES, MAIS DO QUE TENTAR ENCONTRAR EVIDÊNCIAS PARA TEORIAS EXISTENTES, PERMITINDO ANALISAR AS VARIAÇÕES CONCERNENTES À LINGUAGEM E À MEMÓRIA AO LONGO DE UM PERÍODO. POR MEIO DAS PISTAS E DO DIÁLOGO ENTRE PESQUISADORES E SUJEITO, FOI POSSÍVEL PERCEBER O DESENVOLVIMENTO DE IMPLEMENTAÇÕES QUE ERAM DESAFIADORAS PARA A LINGUAGEM E MEMÓRIA DE ED. POR MEIO DAS INTERAÇÕES, ED FOI ESTIMULADO A EXPLORAR ACONTECIMENTOS DO SEU DIA-A-DIA, ALÉM DISSO, MOMENTOS MARCANTES TANTO DO PRESENTE COMO DO PASSADO, TRABALHANDO ASSIM UMA DIVERSIDADE DE INFORMAÇÕES. A PARTIR DAS ATIVIDADES E DAS SITUAÇÕES INTERATIVAS FOI POSSÍVEL ESTABELECER O DIÁLOGO ENTRE PESQUISADOR E SUJEITO, EM UMA PRÁTICA REVELADORA DE PROCESSOS DE SIGNIFICAÇÃO. NESSE SENTIDO, OBSERVOU-SE QUE ED AMPLIA SEUS LEQUE DE POSSIBILIDADES AO ATUAR ATIVAMENTE NA ORALIDADE E NA ESCRITA, ALÉM DE BENEFICIAR A MANUTENÇÃO DE SUA MEMÓRIA. DE ACORDO OS RESULTADOS ENCONTRADOS, COMPREENDE-SE QUE A LINGUAGEM É FATOR QUE PRECISA SER CONSIDERADO E EXPLORADO NOS CASOS DE DOENÇA DE PARKINSON. ATRAVÉS DAS INTERAÇÕES, O SUJEITO ED CONSEGUIU DESENVOLVER AS ATIVIDADES PROPOSTAS, OBTENDO MELHORAS IMPORTANTES NOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS, ELEVANDO ASSIM SUAS POSSIBILIDADES DE INTERLOCUÇÃO AO LONGO DO TEMPO. AS ATIVIDADES REALIZADAS POSSIBILITARAM AVANÇOS NA MANUTENÇÃO DA MEMÓRIA DE ED DE FORMA A APONTAR QUE MEMÓRIA E LINGUAGEM ‘(INTER)ATUAM’ DE MODO SIGNIFICATIVO “COMO PROCESSOS DE CONHECIMENTO, PORQUE A LINGUAGEM NÃO É SOMENTE UM INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO, ELA É UM INSTRUMENTO SOCIALIZADOR, UM MEDIADOR DAS RELAÇÕES ENTRE O SER HUMANO E O MUNDO” (SAMPAIO, 2015, P. 407). NESSAS CIRCUNSTÂNCIAS NOVOS ELOS SÃO ESTABELECIDOS, POIS “APESAR DAS ALTERAÇÕES COGNITIVAS, A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZ CONTRIBUI NA REABILITAÇÃO DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS COM PARKINSON” (SILVA, BARBOSA E SAMPAIO, 2019, P. 1507), SUBLINHANDO QUE O DIAGNÓSTICO DE UMA DOENÇA CRÔNICA E PROGRESSIVA NÃO É UM IMPEDIMENTO PARA O INDIVÍDUO SE DESENVOLVER. AO TRILHAR AS QUESTÕES DE LINGUAGEM E MEMÓRIA NA DOENÇA DE PARKINSON É POSSÍVEL ANALISAR OS FENÔMENOS COGNITIVOS COMO PROCESSOS ATIVOS, QUE DEVEM SER UM PONTO DE PARTIDA PARA A AMPLIAÇÃO DO LEQUE DE POSSIBILIDADES DENTRO DE NOVOS PADRÕES DE NORMALIDADE, QUE ESTÃO ALÉM DE UMA POSSÍVEL REABILITAÇÃO, POIS HÁ UMA RELAÇÃO ENTRE AS INTERAÇÕES DO SUJEITO E A DINÂMICA DO FUNCIONAMENTO CEREBRAL PARA SUPRIR AS FUNÇÕES DEFICITÁRIAS. NESSE SENTIDO, A AVALIAÇÃO E A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZES COLABORAM PARA A ANÁLISE DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS, ATÉ MESMO QUANDO SE APRESENTA OBSTÁCULOS, POIS, ESSES OBSTÁCULOS TAMBÉM SÃO REVELADORES E CONSTRUTORES DE NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E CONQUISTAS, FOMENTANDO DISCUSSÕES PARA PROFISSIONAIS E PESQUISADORES NA PRODUÇÃO DE PESQUISA EM DIFERENTES ÁREAS QUE CONTEMPLEM A LINGUAGEM E OS DIÁLOGOS COM OUTRAS TEORIAS."
