Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 207
DIFICULDADES APRESENTADAS POR PROFESSORES DE QUÍMICA PARA O TRABALHO COM OS TABLETS EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE QUEIMADAS-PB.

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DE PROFESSORES, ENSINO DE QUÍMICA, TABLETS Pôster (PO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A educação sendo, pois uma das principais vias de formação e inserção de cidadãos para sociedade, deve se preocupar com o uso das TIC’s em sala de aula e como os professores estão direcionando este trabalho através da utilização dessas novas ferramentas. Torna-se, pois, imprescindível investir na formação de competências pedagógicas e metodológicas voltadas para a concepção e organização de novos ambientes de aprendizagem que permitam a formação de indivíduos capazes de lidar positivamente com o novo mundo científico e tecnológico que nos rodeia. A tecnologia móvel está em crescente disseminação na sociedade e tem oportunizado a criação de novos espaços no processo de ensino-aprendizagem, ocorrendo uma mudança nos métodos de ensino e em particular, na disciplina de Química. Para o professor que tem dificuldade de usar as tecnologias de informação e comunicação, faz-se necessário que ele busque novos conhecimentos por meio de cursos e de formação continuada. Neste sentido, a presente pesquisa tem como objetivo diagnosticar quais as dificuldades apresentadas por professores de Química para o uso dos Tablets em uma escola pública do Município de Queimadas-PB. Trata-se de uma pesquisa exploratória (estudo de caso) que tem como método de procedimento o analítico descritivo, de natureza qualitativa e utiliza a técnica de observação direta extensiva. Os resultados obtidos valeram-se da análise do discurso. A escolha deste assunto é justificada pela sua relevância em trazer reflexões e discussões que possam contribuir para a melhoria da formação dos professores para a utilização adequada dos Tablets na educação. Sabe-se que devido ao tempo que muitos já tem de experiência em sala, a falta de políticas públicas de formação continuada, carga horária excessiva de trabalho e etc, muitos não vem acompanhado essa nova era tecnológica, já que não tiveram, em seus cursos, preparação para lidar com esses novos recursos em suas aulas. O público alvo da pesquisa foram 6 professores de Química do Ensino Médio da referida escola. Para compreender as dificuldades e limitações que os professores enfrentam para o trabalho com o uso dos Tablets, foi aplicado um questionário aberto com 3 questões. Os resultados apontaram que as maiores limitações para o uso dos tablets estão na falta de formação continuada, de discussão e preparo para o uso da ferramenta no processo de formação inicial. No entanto, os professores reconhecem que este recurso em situações de ensino-aprendizagem proporcionam ao professor uma mudança de papel, pois este deixa de atuar como “conhecedor”, “repassador” e “transmissor” do conhecimento, para ser o “orientador”, o “facilitador” e “promovedor” da construção do conhecimento ao adotar em sua prática docente a inclusão de uma nova ferramenta metodológica de ensino, o que pode contribuir para gerar uma aprendizagem significativa no processo de construção do conhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.