Artigo E-book I CONEIL - Vol 02

E-books

ISBN: 978-65-86901-14-6

ATITUDES LINGUÍSTICAS ACERCA DA REALIZAÇÃO DE ARTIGO DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMOS EM UMA VARIEDADE NÃO-EUROPEIA DO PORTUGUÊS

Palavra-chaves: ATITUDES LINGUÍSTICAS, ARTIGO DEFINIDO, ANTROPÔNIMOS, GÊNERO, VARIEDADE DO PORTUGUÊS E-book E-book
"2020-11-10 08:53:42"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 71960
    "edicao_id" => 142
    "trabalho_id" => 111
    "inscrito_id" => 76
    "titulo" => """
      ATITUDES LINGUÍSTICAS ACERCA DA REALIZAÇÃO DE ARTIGO\r\n
      DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMOS EM UMA VARIEDADE \r\n
      NÃO-EUROPEIA DO PORTUGUÊS
      """
    "resumo" => """
      À LUZ DO ARCABOUÇO TEÓRICO-METODOLÓGICO DO CAMPO SOCIOLINGUÍSTICO DAS ATITUDES LINGUÍSTICAS (LABOV, 1972; EAGLY; CHAIKEN, 1993), OBJETIVAMOS VERIFICAR OS JULGAMENTOS SUBJETIVOS\r\n
      DE FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO (PB), MAIS ESPECIFICAMENTE DAS CIDADES PERNAMBUCANAS DE SERRA TALHADA, NO SERTÃO, E RECIFE, A CAPITAL, ACERCA DA REALIZAÇÃO DO DETERMINANTE\r\n
      REPRESENTADO AQUI PELO ARTIGO DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMO. NO ÂMBITO DA ESTRUTURA INTERNA DO SINTAGMA NOMINAL, DIFERENTEMENTE DO PB, PETTER (2015) OBSERVA QUE, EM LÍNGUAS DO TRONCO BANTU FALADAS, POR EXEMPLO, EM MOÇAMBIQUE E EM ANGOLA, POR SEREM AGLUTINANTES, INFORMAÇÕES MORFOLÓGICAS SÃO CODIFICADAS POR PREFIXOS DE CLASSES NOMINAIS, NÃO SENDO\r\n
      ESPECIFICADO O GÊNERO, MAS O NÚMERO (SINGULAR VERSUS PLURAL), O QUE TENDE A INTERFERIR NO PORTUGUÊS ADQUIRIDO COMO L2 PELOS AFRICANOS. PARA A REALIZAÇÃO DESTE ESTUDO, UTILIZAMOS COMO\r\n
      INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS UM QUESTIONÁRIO BASEADO NA ESCALA DE JULGAMENTO LIKERT, CONTENDO 5 PONTOS. A AMOSTRA REFERENTE À CIDADE SERTANEJA É PROVENIENTE DO ESTUDO REALIZADO\r\n
      POR PEREIRA E SILVA (2018); JÁ OS DADOS DA CAPITAL SÃO ORIUNDOS DE PEREIRA (NO PRELO). DURANTE A ANÁLISE, FORAM CONSIDERADOS OS JULGAMENTOS DE 16 INFORMANTES UNIVERSITÁRIOS DE CADA\r\n
      MUNICÍPIO, SEPARADOS DE ACORDO COM SUA AUTOIDENTIFICAÇÃO DE GÊNERO. NESSAS COMUNIDADES, A VARIANTE LOCAL É AQUELA CUJO ARTIGO NÃO ANTECEDE O ANTROPÔNIMO, COMO “JOÃO”, (CALLOU;\r\n
      SILVA, 1997; PEREIRA, 2017). COMO RESULTADO, VERIFICAMOS A EXISTÊNCIA DE UMA ASSIMETRIA NOS JULGAMENTOS DOS GÊNEROS CONTROLADOS, A SABER: FEMININO E MASCULINO. OS DADOS MOSTRAM QUE DIANTE DA VARIANTE NOVA, AQUELA COM ARTIGO, OS INFORMANTES RECIFENSES DO GÊNERO FEMININO SÃO MAIS SENSÍVEIS A TAL FORMA, APRESENTANDO JULGAMENTOS POSITIVOS; JÁ, EM SERRA TALHADA, OS HOMENS SÃO MAIS FAVORÁVEIS A VARIANTE COM ARTIGO. QUANDO DIANTE DA VARIANTE LOCAL, AQUELA SEM ARTIGO, VERIFICAMOS QUE O CONTRÁRIO ACONTECE: EM RECIFE, OS HOMENS, EM COMPARAÇÃO ÀS MULHERES, APRESENTAM AVALIAÇÕES MAIS POSITIVAS; JÁ, EM SERRA TALHADA, SÃO AS MULHERES QUE SE\r\n
      COMPORTAM DE FORMA MAIS FAVORECEDORA. ESSA ASSIMETRIA, ENTÃO, MOSTRA QUE ENQUANTO QUE NA CIDADE SERTANEJA, AS MULHERES APRESENTAM UM PERFIL CONSERVADOR, VALORIZANDO DE FORMA MAIS SIGNIFICATIVA A VARIANTE LOCAL, NA CAPITAL, SÃO OS HOMENS QUE DESEMPENHAM TAL PAPEL SOCIAL. TAL RESULTADO EVIDENCIA QUE O PADRÃO DE JULGAMENTO ENCONTRADO NO SERTÃO É DIFERENTE DO ENCONTRADO NA CAPITAL.