    "modalidade" => "E-book"
    "area_tematica" => "AT 02: Aquisição e Transtornos de Linguagem"
    "palavra_chave" => "LINGUAGEM, COGNIÇÃO, MEMÓRIA, PARKINSON, "
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_COMPLETO_EV144_MD2_SA2_ID57405102020071102.pdf"
    "created_at" => "2020-11-10 09:58:52"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "IVA RIBEIRO COTA"
    "autor_nome_curto" => "IVA COTA"
    "autor_email" => "ivarcota@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - UESB"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
    "edicao_nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
    "edicao_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-10 08:53:42"
    "publicacao_id" => 71
    "publicacao_nome" => "E-book CONEIL"
    "publicacao_codigo" => null
    "tipo_codigo_id" => 2
    "tipo_codigo_nome" => "ISBN"
    "tipo_publicacao_id" => 2
    "tipo_publicacao_nome" => "E-books"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: array:1 [
    "fkEdicao" => App\Base\Administrativo\Model\Edicao {#1644
      +table: "edicao"
      +timestamps: false
      -periocidade: array:10 [
        0 => "Diária"
        1 => "Semanal"
        2 => "Quinzenal"
        3 => "Mensal"
        4 => "Bimestral"
        5 => "Trimestral"
        6 => "Semestral"
        7 => "Anual"
        8 => "Bienal"
        9 => "Trienal"
      ]
      -idioma: array:3 [
        0 => "Português"
        1 => "Inglês"
        2 => "Espanhol"
      ]
      +fillable: array:23 [
        0 => "publicacao_id"
        1 => "volume"
        2 => "numero"
        3 => "url"
        4 => "nome"
        5 => "nome_evento"
        6 => "descricao"
        7 => "pasta"
        8 => "logo"
        9 => "capa"
        10 => "timbrado"
        11 => "periodicidade"
        12 => "idiomas"
        13 => "pais"
        14 => "inicio_evento"
        15 => "final_evento"
        16 => "ano_publicacao"
        17 => "data_publicacao"
        18 => "autor_corporativo"
        19 => "visualizar_artigo"
        20 => "created_at"
        21 => "updated_at"
        22 => "ativo"
      ]
      #casts: array:24 [
        "id" => "integer"
        "publicacao_id" => "integer"
        "volume" => "integer"
        "numero" => "integer"
        "url" => "string"
        "nome" => "string"
        "nome_evento" => "string"
        "descricao" => "string"
        "pasta" => "string"
        "logo" => "string"
        "capa" => "string"
        "timbrado" => "string"
        "periodicidade" => "string"
        "idiomas" => "string"
        "pais" => "string"
        "inicio_evento" => "date"
        "final_evento" => "date"
        "ano_publicacao" => "integer"
        "data_publicacao" => "date"
        "autor_corporativo" => "string"
        "visualizar_artigo" => "boolean"
        "created_at" => "datetime"
        "updated_at" => "datetime"
        "ativo" => "boolean"
      ]
      #connection: "mysql"
      #primaryKey: "id"
      #keyType: "int"
      +incrementing: true
      #with: []
      #withCount: []
      #perPage: 15
      +exists: true
      +wasRecentlyCreated: false
      #attributes: array:24 [
        "id" => 142
        "publicacao_id" => 71
        "volume" => 2
        "numero" => 1
        "url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
        "nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
        "nome_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
        "descricao" => "O I Congresso Nacional em Estudos Interdisciplinares da Linguagem (I CONEIL) coaduna-se com o cenário da educação pública brasileira e a incidência nos processos formativos de seus sujeitos – professores e alunos – das universidades e escolas de educação básica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no âmbito das discussões profissionais e/ou acadêmicas. Destaca-se também a urgência de promover a descentralização dos grandes centros urbanos e, assim, fortalecer o desenvolvimento e a divulgação das pesquisas em um evento situado na Região Nordeste. A idealização do evento pauta-se na possibilidade de mobilizar diálogos sobre as experiências interdisciplinares, que discutam de um modo mais amplo os estudos da linguagem, oportunizando aos participantes um espaço para o intercâmbio de novas possibilidades para seus campos de atuação. Tal espaço, para derivar as discussões em torno da formação docente, é viabilizado pela organização de eventos que possam estabelecer parcerias e aproximar profissionais que atuam em diferentes segmentos. O evento ocorrerá de forma online de 23 a 25 de setembro de 2020"
