Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

REPRESENTATIVIDADE NEGRA EM LITERATURA INFANTIL: EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA EM BIBLIOTECA COMUNITÁRIA NA PERIFERIA DE OLINDA

Palavra-chaves: REPRESENTATIVIDADE, LITERATURA, BIBLIOTECA, INFANTIL, NEGRO Comunicação Oral (CO) GT 06 - Educação e Relações Étnico-Raciais
"2020-11-04 09:38:28"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 69507
    "edicao_id" => 141
    "trabalho_id" => 2702
    "inscrito_id" => 7422
    "titulo" => "REPRESENTATIVIDADE NEGRA EM LITERATURA INFANTIL: EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA EM BIBLIOTECA COMUNITÁRIA NA PERIFERIA DE OLINDA"
    "resumo" => "O PRESENTE TRABALHO RELATA UMA EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MULTICULTURAL NASCEDOURO. A REFERIDA EXPERIÊNCIA FOI FRUTO DE UM CURSO DE EXTENSÃO “INTERSECCIONALIDADE, FEMINISMOS E DECOLONIALIDADE: TRAMAS E URDIDURAS”, OFERECIDO PELO GEPCOL/UFPE. NO MEIO DE TANTAS PRODUÇÕES REALIZADA NO CURSO, O FOCO PRINCIPAL DESSA EXPERIÊNCIA FOI A CONTAÇÃO DO LIVRO “ESPELHO, ESPELHO MEU, EXISTE ALGUÉM MAIS BONITA QUE EU?”. O OBJETIVO DESSE RELATO DE EXPERIÊNCIA FOI OBSERVAR COMO AS CRIANÇAS RECEBEM A HISTÓRIAS E ENXERGAM OS PERSONAGENS NEGROS, INTRODUZINDO O DEBATE ACERCA DO RACISMO COM O PÚBLICO INFANTIL. AS PRIMEIRAS REPRESENTAÇÕES DE PERSONAGENS NEGROS  FORAM EM TORNO DO INÍCIO DO SÉC. XX PÓS-ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL, ÀS REPRESENTAÇÕES REALIZADAS, NO ENTANTO, ERAM SEMPRE LIGADAS COM AS SUAS TRAJETÓRIAS DE DOR E SOFRIMENTO COM SUA IMAGEM ESTEREOTIPADA E ESTIGMATIZADA, IMAGEM ESTA CONSTRUÍDA POR UMA PERSPECTIVA EUROCÊNTRICA E ENVIESADA POR UMA LÓGICA RACISTA. A METODOLOGIA ABORDADA PARA CONTAR AS HISTÓRIAS FOI UTILIZAR OS MEDIADORES  DA PRÓPRIA BIBLIOTECA PARA LER A NARRATIVA E RECEPCIONAR OS ESTUDANTES. ONDE POSTERIORMENTE FOI REALIZADO UM DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS SOBRE A HISTÓRIA COM AS ESCRITORAS. A CONTAÇÃO TRATAVA DA HISTÓRIA DE UMA MENINA NEGRA QUE NÃO GOSTA DE SUA APARÊNCIA, E POR ISSO NÃO SE SENTE CONFORTÁVEL PARA PARTICIPAR DE UM CONCURSO DE BELEZA. ESTA NARRATIVA FOI ESCRITA PELAS PARTICIPANTES DO CURSO DE EXTENSÃO COMO CONTRAPONDO AOS CONTOS DE FADAS AMPLAMENTE NARRADOS QUE IMPÕEM UM PADRÃO DE BELEZA UNIVERSAL DA BRANQUITUDE."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 06 - Educação e Relações Étnico-Raciais"
    "palavra_chave" => "REPRESENTATIVIDADE, LITERATURA, BIBLIOTECA, INFANTIL, NEGRO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV140_MD1_SA6_ID7422_01102020213243.pdf"
    "created_at" => "2020-11-04 17:47:29"
    "updated_at" => "2020-11-05 12:22:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA JACIARA DOS SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JACIARA SANTOS"
    "autor_email" => "jaciarasantos450@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-vii-conedu---edicao-online"
    "edicao_nome" => "Anais VII CONEDU - Edição Online"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional da Educação"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fa41515b329e_05112020120701.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-04 09:38:28"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 69507
    "edicao_id" => 141
    "trabalho_id" => 2702
    "inscrito_id" => 7422
    "titulo" => "REPRESENTATIVIDADE NEGRA EM LITERATURA INFANTIL: EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA EM BIBLIOTECA COMUNITÁRIA NA PERIFERIA DE OLINDA"
    "resumo" => "O PRESENTE TRABALHO RELATA UMA EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MULTICULTURAL NASCEDOURO. A REFERIDA EXPERIÊNCIA FOI FRUTO DE UM CURSO DE EXTENSÃO “INTERSECCIONALIDADE, FEMINISMOS E DECOLONIALIDADE: TRAMAS E URDIDURAS”, OFERECIDO PELO GEPCOL/UFPE. NO MEIO DE TANTAS PRODUÇÕES REALIZADA NO CURSO, O FOCO PRINCIPAL DESSA EXPERIÊNCIA FOI A CONTAÇÃO DO LIVRO “ESPELHO, ESPELHO MEU, EXISTE ALGUÉM MAIS BONITA QUE EU?”. O OBJETIVO DESSE RELATO DE EXPERIÊNCIA FOI OBSERVAR COMO AS CRIANÇAS RECEBEM A HISTÓRIAS E ENXERGAM OS PERSONAGENS NEGROS, INTRODUZINDO O DEBATE ACERCA DO RACISMO COM O PÚBLICO INFANTIL. AS PRIMEIRAS REPRESENTAÇÕES DE PERSONAGENS NEGROS  FORAM EM TORNO DO INÍCIO DO SÉC. XX PÓS-ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL, ÀS REPRESENTAÇÕES REALIZADAS, NO ENTANTO, ERAM SEMPRE LIGADAS COM AS SUAS TRAJETÓRIAS DE DOR E SOFRIMENTO COM SUA IMAGEM ESTEREOTIPADA E ESTIGMATIZADA, IMAGEM ESTA CONSTRUÍDA POR UMA PERSPECTIVA EUROCÊNTRICA E ENVIESADA POR UMA LÓGICA RACISTA. A METODOLOGIA ABORDADA PARA CONTAR AS HISTÓRIAS FOI UTILIZAR OS MEDIADORES  DA PRÓPRIA BIBLIOTECA PARA LER A NARRATIVA E RECEPCIONAR OS ESTUDANTES. ONDE POSTERIORMENTE FOI REALIZADO UM DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS SOBRE A HISTÓRIA COM AS ESCRITORAS. A CONTAÇÃO TRATAVA DA HISTÓRIA DE UMA MENINA NEGRA QUE NÃO GOSTA DE SUA APARÊNCIA, E POR ISSO NÃO SE SENTE CONFORTÁVEL PARA PARTICIPAR DE UM CONCURSO DE BELEZA. ESTA NARRATIVA FOI ESCRITA PELAS PARTICIPANTES DO CURSO DE EXTENSÃO COMO CONTRAPONDO AOS CONTOS DE FADAS AMPLAMENTE NARRADOS QUE IMPÕEM UM PADRÃO DE BELEZA UNIVERSAL DA BRANQUITUDE."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 06 - Educação e Relações Étnico-Raciais"
    "palavra_chave" => "REPRESENTATIVIDADE, LITERATURA, BIBLIOTECA, INFANTIL, NEGRO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV140_MD1_SA6_ID7422_01102020213243.pdf"
    "created_at" => "2020-11-04 17:47:29"
    "updated_at" => "2020-11-05 12:22:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA JACIARA DOS SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JACIARA SANTOS"
    "autor_email" => "jaciarasantos450@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-vii-conedu---edicao-online"
    "edicao_nome" => "Anais VII CONEDU - Edição Online"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional da Educação"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fa41515b329e_05112020120701.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-11-04 09:38:28"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