      """
    "modalidade" => "E-book"
    "area_tematica" => "E-book"
    "palavra_chave" => "ATITUDES LINGUÍSTICAS, ARTIGO DEFINIDO, ANTROPÔNIMOS, GÊNERO, VARIEDADE DO PORTUGUÊS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_COMPLETO_EV144_MD2_SA100_ID7625102020180148.pdf"
    "created_at" => "2020-11-10 09:58:52"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DÉRECK K FERREIRA PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "DÉRECK FERREIRA PEREIRA"
    "autor_email" => "dereckferreirap@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
    "edicao_nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
    "edicao_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-10 08:53:42"
    "publicacao_id" => 71
    "publicacao_nome" => "E-book CONEIL"
    "publicacao_codigo" => null
    "tipo_codigo_id" => 2
    "tipo_codigo_nome" => "ISBN"
    "tipo_publicacao_id" => 2
    "tipo_publicacao_nome" => "E-books"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 71960
    "edicao_id" => 142
    "trabalho_id" => 111
    "inscrito_id" => 76
    "titulo" => """
      ATITUDES LINGUÍSTICAS ACERCA DA REALIZAÇÃO DE ARTIGO\r\n
      DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMOS EM UMA VARIEDADE \r\n
      NÃO-EUROPEIA DO PORTUGUÊS
      """
    "resumo" => """
      À LUZ DO ARCABOUÇO TEÓRICO-METODOLÓGICO DO CAMPO SOCIOLINGUÍSTICO DAS ATITUDES LINGUÍSTICAS (LABOV, 1972; EAGLY; CHAIKEN, 1993), OBJETIVAMOS VERIFICAR OS JULGAMENTOS SUBJETIVOS\r\n
      DE FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO (PB), MAIS ESPECIFICAMENTE DAS CIDADES PERNAMBUCANAS DE SERRA TALHADA, NO SERTÃO, E RECIFE, A CAPITAL, ACERCA DA REALIZAÇÃO DO DETERMINANTE\r\n
      REPRESENTADO AQUI PELO ARTIGO DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMO. NO ÂMBITO DA ESTRUTURA INTERNA DO SINTAGMA NOMINAL, DIFERENTEMENTE DO PB, PETTER (2015) OBSERVA QUE, EM LÍNGUAS DO TRONCO BANTU FALADAS, POR EXEMPLO, EM MOÇAMBIQUE E EM ANGOLA, POR SEREM AGLUTINANTES, INFORMAÇÕES MORFOLÓGICAS SÃO CODIFICADAS POR PREFIXOS DE CLASSES NOMINAIS, NÃO SENDO\r\n
      ESPECIFICADO O GÊNERO, MAS O NÚMERO (SINGULAR VERSUS PLURAL), O QUE TENDE A INTERFERIR NO PORTUGUÊS ADQUIRIDO COMO L2 PELOS AFRICANOS. PARA A REALIZAÇÃO DESTE ESTUDO, UTILIZAMOS COMO\r\n
      INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS UM QUESTIONÁRIO BASEADO NA ESCALA DE JULGAMENTO LIKERT, CONTENDO 5 PONTOS. A AMOSTRA REFERENTE À CIDADE SERTANEJA É PROVENIENTE DO ESTUDO REALIZADO\r\n
      POR PEREIRA E SILVA (2018); JÁ OS DADOS DA CAPITAL SÃO ORIUNDOS DE PEREIRA (NO PRELO). DURANTE A ANÁLISE, FORAM CONSIDERADOS OS JULGAMENTOS DE 16 INFORMANTES UNIVERSITÁRIOS DE CADA\r\n
      MUNICÍPIO, SEPARADOS DE ACORDO COM SUA AUTOIDENTIFICAÇÃO DE GÊNERO. NESSAS COMUNIDADES, A VARIANTE LOCAL É AQUELA CUJO ARTIGO NÃO ANTECEDE O ANTROPÔNIMO, COMO “JOÃO”, (CALLOU;\r\n
      SILVA, 1997; PEREIRA, 2017). COMO RESULTADO, VERIFICAMOS A EXISTÊNCIA DE UMA ASSIMETRIA NOS JULGAMENTOS DOS GÊNEROS CONTROLADOS, A SABER: FEMININO E MASCULINO. OS DADOS MOSTRAM QUE DIANTE DA VARIANTE NOVA, AQUELA COM ARTIGO, OS INFORMANTES RECIFENSES DO GÊNERO FEMININO SÃO MAIS SENSÍVEIS A TAL FORMA, APRESENTANDO JULGAMENTOS POSITIVOS; JÁ, EM SERRA TALHADA, OS HOMENS SÃO MAIS FAVORÁVEIS A VARIANTE COM ARTIGO. QUANDO DIANTE DA VARIANTE LOCAL, AQUELA SEM ARTIGO, VERIFICAMOS QUE O CONTRÁRIO ACONTECE: EM RECIFE, OS HOMENS, EM COMPARAÇÃO ÀS MULHERES, APRESENTAM AVALIAÇÕES MAIS POSITIVAS; JÁ, EM SERRA TALHADA, SÃO AS MULHERES QUE SE\r\n
      COMPORTAM DE FORMA MAIS FAVORECEDORA. ESSA ASSIMETRIA, ENTÃO, MOSTRA QUE ENQUANTO QUE NA CIDADE SERTANEJA, AS MULHERES APRESENTAM UM PERFIL CONSERVADOR, VALORIZANDO DE FORMA MAIS SIGNIFICATIVA A VARIANTE LOCAL, NA CAPITAL, SÃO OS HOMENS QUE DESEMPENHAM TAL PAPEL SOCIAL. TAL RESULTADO EVIDENCIA QUE O PADRÃO DE JULGAMENTO ENCONTRADO NO SERTÃO É DIFERENTE DO ENCONTRADO NA CAPITAL.