        "pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
        "logo" => null
        "capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
        "timbrado" => null
        "periodicidade" => "Anual"
        "idiomas" => "Português"
        "pais" => "Brasil"
        "inicio_evento" => "2020-09-23"
        "final_evento" => "2020-09-25"
        "ano_publicacao" => 2020
        "data_publicacao" => null
        "autor_corporativo" => "Realize Eventos Científicos & Editora"
        "visualizar_artigo" => 1
        "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
        "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
        "ativo" => 1
      ]
      #original: array:24 [
        "id" => 142
        "publicacao_id" => 71
        "volume" => 2
        "numero" => 1
        "url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
        "nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
        "nome_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
        "descricao" => "O I Congresso Nacional em Estudos Interdisciplinares da Linguagem (I CONEIL) coaduna-se com o cenário da educação pública brasileira e a incidência nos processos formativos de seus sujeitos – professores e alunos – das universidades e escolas de educação básica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no âmbito das discussões profissionais e/ou acadêmicas. Destaca-se também a urgência de promover a descentralização dos grandes centros urbanos e, assim, fortalecer o desenvolvimento e a divulgação das pesquisas em um evento situado na Região Nordeste. A idealização do evento pauta-se na possibilidade de mobilizar diálogos sobre as experiências interdisciplinares, que discutam de um modo mais amplo os estudos da linguagem, oportunizando aos participantes um espaço para o intercâmbio de novas possibilidades para seus campos de atuação. Tal espaço, para derivar as discussões em torno da formação docente, é viabilizado pela organização de eventos que possam estabelecer parcerias e aproximar profissionais que atuam em diferentes segmentos. O evento ocorrerá de forma online de 23 a 25 de setembro de 2020"
        "pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
        "logo" => null
        "capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
        "timbrado" => null
        "periodicidade" => "Anual"
        "idiomas" => "Português"
        "pais" => "Brasil"
        "inicio_evento" => "2020-09-23"
        "final_evento" => "2020-09-25"
        "ano_publicacao" => 2020
        "data_publicacao" => null
        "autor_corporativo" => "Realize Eventos Científicos & Editora"
        "visualizar_artigo" => 1
        "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
        "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
        "ativo" => 1
      ]
      #changes: []
      #classCastCache: []
      #dates: []
      #dateFormat: null
      #appends: []
      #dispatchesEvents: []
      #observables: []
      #relations: array:1 [
        "fkEdicaoEbook" => Illuminate\Database\Eloquent\Collection {#1642
          #items: array:1 [
            0 => App\Base\Administrativo\Model\EdicaoEbook {#1641
              +table: "edicao_ebook"
              +timestamps: false
              +fillable: array:16 [
                0 => "edicao_id"
                1 => "codigo"
                2 => "capa"
                3 => "titulo"
                4 => "descricao"
                5 => "prefacio"
                6 => "apresentacao"
                7 => "organizadores"
                8 => "conselho_editorial"
                9 => "ficha_catalografica"
                10 => "arquivo"
                11 => "arquivo_alterado"
                12 => "ano_publicacao"
                13 => "created_at"
                14 => "updated_at"
                15 => "ativo"
              ]
              #casts: array:16 [
                "id" => "integer"
                "edicao_id" => "integer"
                "codigo" => "string"
                "capa" => "string"
                "titulo" => "string"
                "prefacio" => "string"
                "apresentacao" => "string"
                "organizadores" => "string"
                "conselho_editorial" => "string"
                "ficha_catalografica" => "string"
                "arquivo" => "string"
                "arquivo_alterado" => "boolean"
                "ano_publicacao" => "integer"
                "created_at" => "datetime"
                "updated_at" => "datetime"
                "ativo" => "boolean"
              ]
              #connection: "mysql"
