Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 264
ACOMPANHAMENTO PSICOTERÁPICO E INFLUÊNCIAS NO RENDIMENTO ESCOLAR: UMA REVISÃO DE LITERATURA.

Palavra-chaves: ACOMPANHAMENTO PSICOTERÁPICO, RENDIMENTO ESCOLAR, RELAÇÕES POSSÍVEIS Comunicação Oral (CO) MOVIMENTOS SOCIAIS, SUJEITOS E PROCESSOS EDUCATIVOS Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este artigo científico busca apresentar uma análise acerca dos conceitos de acompanhamento psicoterápico, rendimento escolar e a relação existente entre esses fatores. O objetivo proposto foi o de investigar a relação entre acompanhamento psicoterápico – seja qual for a matriz psicológica utilizada – e a influência desse atendimento no rendimento escolar de estudantes. O método utilizado para a construção deste artigo foi o de levantamento bibliográfico, trata-se, então de uma revisão da bibliografia de forma a confirmar a existência de uma estreita relação entre acompanhamento psicoterápico e rendimento escolar. Os resultados obtidos corroboram com o intuito do artigo que é o de traçar relações entre o acompanhamento psicoterápico e o rendimento escolar, e apontam para uma ligação concisa entre o fazer psicoterápico e o resultado no desempenho escolar. Além disso, aponta para fatores importantes na prática psicoterápica, como a escuta e a análise, propriamente dita, do sujeito que interferem diretamente no fator educacional do aluno, e no seu desempenho prático. Considera-se, então, que os tratamentos psicoterápicos possibilitam o entendimento desta complexa trama que revolve os processos de aprendizagem e, principalmente, a relação que o sujeito estabelece consigo e com o aprender, ao abarcar tanto suas habilidades cognitivas quanto sua dimensão afetiva, subjetiva e desejante.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.