      """
    "modalidade" => "E-book"
    "area_tematica" => "E-book"
    "palavra_chave" => "ATITUDES LINGUÍSTICAS, ARTIGO DEFINIDO, ANTROPÔNIMOS, GÊNERO, VARIEDADE DO PORTUGUÊS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_COMPLETO_EV144_MD2_SA100_ID7625102020180148.pdf"
    "created_at" => "2020-11-10 09:58:52"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DÉRECK K FERREIRA PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "DÉRECK FERREIRA PEREIRA"
    "autor_email" => "dereckferreirap@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
    "edicao_nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
    "edicao_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-10 08:53:42"
    "publicacao_id" => 71
    "publicacao_nome" => "E-book CONEIL"
    "publicacao_codigo" => null
    "tipo_codigo_id" => 2
    "tipo_codigo_nome" => "ISBN"
    "tipo_publicacao_id" => 2
    "tipo_publicacao_nome" => "E-books"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: array:1 [
    "fkEdicao" => App\Base\Administrativo\Model\Edicao {#1644
      +table: "edicao"
      +timestamps: false
      -periocidade: array:10 [
        0 => "Diária"
        1 => "Semanal"
        2 => "Quinzenal"
        3 => "Mensal"
        4 => "Bimestral"
        5 => "Trimestral"
        6 => "Semestral"
        7 => "Anual"
        8 => "Bienal"
        9 => "Trienal"
      ]
      -idioma: array:3 [
        0 => "Português"
        1 => "Inglês"
        2 => "Espanhol"
      ]
      +fillable: array:23 [
        0 => "publicacao_id"
        1 => "volume"
        2 => "numero"
        3 => "url"
        4 => "nome"
        5 => "nome_evento"
        6 => "descricao"
        7 => "pasta"
        8 => "logo"
        9 => "capa"
        10 => "timbrado"
        11 => "periodicidade"
        12 => "idiomas"
        13 => "pais"
        14 => "inicio_evento"
        15 => "final_evento"
        16 => "ano_publicacao"
        17 => "data_publicacao"
        18 => "autor_corporativo"
        19 => "visualizar_artigo"
        20 => "created_at"
        21 => "updated_at"
        22 => "ativo"
      ]
      #casts: array:24 [
        "id" => "integer"
        "publicacao_id" => "integer"
        "volume" => "integer"
        "numero" => "integer"
        "url" => "string"
        "nome" => "string"
        "nome_evento" => "string"
        "descricao" => "string"
        "pasta" => "string"
        "logo" => "string"
        "capa" => "string"
        "timbrado" => "string"
        "periodicidade" => "string"
        "idiomas" => "string"
        "pais" => "string"
        "inicio_evento" => "date"
        "final_evento" => "date"
        "ano_publicacao" => "integer"
        "data_publicacao" => "date"
        "autor_corporativo" => "string"
        "visualizar_artigo" => "boolean"
        "created_at" => "datetime"
        "updated_at" => "datetime"
        "ativo" => "boolean"
      ]
      #connection: "mysql"
      #primaryKey: "id"
      #keyType: "int"
      +incrementing: true
      #with: []
      #withCount: []
      #perPage: 15
      +exists: true
      +wasRecentlyCreated: false
      #attributes: array:24 [
        "id" => 142
        "publicacao_id" => 71
        "volume" => 2
        "numero" => 1
        "url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
        "nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
        "nome_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
        "descricao" => "O I Congresso Nacional em Estudos Interdisciplinares da Linguagem (I CONEIL) coaduna-se com o cenário da educação pública brasileira e a incidência nos processos formativos de seus sujeitos – professores e alunos – das universidades e escolas de educação básica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no âmbito das discussões profissionais e/ou acadêmicas. Destaca-se também a urgência de promover a descentralização dos grandes centros urbanos e, assim, fortalecer o desenvolvimento e a divulgação das pesquisas em um evento situado na Região Nordeste. A idealização do evento pauta-se na possibilidade de mobilizar diálogos sobre as experiências interdisciplinares, que discutam de um modo mais amplo os estudos da linguagem, oportunizando aos participantes um espaço para o intercâmbio de novas possibilidades para seus campos de atuação. Tal espaço, para derivar as discussões em torno da formação docente, é viabilizado pela organização de eventos que possam estabelecer parcerias e aproximar profissionais que atuam em diferentes segmentos. O evento ocorrerá de forma online de 23 a 25 de setembro de 2020"
        "pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
        "logo" => null