              #primaryKey: "id"
              #keyType: "int"
              +incrementing: true
              #with: []
              #withCount: []
              #perPage: 15
              +exists: true
              +wasRecentlyCreated: false
              #attributes: array:16 [
                "id" => 63
                "edicao_id" => 142
                "codigo" => "978-65-86901-14-6"
                "capa" => "5fd1299791e76_09122020164631.jpg"
                "titulo" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
                "prefacio" => """
                  <strong>Caminhos da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o: a Lingu&iacute;stica e a Literatura no cen&aacute;rio brasileiro</strong><br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Os estudos da linguagem v&ecirc;m ganhando, cada vez mais, perspectivas que extrapolam a tradicional disciplinaridade acad&ecirc;mica. Isso se deve, em parte, a investiga&ccedil;&otilde;es acerca de fen&ocirc;menos que exigem a mobiliza&ccedil;&atilde;o de saberes de diferentes &aacute;reas e, tamb&eacute;m, pelo gradativo crescimento de abordagens que, pleiteando uma compreens&atilde;o mais ampla da linguagem, preferem abrir m&atilde;o de princ&iacute;pios atom&iacute;sticos ou isolacionistas a perder de vista aspectos complexos implicados no objeto linguagem. Nesse sentido, pensar uma abordagem interdisciplinar, voltada para os estudos da linguagem, decorre da concep&ccedil;&atilde;o de que o processo de ensino e aprendizagem ocorre de maneira ativa e integra conhecimentos e saberes contextualmente situados na &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Assim, o Volume 2 do livro Estudos Interdisciplinares da Linguagem traz discuss&otilde;es que buscam romper com determinados paradigmas do processo de ensino e aprendizagem e proporcionam uma leitura plural de pesquisas que v&ecirc;m sendo desenvolvidas no cen&aacute;rio brasileiro, no escopo das humanidades, no &acirc;mbito da Lingu&iacute;stica e da Literatura, sem perder de vista as possibilidades de di&aacute;logos entre &aacute;reas afins do conhecimento, tendo como finalidade ampliar o espa&ccedil;o de reflex&atilde;o e suas repercuss&otilde;es como parte da socializa&ccedil;&atilde;o de pr&aacute;ticas inovadoras de forma&ccedil;&atilde;o.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Desse modo, apresentamos, nesse volume, pesquisas desenvolvidas no &acirc;mbito da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o, divididas em dois grandes campos do conhecimento: Lingu&iacute;stica e Literatura. Chamamos a aten&ccedil;&atilde;o para diversidade tem&aacute;tica e geogr&aacute;fica das pesquisas aqui publicadas por discentes de mestrado ou doutorado de diversos Programas de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o de Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior brasileiras, uma vez que temos representantes das cinco regi&otilde;es do Brasil que compartilham conhecimentos e demonstram o potencial da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o brasileira no que diz respeito aos estudos da linguagem. Um dos principais intuitos dessa colet&acirc;nea &eacute; apresentar esse cen&aacute;rio multifacetado das pesquisas no Brasil. Dessa forma, al&eacute;m dos instigantes debates promovidos pelos/as autores/as aqui presentes, temos como vislumbrar o panorama heter&oacute;clito de disserta&ccedil;&otilde;es e teses que est&atilde;o prestes a serem defendidas por esses/as jovens pesquisadores/as.<br />\r\n
                  Socializar esses debates sobre pautas relacionadas &agrave; interdisciplinaridade nos estudos da linguagem proporciona interc&acirc;mbios e di&aacute;logos de v&aacute;rias ordens que podem enriquecer o desenvolvimento cient&iacute;fico da &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Tais debates trazem contribui&ccedil;&otilde;es para o campo te&oacute;rico e aplicado dos estudos da linguagem que se coaduna com o cen&aacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica brasileira e a incid&ecirc;ncia nos processos formativos de seus sujeitos &ndash; professores e alunos &ndash; das universidades e escolas de educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no &acirc;mbito das discuss&otilde;es profissionais e/ou acad&ecirc;micas.<br />\r\n
