Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO DE MONITORIA PARA A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DO PROFESSOR DE LE: A ADOÇÃO DE UMA POSTURA CRÍTICO-REFLEXIVA

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LE, ESTÁGIO SUPERVISIONADO, MONITORIA Comunicação Oral (CO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo apontar algumas questões referentes à importância do período de estágio de monitoria (de observação) na construção do professor de língua estrangeira (LE), apresentando algumas reflexões acerca das atitudes a serem assumidas/adquiridas pelo profissional em formação diante do processo de construção identitária. Igualmente, serão também apresentados alguns dos benefícios advindos da monitoria antes que se efetive a prática docente, promovida pela disciplina de Estágio Supervisionado. Para alcançar o objetivo mencionado, foram consideradas as afirmações de autores como Bueno (2009), que abordam questões alusivas à postura do estagiário durante o estágio de monitoria, sugerindo, dentre quatro tipos distintos de estágio, aquele que defende a adoção de uma postura crítico-reflexiva, a fim de que sejam encontradas soluções/sugestões para os problemas concernentes ao que foi observado. Além disso, também foram consideradas as afirmações de Nasser (2011), a respeito do sujeito monitor. A autora refere-se a este como sendo um colaborador do processo de ensino-aprendizagem do conteúdo da disciplina monitorada. Assim, a partir de tais afirmações, este trabalho se dispõe a analisar dois relatos de experiência, escritos por um único aluno, referentes a um período de monitoria em uma escola pública da cidade de Campina Grande, durante a disciplina de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Letras – Inglês, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Vale pontuar que este trabalho diz respeito a uma autoanálise, em que o pesquisador e o pesquisado são a mesma pessoa, lançando mão de um olhar retroativo, a fim de se perceber como professor crítico-reflexivo, de forma que essa análise traga contribuições para a construção identitária. Como resultados prévios, foi possível perceber que, além da presença dominante de um caráter descritivo das aulas observadas, houve um posicionamento crítico-reflexivo presente nos relatos analisados, apontando para uma postura de constante reflexão frente aos desafios inerentes ao processo de ensino-aprendizagem da LE observada.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.