        "capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
        "timbrado" => null
        "periodicidade" => "Anual"
        "idiomas" => "Português"
        "pais" => "Brasil"
        "inicio_evento" => "2020-09-23"
        "final_evento" => "2020-09-25"
        "ano_publicacao" => 2020
        "data_publicacao" => null
        "autor_corporativo" => "Realize Eventos Científicos & Editora"
        "visualizar_artigo" => 1
        "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
        "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
        "ativo" => 1
      ]
      #original: array:24 [
        "id" => 142
        "publicacao_id" => 71
        "volume" => 2
        "numero" => 1
        "url" => "e-book-i-coneil---vol-02"
        "nome" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
        "nome_evento" => "I CONGRESSO NACIONAL EM ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA LINGUAGEM"
        "descricao" => "O I Congresso Nacional em Estudos Interdisciplinares da Linguagem (I CONEIL) coaduna-se com o cenário da educação pública brasileira e a incidência nos processos formativos de seus sujeitos – professores e alunos – das universidades e escolas de educação básica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no âmbito das discussões profissionais e/ou acadêmicas. Destaca-se também a urgência de promover a descentralização dos grandes centros urbanos e, assim, fortalecer o desenvolvimento e a divulgação das pesquisas em um evento situado na Região Nordeste. A idealização do evento pauta-se na possibilidade de mobilizar diálogos sobre as experiências interdisciplinares, que discutam de um modo mais amplo os estudos da linguagem, oportunizando aos participantes um espaço para o intercâmbio de novas possibilidades para seus campos de atuação. Tal espaço, para derivar as discussões em torno da formação docente, é viabilizado pela organização de eventos que possam estabelecer parcerias e aproximar profissionais que atuam em diferentes segmentos. O evento ocorrerá de forma online de 23 a 25 de setembro de 2020"
        "pasta" => "ebooks/coneil/2020/ebook1"
        "logo" => null
        "capa" => "5fd127279e596_09122020163607.jpg"
        "timbrado" => null
        "periodicidade" => "Anual"
        "idiomas" => "Português"
        "pais" => "Brasil"
        "inicio_evento" => "2020-09-23"
        "final_evento" => "2020-09-25"
        "ano_publicacao" => 2020
        "data_publicacao" => null
        "autor_corporativo" => "Realize Eventos Científicos & Editora"
        "visualizar_artigo" => 1
        "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
        "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
        "ativo" => 1
      ]
      #changes: []
      #classCastCache: []
      #dates: []
      #dateFormat: null
      #appends: []
      #dispatchesEvents: []
      #observables: []
      #relations: array:1 [
        "fkEdicaoEbook" => Illuminate\Database\Eloquent\Collection {#1642
          #items: array:1 [
            0 => App\Base\Administrativo\Model\EdicaoEbook {#1641
              +table: "edicao_ebook"
              +timestamps: false
              +fillable: array:16 [
                0 => "edicao_id"
                1 => "codigo"
                2 => "capa"
                3 => "titulo"
                4 => "descricao"
                5 => "prefacio"
                6 => "apresentacao"
                7 => "organizadores"
                8 => "conselho_editorial"
                9 => "ficha_catalografica"
                10 => "arquivo"
                11 => "arquivo_alterado"
                12 => "ano_publicacao"
                13 => "created_at"
                14 => "updated_at"
                15 => "ativo"
              ]
              #casts: array:16 [
                "id" => "integer"
                "edicao_id" => "integer"
                "codigo" => "string"
                "capa" => "string"
                "titulo" => "string"
                "prefacio" => "string"
                "apresentacao" => "string"
                "organizadores" => "string"
                "conselho_editorial" => "string"
                "ficha_catalografica" => "string"
                "arquivo" => "string"
                "arquivo_alterado" => "boolean"
                "ano_publicacao" => "integer"
                "created_at" => "datetime"
                "updated_at" => "datetime"
                "ativo" => "boolean"
              ]
              #connection: "mysql"
              #primaryKey: "id"
              #keyType: "int"
              +incrementing: true
              #with: []
              #withCount: []