                  Aqui a comunidade leitora encontrar&aacute; pesquisas com objetivos muito bem delineados para proposi&ccedil;&atilde;o de leitura(s) e metodologia(s) que tomam os estudos da linguagem como fonte e objeto de investiga&ccedil;&atilde;o e tamb&eacute;m de pr&aacute;xis na sala de aula. Assim, convidamos a uma leitura que, dentre todas as vozes que se fazem presentes nesse coro te&oacute;rico-metodol&oacute;gico, auxilie na capacidade de perceber nos discursos, que partem de outros j&aacute; ditos, o desejo pela diversidade te&oacute;rica e pela pr&aacute;tica de ensino e aprendizagem que se efetive no fazer docente.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  <em>Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)</em>
                  """
                "apresentacao" => null
                "organizadores" => """
                  Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)
                  """
                "conselho_editorial" => """
                  Alfredo Cordiviola (UFPE)<br />\r\n
                  Aline Alves Arruda (IFMG)<br />\r\n
                  Arturo Gouveia (UFPB)<br />\r\n
                  Brenda Carlos de Andrade (UFRPE)<br />\r\n
                  Carlos Eduardo Soares da Cruz (UERJ)<br />\r\n
                  Claudia Roberta Tavares Silva (UFRPE)<br />\r\n
                  Cleber Alves de Ataide (UFRPE)<br />\r\n
                  Danniel da Silva Carvalho (UFBA)<br />\r\n
                  Dorothy Bezerra Silva de Brito (UFRPE)<br />\r\n
                  Germana Maria Ara&uacute;jo Sales (UFPA/CAPES)<br />\r\n
                  Gilberlande Pereira dos Santos (UNIVISA)<br />\r\n
                  Iara Christina Silva Barroca (UFV)<br />\r\n
                  I&ecirc;do de Oliveira Paes (UFRPE)<br />\r\n
                  Iran Ferreira de Melo (UFRPE)<br />\r\n
                  Isabela Barbosa do Rego Barros (UNICAP)<br />\r\n
                  Jo A-mi (UNILAB)&nbsp;<br />\r\n
                  Jo&atilde;o Batista Pereira (UFRPE)<br />\r\n
                  Jos&eacute; Tem&iacute;stocles Ferreira J&uacute;nior (UFRPE)<br />\r\n
                  Leonardo Lennertz Marcotulio (UFRJ)<br />\r\n
                  M&aacute;rcio Martins Leit&atilde;o (UFPB)<br />\r\n
                  Maria Carmen Aires Gomes (UFV)&nbsp;<br />\r\n
                  Maria C&eacute;lia Lima-Hernandes (USP)<br />\r\n
                  Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante (UFPB)<br />\r\n
                  Miriam Garate (UNICAMP)<br />\r\n
                  Natanael Duarte de Azevedo (UFRPE)<br />\r\n
                  Paulo Henrique Duque (UFRN)<br />\r\n
                  Renata Barbosa Vicente (UFRPE)<br />\r\n
                  Silvana Silva de Farias Ara&uacute;jo (UEFS)<br />\r\n
                  S&iacute;lvia Rodrigues Vieira (UFRJ)<br />\r\n
                  Valdir do Nascimento Flores (UFRGS)<br />\r\n
                  Val&eacute;ria Severina Gomes (UFRPE)<br />\r\n
                  Vicentina Ramires (UFRPE)&nbsp;
                  """
                "ficha_catalografica" => "5fd91a34eff11_15122020171900.pdf"
                "arquivo" => "151220201733_E-BOOK---ESTUDOS-INTERDISCIPLINARES-DA-LINGUAGEM---VOLUME-02-.pdf"
                "arquivo_alterado" => 1
                "ano_publicacao" => 2020
                "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
                "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
                "ativo" => 1
              ]
              #original: array:16 [
                "id" => 63
                "edicao_id" => 142
                "codigo" => "978-65-86901-14-6"
                "capa" => "5fd1299791e76_09122020164631.jpg"
                "titulo" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
                "prefacio" => """
                  <strong>Caminhos da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o: a Lingu&iacute;stica e a Literatura no cen&aacute;rio brasileiro</strong><br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Os estudos da linguagem v&ecirc;m ganhando, cada vez mais, perspectivas que extrapolam a tradicional disciplinaridade acad&ecirc;mica. Isso se deve, em parte, a investiga&ccedil;&otilde;es acerca de fen&ocirc;menos que exigem a mobiliza&ccedil;&atilde;o de saberes de diferentes &aacute;reas e, tamb&eacute;m, pelo gradativo crescimento de abordagens que, pleiteando uma compreens&atilde;o mais ampla da linguagem, preferem abrir m&atilde;o de princ&iacute;pios atom&iacute;sticos ou isolacionistas a perder de vista aspectos complexos implicados no objeto linguagem. Nesse sentido, pensar uma abordagem interdisciplinar, voltada para os estudos da linguagem, decorre da concep&ccedil;&atilde;o de que o processo de ensino e aprendizagem ocorre de maneira ativa e integra conhecimentos e saberes