O PRESENTE TRABALHO RELATA UMA EXPERIÊNCIA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MULTICULTURAL NASCEDOURO. A REFERIDA EXPERIÊNCIA FOI FRUTO DE UM CURSO DE EXTENSÃO “INTERSECCIONALIDADE, FEMINISMOS E DECOLONIALIDADE: TRAMAS E URDIDURAS”, OFERECIDO PELO GEPCOL/UFPE. NO MEIO DE TANTAS PRODUÇÕES REALIZADA NO CURSO, O FOCO PRINCIPAL DESSA EXPERIÊNCIA FOI A CONTAÇÃO DO LIVRO “ESPELHO, ESPELHO MEU, EXISTE ALGUÉM MAIS BONITA QUE EU?”. O OBJETIVO DESSE RELATO DE EXPERIÊNCIA FOI OBSERVAR COMO AS CRIANÇAS RECEBEM A HISTÓRIAS E ENXERGAM OS PERSONAGENS NEGROS, INTRODUZINDO O DEBATE ACERCA DO RACISMO COM O PÚBLICO INFANTIL. AS PRIMEIRAS REPRESENTAÇÕES DE PERSONAGENS NEGROS FORAM EM TORNO DO INÍCIO DO SÉC. XX PÓS-ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL, ÀS REPRESENTAÇÕES REALIZADAS, NO ENTANTO, ERAM SEMPRE LIGADAS COM AS SUAS TRAJETÓRIAS DE DOR E SOFRIMENTO COM SUA IMAGEM ESTEREOTIPADA E ESTIGMATIZADA, IMAGEM ESTA CONSTRUÍDA POR UMA PERSPECTIVA EUROCÊNTRICA E ENVIESADA POR UMA LÓGICA RACISTA. A METODOLOGIA ABORDADA PARA CONTAR AS HISTÓRIAS FOI UTILIZAR OS MEDIADORES DA PRÓPRIA BIBLIOTECA PARA LER A NARRATIVA E RECEPCIONAR OS ESTUDANTES. ONDE POSTERIORMENTE FOI REALIZADO UM DIÁLOGO COM AS CRIANÇAS SOBRE A HISTÓRIA COM AS ESCRITORAS. A CONTAÇÃO TRATAVA DA HISTÓRIA DE UMA MENINA NEGRA QUE NÃO GOSTA DE SUA APARÊNCIA, E POR ISSO NÃO SE SENTE CONFORTÁVEL PARA PARTICIPAR DE UM CONCURSO DE BELEZA. ESTA NARRATIVA FOI ESCRITA PELAS PARTICIPANTES DO CURSO DE EXTENSÃO COMO CONTRAPONDO AOS CONTOS DE FADAS AMPLAMENTE NARRADOS QUE IMPÕEM UM PADRÃO DE BELEZA UNIVERSAL DA BRANQUITUDE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.