              #perPage: 15
              +exists: true
              +wasRecentlyCreated: false
              #attributes: array:16 [
                "id" => 63
                "edicao_id" => 142
                "codigo" => "978-65-86901-14-6"
                "capa" => "5fd1299791e76_09122020164631.jpg"
                "titulo" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
                "prefacio" => """
                  <strong>Caminhos da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o: a Lingu&iacute;stica e a Literatura no cen&aacute;rio brasileiro</strong><br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Os estudos da linguagem v&ecirc;m ganhando, cada vez mais, perspectivas que extrapolam a tradicional disciplinaridade acad&ecirc;mica. Isso se deve, em parte, a investiga&ccedil;&otilde;es acerca de fen&ocirc;menos que exigem a mobiliza&ccedil;&atilde;o de saberes de diferentes &aacute;reas e, tamb&eacute;m, pelo gradativo crescimento de abordagens que, pleiteando uma compreens&atilde;o mais ampla da linguagem, preferem abrir m&atilde;o de princ&iacute;pios atom&iacute;sticos ou isolacionistas a perder de vista aspectos complexos implicados no objeto linguagem. Nesse sentido, pensar uma abordagem interdisciplinar, voltada para os estudos da linguagem, decorre da concep&ccedil;&atilde;o de que o processo de ensino e aprendizagem ocorre de maneira ativa e integra conhecimentos e saberes contextualmente situados na &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Assim, o Volume 2 do livro Estudos Interdisciplinares da Linguagem traz discuss&otilde;es que buscam romper com determinados paradigmas do processo de ensino e aprendizagem e proporcionam uma leitura plural de pesquisas que v&ecirc;m sendo desenvolvidas no cen&aacute;rio brasileiro, no escopo das humanidades, no &acirc;mbito da Lingu&iacute;stica e da Literatura, sem perder de vista as possibilidades de di&aacute;logos entre &aacute;reas afins do conhecimento, tendo como finalidade ampliar o espa&ccedil;o de reflex&atilde;o e suas repercuss&otilde;es como parte da socializa&ccedil;&atilde;o de pr&aacute;ticas inovadoras de forma&ccedil;&atilde;o.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Desse modo, apresentamos, nesse volume, pesquisas desenvolvidas no &acirc;mbito da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o, divididas em dois grandes campos do conhecimento: Lingu&iacute;stica e Literatura. Chamamos a aten&ccedil;&atilde;o para diversidade tem&aacute;tica e geogr&aacute;fica das pesquisas aqui publicadas por discentes de mestrado ou doutorado de diversos Programas de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o de Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior brasileiras, uma vez que temos representantes das cinco regi&otilde;es do Brasil que compartilham conhecimentos e demonstram o potencial da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o brasileira no que diz respeito aos estudos da linguagem. Um dos principais intuitos dessa colet&acirc;nea &eacute; apresentar esse cen&aacute;rio multifacetado das pesquisas no Brasil. Dessa forma, al&eacute;m dos instigantes debates promovidos pelos/as autores/as aqui presentes, temos como vislumbrar o panorama heter&oacute;clito de disserta&ccedil;&otilde;es e teses que est&atilde;o prestes a serem defendidas por esses/as jovens pesquisadores/as.<br />\r\n
                  Socializar esses debates sobre pautas relacionadas &agrave; interdisciplinaridade nos estudos da linguagem proporciona interc&acirc;mbios e di&aacute;logos de v&aacute;rias ordens que podem enriquecer o desenvolvimento cient&iacute;fico da &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Tais debates trazem contribui&ccedil;&otilde;es para o campo te&oacute;rico e aplicado dos estudos da linguagem que se coaduna com o cen&aacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica brasileira e a incid&ecirc;ncia nos processos formativos de seus sujeitos &ndash; professores e alunos &ndash; das universidades e escolas de educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no &acirc;mbito das discuss&otilde;es profissionais e/ou acad&ecirc;micas.<br />\r\n
                  Aqui a comunidade leitora encontrar&aacute; pesquisas com objetivos muito bem delineados para proposi&ccedil;&atilde;o de leitura(s) e metodologia(s) que tomam os estudos da linguagem como fonte e objeto de investiga&ccedil;&atilde;o e tamb&eacute;m de pr&aacute;xis na sala de aula. Assim, convidamos a uma leitura que, dentre todas as vozes que se fazem presentes nesse coro te&oacute;rico-metodol&oacute;gico, auxilie na capacidade de perceber nos discursos, que partem de outros j&aacute; ditos, o desejo pela diversidade te&oacute;rica e pela pr&aacute;tica de ensino e aprendizagem que se efetive no fazer docente.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  <em>Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)</em>