contextualmente situados na &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Assim, o Volume 2 do livro Estudos Interdisciplinares da Linguagem traz discuss&otilde;es que buscam romper com determinados paradigmas do processo de ensino e aprendizagem e proporcionam uma leitura plural de pesquisas que v&ecirc;m sendo desenvolvidas no cen&aacute;rio brasileiro, no escopo das humanidades, no &acirc;mbito da Lingu&iacute;stica e da Literatura, sem perder de vista as possibilidades de di&aacute;logos entre &aacute;reas afins do conhecimento, tendo como finalidade ampliar o espa&ccedil;o de reflex&atilde;o e suas repercuss&otilde;es como parte da socializa&ccedil;&atilde;o de pr&aacute;ticas inovadoras de forma&ccedil;&atilde;o.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Desse modo, apresentamos, nesse volume, pesquisas desenvolvidas no &acirc;mbito da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o, divididas em dois grandes campos do conhecimento: Lingu&iacute;stica e Literatura. Chamamos a aten&ccedil;&atilde;o para diversidade tem&aacute;tica e geogr&aacute;fica das pesquisas aqui publicadas por discentes de mestrado ou doutorado de diversos Programas de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o de Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior brasileiras, uma vez que temos representantes das cinco regi&otilde;es do Brasil que compartilham conhecimentos e demonstram o potencial da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o brasileira no que diz respeito aos estudos da linguagem. Um dos principais intuitos dessa colet&acirc;nea &eacute; apresentar esse cen&aacute;rio multifacetado das pesquisas no Brasil. Dessa forma, al&eacute;m dos instigantes debates promovidos pelos/as autores/as aqui presentes, temos como vislumbrar o panorama heter&oacute;clito de disserta&ccedil;&otilde;es e teses que est&atilde;o prestes a serem defendidas por esses/as jovens pesquisadores/as.<br />\r\n
                  Socializar esses debates sobre pautas relacionadas &agrave; interdisciplinaridade nos estudos da linguagem proporciona interc&acirc;mbios e di&aacute;logos de v&aacute;rias ordens que podem enriquecer o desenvolvimento cient&iacute;fico da &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Tais debates trazem contribui&ccedil;&otilde;es para o campo te&oacute;rico e aplicado dos estudos da linguagem que se coaduna com o cen&aacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica brasileira e a incid&ecirc;ncia nos processos formativos de seus sujeitos &ndash; professores e alunos &ndash; das universidades e escolas de educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no &acirc;mbito das discuss&otilde;es profissionais e/ou acad&ecirc;micas.<br />\r\n
                  Aqui a comunidade leitora encontrar&aacute; pesquisas com objetivos muito bem delineados para proposi&ccedil;&atilde;o de leitura(s) e metodologia(s) que tomam os estudos da linguagem como fonte e objeto de investiga&ccedil;&atilde;o e tamb&eacute;m de pr&aacute;xis na sala de aula. Assim, convidamos a uma leitura que, dentre todas as vozes que se fazem presentes nesse coro te&oacute;rico-metodol&oacute;gico, auxilie na capacidade de perceber nos discursos, que partem de outros j&aacute; ditos, o desejo pela diversidade te&oacute;rica e pela pr&aacute;tica de ensino e aprendizagem que se efetive no fazer docente.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  <em>Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)</em>
                  """
                "apresentacao" => null
                "organizadores" => """
                  Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)
                  """
                "conselho_editorial" => """
                  Alfredo Cordiviola (UFPE)<br />\r\n
                  Aline Alves Arruda (IFMG)<br />\r\n
                  Arturo Gouveia (UFPB)<br />\r\n
                  Brenda Carlos de Andrade (UFRPE)<br />\r\n
                  Carlos Eduardo Soares da Cruz (UERJ)<br />\r\n
                  Claudia Roberta Tavares Silva (UFRPE)<br />\r\n
                  Cleber Alves de Ataide (UFRPE)<br />\r\n
                  Danniel da Silva Carvalho (UFBA)<br />\r\n
                  Dorothy Bezerra Silva de Brito (UFRPE)<br />\r\n
                  Germana Maria Ara&uacute;jo Sales (UFPA/CAPES)<br />\r\n
                  Gilberlande Pereira dos Santos (UNIVISA)<br />\r\n
                  Iara Christina Silva Barroca (UFV)<br />\r\n
                  I&ecirc;do de Oliveira Paes (UFRPE)<br />\r\n
                  Iran Ferreira de Melo (UFRPE)<br />\r\n