                  """
                "apresentacao" => null
                "organizadores" => """
                  Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)
                  """
                "conselho_editorial" => """
                  Alfredo Cordiviola (UFPE)<br />\r\n
                  Aline Alves Arruda (IFMG)<br />\r\n
                  Arturo Gouveia (UFPB)<br />\r\n
                  Brenda Carlos de Andrade (UFRPE)<br />\r\n
                  Carlos Eduardo Soares da Cruz (UERJ)<br />\r\n
                  Claudia Roberta Tavares Silva (UFRPE)<br />\r\n
                  Cleber Alves de Ataide (UFRPE)<br />\r\n
                  Danniel da Silva Carvalho (UFBA)<br />\r\n
                  Dorothy Bezerra Silva de Brito (UFRPE)<br />\r\n
                  Germana Maria Ara&uacute;jo Sales (UFPA/CAPES)<br />\r\n
                  Gilberlande Pereira dos Santos (UNIVISA)<br />\r\n
                  Iara Christina Silva Barroca (UFV)<br />\r\n
                  I&ecirc;do de Oliveira Paes (UFRPE)<br />\r\n
                  Iran Ferreira de Melo (UFRPE)<br />\r\n
                  Isabela Barbosa do Rego Barros (UNICAP)<br />\r\n
                  Jo A-mi (UNILAB)&nbsp;<br />\r\n
                  Jo&atilde;o Batista Pereira (UFRPE)<br />\r\n
                  Jos&eacute; Tem&iacute;stocles Ferreira J&uacute;nior (UFRPE)<br />\r\n
                  Leonardo Lennertz Marcotulio (UFRJ)<br />\r\n
                  M&aacute;rcio Martins Leit&atilde;o (UFPB)<br />\r\n
                  Maria Carmen Aires Gomes (UFV)&nbsp;<br />\r\n
                  Maria C&eacute;lia Lima-Hernandes (USP)<br />\r\n
                  Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante (UFPB)<br />\r\n
                  Miriam Garate (UNICAMP)<br />\r\n
                  Natanael Duarte de Azevedo (UFRPE)<br />\r\n
                  Paulo Henrique Duque (UFRN)<br />\r\n
                  Renata Barbosa Vicente (UFRPE)<br />\r\n
                  Silvana Silva de Farias Ara&uacute;jo (UEFS)<br />\r\n
                  S&iacute;lvia Rodrigues Vieira (UFRJ)<br />\r\n
                  Valdir do Nascimento Flores (UFRGS)<br />\r\n
                  Val&eacute;ria Severina Gomes (UFRPE)<br />\r\n
                  Vicentina Ramires (UFRPE)&nbsp;
                  """
                "ficha_catalografica" => "5fd91a34eff11_15122020171900.pdf"
                "arquivo" => "151220201733_E-BOOK---ESTUDOS-INTERDISCIPLINARES-DA-LINGUAGEM---VOLUME-02-.pdf"
                "arquivo_alterado" => 1
                "ano_publicacao" => 2020
                "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
                "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
                "ativo" => 1
              ]
              #original: array:16 [
                "id" => 63
                "edicao_id" => 142
                "codigo" => "978-65-86901-14-6"
                "capa" => "5fd1299791e76_09122020164631.jpg"
                "titulo" => "E-book I CONEIL - Vol 02"
                "prefacio" => """
                  <strong>Caminhos da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o: a Lingu&iacute;stica e a Literatura no cen&aacute;rio brasileiro</strong><br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Os estudos da linguagem v&ecirc;m ganhando, cada vez mais, perspectivas que extrapolam a tradicional disciplinaridade acad&ecirc;mica. Isso se deve, em parte, a investiga&ccedil;&otilde;es acerca de fen&ocirc;menos que exigem a mobiliza&ccedil;&atilde;o de saberes de diferentes &aacute;reas e, tamb&eacute;m, pelo gradativo crescimento de abordagens que, pleiteando uma compreens&atilde;o mais ampla da linguagem, preferem abrir m&atilde;o de princ&iacute;pios atom&iacute;sticos ou isolacionistas a perder de vista aspectos complexos implicados no objeto linguagem. Nesse sentido, pensar uma abordagem interdisciplinar, voltada para os estudos da linguagem, decorre da concep&ccedil;&atilde;o de que o processo de ensino e aprendizagem ocorre de maneira ativa e integra conhecimentos e saberes contextualmente situados na &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Assim, o Volume 2 do livro Estudos Interdisciplinares da Linguagem traz discuss&otilde;es que buscam romper com determinados paradigmas do processo de ensino e aprendizagem e proporcionam uma leitura plural de pesquisas que v&ecirc;m sendo desenvolvidas no cen&aacute;rio brasileiro, no escopo das humanidades, no &acirc;mbito da Lingu&iacute;stica e da Literatura, sem perder de vista as possibilidades de di&aacute;logos entre &aacute;reas afins do conhecimento, tendo como finalidade ampliar o espa&ccedil;o de reflex&atilde;o e suas repercuss&otilde;es como parte da socializa&ccedil;&atilde;o de pr&aacute;ticas inovadoras de forma&ccedil;&atilde;o.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  Desse modo, apresentamos, nesse volume, pesquisas desenvolvidas no &acirc;mbito da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o, divididas em dois grandes campos do conhecimento: Lingu&iacute;stica e Literatura. Chamamos a aten&ccedil;&atilde;o para diversidade tem&aacute;tica e geogr&aacute;fica das pesquisas aqui publicadas por discentes de mestrado ou doutorado de diversos Programas de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o de Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior brasileiras, uma vez que temos representantes das cinco regi&otilde;es do Brasil que compartilham conhecimentos e demonstram o potencial da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o brasileira no que diz respeito aos estudos da linguagem. Um dos principais intuitos dessa colet&acirc;nea &eacute; apresentar esse cen&aacute;rio multifacetado das pesquisas no Brasil. Dessa forma, al&eacute;m dos instigantes debates promovidos pelos/as autores/as aqui presentes, temos como vislumbrar o panorama heter&oacute;clito de disserta&ccedil;&otilde;es e teses que est&atilde;o prestes a serem defendidas por esses/as jovens pesquisadores/as.<br />\r\n
                  Socializar esses debates sobre pautas relacionadas &agrave; interdisciplinaridade nos estudos da linguagem proporciona interc&acirc;mbios e di&aacute;logos de v&aacute;rias ordens que podem enriquecer o desenvolvimento cient&iacute;fico da &aacute;rea de Lingu&iacute;stica e Literatura. Tais debates trazem contribui&ccedil;&otilde;es para o campo te&oacute;rico e aplicado dos estudos da linguagem que se coaduna com o cen&aacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica brasileira e a incid&ecirc;ncia nos processos formativos de seus sujeitos &ndash; professores e alunos &ndash; das universidades e escolas de educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica, que tenham em vista a perspectiva da interdisciplinaridade no &acirc;mbito das discuss&otilde;es profissionais e/ou acad&ecirc;micas.<br />\r\n
                  Aqui a comunidade leitora encontrar&aacute; pesquisas com objetivos muito bem delineados para proposi&ccedil;&atilde;o de leitura(s) e metodologia(s) que tomam os estudos da linguagem como fonte e objeto de investiga&ccedil;&atilde;o e tamb&eacute;m de pr&aacute;xis na sala de aula. Assim, convidamos a uma leitura que, dentre todas as vozes que se fazem presentes nesse coro te&oacute;rico-metodol&oacute;gico, auxilie na capacidade de perceber nos discursos, que partem de outros j&aacute; ditos, o desejo pela diversidade te&oacute;rica e pela pr&aacute;tica de ensino e aprendizagem que se efetive no fazer docente.<br />\r\n
                  <br />\r\n
                  <em>Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)</em>
                  """
                "apresentacao" => null
                "organizadores" => """
                  Natanael Duarte de Azevedo<br />\r\n
                  Professor Adjunto da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)<br />\r\n
                  Coordenador do Programa de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Estudos da Linguagem (PROGEL/UFRPE)
                  """
                "conselho_editorial" => """
                  Alfredo Cordiviola (UFPE)<br />\r\n
                  Aline Alves Arruda (IFMG)<br />\r\n
                  Arturo Gouveia (UFPB)<br />\r\n
                  Brenda Carlos de Andrade (UFRPE)<br />\r\n
                  Carlos Eduardo Soares da Cruz (UERJ)<br />\r\n
                  Claudia Roberta Tavares Silva (UFRPE)<br />\r\n
                  Cleber Alves de Ataide (UFRPE)<br />\r\n
                  Danniel da Silva Carvalho (UFBA)<br />\r\n
                  Dorothy Bezerra Silva de Brito (UFRPE)<br />\r\n
                  Germana Maria Ara&uacute;jo Sales (UFPA/CAPES)<br />\r\n
                  Gilberlande Pereira dos Santos (UNIVISA)<br />\r\n
                  Iara Christina Silva Barroca (UFV)<br />\r\n
                  I&ecirc;do de Oliveira Paes (UFRPE)<br />\r\n
                  Iran Ferreira de Melo (UFRPE)<br />\r\n
                  Isabela Barbosa do Rego Barros (UNICAP)<br />\r\n
                  Jo A-mi (UNILAB)&nbsp;<br />\r\n