                  Isabela Barbosa do Rego Barros (UNICAP)<br />\r\n
                  Jo A-mi (UNILAB)&nbsp;<br />\r\n
                  Jo&atilde;o Batista Pereira (UFRPE)<br />\r\n
                  Jos&eacute; Tem&iacute;stocles Ferreira J&uacute;nior (UFRPE)<br />\r\n
                  Leonardo Lennertz Marcotulio (UFRJ)<br />\r\n
                  M&aacute;rcio Martins Leit&atilde;o (UFPB)<br />\r\n
                  Maria Carmen Aires Gomes (UFV)&nbsp;<br />\r\n
                  Maria C&eacute;lia Lima-Hernandes (USP)<br />\r\n
                  Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante (UFPB)<br />\r\n
                  Miriam Garate (UNICAMP)<br />\r\n
                  Natanael Duarte de Azevedo (UFRPE)<br />\r\n
                  Paulo Henrique Duque (UFRN)<br />\r\n
                  Renata Barbosa Vicente (UFRPE)<br />\r\n
                  Silvana Silva de Farias Ara&uacute;jo (UEFS)<br />\r\n
                  S&iacute;lvia Rodrigues Vieira (UFRJ)<br />\r\n
                  Valdir do Nascimento Flores (UFRGS)<br />\r\n
                  Val&eacute;ria Severina Gomes (UFRPE)<br />\r\n
                  Vicentina Ramires (UFRPE)&nbsp;
                  """
                "ficha_catalografica" => "5fd91a34eff11_15122020171900.pdf"
                "arquivo" => "151220201733_E-BOOK---ESTUDOS-INTERDISCIPLINARES-DA-LINGUAGEM---VOLUME-02-.pdf"
                "arquivo_alterado" => 1
                "ano_publicacao" => 2020
                "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
                "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
                "ativo" => 1
              ]
              #changes: []
              #classCastCache: []
              #dates: []
              #dateFormat: null
              #appends: []
              #dispatchesEvents: []
              #observables: []
              #relations: []
              #touches: []
              #hidden: []
              #visible: []
              #guarded: array:1 [
                0 => "*"
              ]
            }
          ]
        }
      ]
      #touches: []
      #hidden: []
      #visible: []
      #guarded: array:1 [
        0 => "*"
      ]
    }
  ]
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 10 de novembro de 2020

Resumo

O PRESENTE TRABALHO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL DE UM SUJEITO COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON (DP). A PESQUISA FOI REALIZADA A PARTIR DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA. NOS ASPECTOS COGNITIVOS, PORTADORES DE DP APRESENTAM COMPROMETIMENTO NA MEMÓRIA, ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO E, NA LINGUAGEM, É POSSÍVEL PERCEBER LENTIDÃO E REDUÇÃO NO VOLUME DA FALA, ALÉM DE VOZ FRACA E PAUSAS DE CURTA E LONGA DURAÇÃO. AO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS DIFICULDADES QUE APRESENTAM, INDAGA-SE: COMO PRÁTICAS SOCIAIS QUE ENVOLVEM INTERAÇÕES, LEITURA E A ESCRITA PODEM CONTRIBUIR PARA MELHORAR ESSAS CAPACIDADES QUE ESTÃO ALTERADAS NESSE SUJEITO? PARA ESCLARECER ESSE QUESTIONAMENTO, O PRESENTE ESTUDO APRESENTA RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DE ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL POR MEIO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS COM O FOCO NA LINGUAGEM E NA MEMÓRIA DE UM SUJEITO COM PARKINSON. COMO PONTO DE PARTIDA DO ESTUDO, CONSIDERA-SE A LINGUAGEM NAS DIMENSÕES CONTEXTUAIS, SOCIAIS, SUBJETIVAS, EM QUE ATUAM E SE CONSTITUEM COMO SUJEITO PARA ANALISAR O CONTEXTO DA DOENÇA DO PARKINSON, POIS O INDIVÍDUO APRESENTA COMPROMETIMENTO NA COGNIÇÃO, SUBLINHANDO QUESTÕES DE MEMÓRIA E LINGUAGEM. SOB ESSE PRISMA, ESTE TRABALHO OBJETIVA A ANÁLISE DO EFEITO DE PRÁTICAS ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS EM UM SUJEITO COM PARKINSON COM A FINALIDADE DE OBSERVAR COMO ASPECTOS QUE ENVOLVEM O LETRAMENTO INTERFEREM NA COGNIÇÃO E PODEM CONTRIBUIR COM A INSERÇÃO SOCIAL E LINGUÍSTICA DESSE SUJEITO. O REFERENCIAL TEÓRICO-METODOLÓGICO TEM FUNDAMENTAÇÃO NA NEUROLINGUÍSTICA DISCURSIVA QUE SUBSIDIA A ORIENTAÇÃO ENUNCIATIVO-DISCURSIVA E GUIA METODOLOGICAMENTE UMA ABORDAGEM DE CARÁTER QUALITATIVO POR MEIO DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL. O SUJEITO PARTICIPANTE É IDENTIFICADO NA PESQUISA PELA SIGLA ED, SUIÇO, 68 ANOS, CASADO, COM DIAGNÓSTICO MÉDICO DE DOENÇA DE PARKINSON DESDE OS 51 ANOS, MAS QUE APRESENTA SINTOMAS DESDE OS 46 ANOS DE IDADE. ED POSSUI NÍVEL SUPERIOR INCOMPLETO (INICIOU O CURSO DE LETRAS E NÃO CONCLUIU POR SENTIR DIFICULDADES, ALGUMAS DELAS RELACIONADAS AOS EFEITOS