                  Jo&atilde;o Batista Pereira (UFRPE)<br />\r\n
                  Jos&eacute; Tem&iacute;stocles Ferreira J&uacute;nior (UFRPE)<br />\r\n
                  Leonardo Lennertz Marcotulio (UFRJ)<br />\r\n
                  M&aacute;rcio Martins Leit&atilde;o (UFPB)<br />\r\n
                  Maria Carmen Aires Gomes (UFV)&nbsp;<br />\r\n
                  Maria C&eacute;lia Lima-Hernandes (USP)<br />\r\n
                  Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante (UFPB)<br />\r\n
                  Miriam Garate (UNICAMP)<br />\r\n
                  Natanael Duarte de Azevedo (UFRPE)<br />\r\n
                  Paulo Henrique Duque (UFRN)<br />\r\n
                  Renata Barbosa Vicente (UFRPE)<br />\r\n
                  Silvana Silva de Farias Ara&uacute;jo (UEFS)<br />\r\n
                  S&iacute;lvia Rodrigues Vieira (UFRJ)<br />\r\n
                  Valdir do Nascimento Flores (UFRGS)<br />\r\n
                  Val&eacute;ria Severina Gomes (UFRPE)<br />\r\n
                  Vicentina Ramires (UFRPE)&nbsp;
                  """
                "ficha_catalografica" => "5fd91a34eff11_15122020171900.pdf"
                "arquivo" => "151220201733_E-BOOK---ESTUDOS-INTERDISCIPLINARES-DA-LINGUAGEM---VOLUME-02-.pdf"
                "arquivo_alterado" => 1
                "ano_publicacao" => 2020
                "created_at" => "2020-11-10 08:53:42"
                "updated_at" => "2022-02-23 11:49:27"
                "ativo" => 1
              ]
              #changes: []
              #classCastCache: []
              #dates: []
              #dateFormat: null
              #appends: []
              #dispatchesEvents: []
              #observables: []
              #relations: []
              #touches: []
              #hidden: []
              #visible: []
              #guarded: array:1 [
                0 => "*"
              ]
            }
          ]
        }
      ]
      #touches: []
      #hidden: []
      #visible: []
      #guarded: array:1 [
        0 => "*"
      ]
    }
  ]
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 10 de novembro de 2020

Resumo

À LUZ DO ARCABOUÇO TEÓRICO-METODOLÓGICO DO CAMPO SOCIOLINGUÍSTICO DAS ATITUDES LINGUÍSTICAS (LABOV, 1972; EAGLY; CHAIKEN, 1993), OBJETIVAMOS VERIFICAR OS JULGAMENTOS SUBJETIVOS DE FALANTES DO PORTUGUÊS BRASILEIRO (PB), MAIS ESPECIFICAMENTE DAS CIDADES PERNAMBUCANAS DE SERRA TALHADA, NO SERTÃO, E RECIFE, A CAPITAL, ACERCA DA REALIZAÇÃO DO DETERMINANTE REPRESENTADO AQUI PELO ARTIGO DEFINIDO DIANTE DE ANTROPÔNIMO. NO ÂMBITO DA ESTRUTURA INTERNA DO SINTAGMA NOMINAL, DIFERENTEMENTE DO PB, PETTER (2015) OBSERVA QUE, EM LÍNGUAS DO TRONCO BANTU FALADAS, POR EXEMPLO, EM MOÇAMBIQUE E EM ANGOLA, POR SEREM AGLUTINANTES, INFORMAÇÕES MORFOLÓGICAS SÃO CODIFICADAS POR PREFIXOS DE CLASSES NOMINAIS, NÃO SENDO ESPECIFICADO O GÊNERO, MAS O NÚMERO (SINGULAR VERSUS PLURAL), O QUE TENDE A INTERFERIR NO PORTUGUÊS ADQUIRIDO COMO L2 PELOS AFRICANOS. PARA A REALIZAÇÃO DESTE ESTUDO, UTILIZAMOS COMO INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS UM QUESTIONÁRIO BASEADO NA ESCALA DE JULGAMENTO LIKERT, CONTENDO 5 PONTOS. A AMOSTRA REFERENTE À CIDADE SERTANEJA É PROVENIENTE DO ESTUDO REALIZADO POR PEREIRA E SILVA (2018); JÁ OS DADOS DA CAPITAL SÃO ORIUNDOS DE PEREIRA (NO PRELO). DURANTE A ANÁLISE, FORAM CONSIDERADOS OS JULGAMENTOS DE 16 INFORMANTES UNIVERSITÁRIOS DE CADA MUNICÍPIO, SEPARADOS DE ACORDO COM SUA AUTOIDENTIFICAÇÃO DE GÊNERO. NESSAS COMUNIDADES, A VARIANTE LOCAL É AQUELA CUJO ARTIGO NÃO ANTECEDE O ANTROPÔNIMO, COMO “JOÃO”, (CALLOU; SILVA, 1997; PEREIRA, 2017). COMO RESULTADO, VERIFICAMOS A EXISTÊNCIA DE UMA ASSIMETRIA NOS JULGAMENTOS DOS GÊNEROS CONTROLADOS, A SABER: FEMININO E MASCULINO. OS DADOS MOSTRAM QUE DIANTE DA VARIANTE NOVA, AQUELA COM ARTIGO, OS INFORMANTES RECIFENSES DO GÊNERO FEMININO SÃO MAIS SENSÍVEIS A TAL FORMA, APRESENTANDO JULGAMENTOS POSITIVOS; JÁ, EM SERRA TALHADA, OS HOMENS SÃO MAIS FAVORÁVEIS A VARIANTE COM ARTIGO. QUANDO DIANTE DA VARIANTE LOCAL, AQUELA SEM ARTIGO, VERIFICAMOS QUE O CONTRÁRIO ACONTECE: EM RECIFE, OS HOMENS, EM COMPARAÇÃO ÀS MULHERES, APRESENTAM AVALIAÇÕES MAIS POSITIVAS; JÁ, EM SERRA TALHADA, SÃO AS MULHERES QUE SE COMPORTAM DE FORMA MAIS FAVORECEDORA. ESSA ASSIMETRIA, ENTÃO, MOSTRA QUE ENQUANTO QUE NA CIDADE SERTANEJA, AS MULHERES APRESENTAM UM PERFIL CONSERVADOR, VALORIZANDO DE FORMA MAIS SIGNIFICATIVA A VARIANTE LOCAL, NA CAPITAL, SÃO OS HOMENS QUE DESEMPENHAM TAL PAPEL SOCIAL. TAL RESULTADO EVIDENCIA QUE O PADRÃO DE JULGAMENTO ENCONTRADO NO SERTÃO É DIFERENTE DO ENCONTRADO NA CAPITAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.