COLATERAIS DOS MEDICAMENTOS UTILIZADOS PARA A DA, COMO SONOLÊNCIA, E TAMBÉM POR DIFICULDADES DE MEMÓRIA), DESENVOLVE POR HOBBIE ATIVIDADES DE CARPINTARIA. É CURIOSO, INTELIGENTE, TEM GRANDE EXPERIÊNCIAS EM VIAGENS PELO MUNDO E MORA NO BRASIL HÁ VINTE ANOS. OS DADOS FORAM COLETADOS NO LABORATÓRIO DE PESQUISA E ESTUDO EM NEUROLINGUÍSTICA (LAPEN), NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA, CAMPUS VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA, POR MEIO DE INTERAÇÕES EM ACOMPANHAMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPO, PERMEADAS DE CONVERSAS, TROCAS DE EXPERIÊNCIAS, ATIVIDADES DIVERSIFICADAS, LEITURAS E PRODUÇÕES TEXTUAIS. ESSAS INTERAÇÕES, ESQUEMATIZADAS EM SITUAÇÕES ENUNCIATIVO-DISCURSIVAS, SÃO PROPOSTAS PARA A PESQUISA NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA E INTERVENÇÃO EM NEUROLINGUÍSTICA (CECIN) E QUE TEM COMO SEDE O LAPEN, COM A DEVIDA APROVAÇÃO DO CONSELHO DE ÉTICA E PESQUISA NÚMERO 061210 E CONSENTIMENTO DO SUJEITO ED, ATRAVÉS DA ASSINATURA DO TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO (TCLE), COM O INTUITO DE OPORTUNIZAR UM AMBIENTE DINÂMICO, DE INTERAÇÃO ENTRE PESQUISADORES, SUJEITOS E FAMILIARES. NO DECORRER DO ACOMPANHAMENTO LONGITUDINAL, FORAM DESENVOLVIDAS ATIVIDADES COM ED BUSCANDO COMPREENDER QUESTÕES QUE ENVOLVEM A LINGUAGEM E A MEMÓRIA. A COLETA DE DADOS PARA TAIS FINS CONFIGURA-SE EM MEIO À INTERLOCUÇÃO, PARA POSSIBILITAR O EXAME DOS PORMENORES E MARCAS INDIVIDUAIS, POR MEIO DE GRAVAÇÕES EM ÁUDIO, REGISTROS EM FOTOGRAFIAS, FILMAGENS, COLETA DE PRODUÇÕES, PERMITINDO BUSCAR EXPLICAÇÕES, MAIS DO QUE TENTAR ENCONTRAR EVIDÊNCIAS PARA TEORIAS EXISTENTES, PERMITINDO ANALISAR AS VARIAÇÕES CONCERNENTES À LINGUAGEM E À MEMÓRIA AO LONGO DE UM PERÍODO. POR MEIO DAS PISTAS E DO DIÁLOGO ENTRE PESQUISADORES E SUJEITO, FOI POSSÍVEL PERCEBER O DESENVOLVIMENTO DE IMPLEMENTAÇÕES QUE ERAM DESAFIADORAS PARA A LINGUAGEM E MEMÓRIA DE ED. POR MEIO DAS INTERAÇÕES, ED FOI ESTIMULADO A EXPLORAR ACONTECIMENTOS DO SEU DIA-A-DIA, ALÉM DISSO, MOMENTOS MARCANTES TANTO DO PRESENTE COMO DO PASSADO, TRABALHANDO ASSIM UMA DIVERSIDADE DE INFORMAÇÕES. A PARTIR DAS ATIVIDADES E DAS SITUAÇÕES INTERATIVAS FOI POSSÍVEL ESTABELECER O DIÁLOGO ENTRE PESQUISADOR E SUJEITO, EM UMA PRÁTICA REVELADORA DE PROCESSOS DE SIGNIFICAÇÃO. NESSE SENTIDO, OBSERVOU-SE QUE ED AMPLIA SEUS LEQUE DE POSSIBILIDADES AO ATUAR ATIVAMENTE NA ORALIDADE E NA ESCRITA, ALÉM DE BENEFICIAR A MANUTENÇÃO DE SUA MEMÓRIA. DE ACORDO OS RESULTADOS ENCONTRADOS, COMPREENDE-SE QUE A LINGUAGEM É FATOR QUE PRECISA SER CONSIDERADO E EXPLORADO NOS CASOS DE DOENÇA DE PARKINSON. ATRAVÉS DAS INTERAÇÕES, O SUJEITO ED CONSEGUIU DESENVOLVER AS ATIVIDADES PROPOSTAS, OBTENDO MELHORAS IMPORTANTES NOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS, ELEVANDO ASSIM SUAS POSSIBILIDADES DE INTERLOCUÇÃO AO LONGO DO TEMPO. AS ATIVIDADES REALIZADAS POSSIBILITARAM AVANÇOS NA MANUTENÇÃO DA MEMÓRIA DE ED DE FORMA A APONTAR QUE MEMÓRIA E LINGUAGEM ‘(INTER)ATUAM’ DE MODO SIGNIFICATIVO “COMO PROCESSOS DE CONHECIMENTO, PORQUE A LINGUAGEM NÃO É SOMENTE UM INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO, ELA É UM INSTRUMENTO SOCIALIZADOR, UM MEDIADOR DAS RELAÇÕES ENTRE O SER HUMANO E O MUNDO” (SAMPAIO, 2015, P. 407). NESSAS CIRCUNSTÂNCIAS NOVOS ELOS SÃO ESTABELECIDOS, POIS “APESAR DAS ALTERAÇÕES COGNITIVAS, A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZ CONTRIBUI NA REABILITAÇÃO DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS COM PARKINSON” (SILVA, BARBOSA E SAMPAIO, 2019, P. 1507), SUBLINHANDO QUE O DIAGNÓSTICO DE UMA DOENÇA CRÔNICA E PROGRESSIVA NÃO É UM IMPEDIMENTO PARA O INDIVÍDUO SE DESENVOLVER. AO TRILHAR AS QUESTÕES DE LINGUAGEM E MEMÓRIA NA DOENÇA DE PARKINSON É POSSÍVEL ANALISAR OS FENÔMENOS COGNITIVOS COMO PROCESSOS ATIVOS, QUE DEVEM SER UM PONTO DE PARTIDA PARA A AMPLIAÇÃO DO LEQUE DE POSSIBILIDADES DENTRO DE NOVOS PADRÕES DE NORMALIDADE, QUE ESTÃO ALÉM DE UMA POSSÍVEL REABILITAÇÃO, POIS HÁ UMA RELAÇÃO ENTRE AS INTERAÇÕES DO SUJEITO E A DINÂMICA DO FUNCIONAMENTO CEREBRAL PARA SUPRIR AS FUNÇÕES DEFICITÁRIAS. NESSE SENTIDO, A AVALIAÇÃO E A INTERVENÇÃO LINGUÍSTICA EFICAZES COLABORAM PARA A ANÁLISE DA LINGUAGEM DOS SUJEITOS, ATÉ MESMO QUANDO SE APRESENTA OBSTÁCULOS, POIS, ESSES OBSTÁCULOS TAMBÉM SÃO REVELADORES E CONSTRUTORES DE NOVAS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E CONQUISTAS, FOMENTANDO DISCUSSÕES PARA PROFISSIONAIS E PESQUISADORES NA PRODUÇÃO DE PESQUISA EM DIFERENTES ÁREAS QUE CONTEMPLEM A LINGUAGEM E OS DIÁLOGOS COM OUTRAS TEORIAS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.