Artigo E-book IV CONIDIH / 2ª Edição 2019

E-books

ISBN: 978-65-86901-05-4

Visualizações: 316
A PROTEÇÃO DE PESSOAS DESLOCADAS TRANSFRONTEIRIÇAS NO CONTEXTO DE DESASTRES E MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Palavra-chaves: PESSOAS DESLOCADAS TRANSFRONTEIRIÇAS, DESASTRES, MUDANÇAS CLIMÁTICAS, INICIATIVA NANSEN, AGENDA DE PROTEÇÃO E-book AT 05: Direitos Humanos, Migração e Tráfico de Pessoas Publicado em 12 de junho de 2020

Resumo

O PRESENTE ARTIGO OBJETIVA ABORDAR O DEBATE SOBRE A PROTEÇÃO DE DESLOCADOS TRANSFRONTEIRIÇOS NO CONTEXTO DE DESASTRES E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. A ÊNFASE ESTÁ NA ANÁLISE DA INICIATIVA NANSEN E NA PLATAFORMA SOBRE DESLOCAMENTO DE DESASTRES (PDD) COMO MEIOS DE PROTEÇÃO A ESSES GRUPOS DE PESSOAS. AS RESPOSTAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS A ESSE DESAFIO SÃO INSUFICIENTES E A PROTEÇÃO DAS PESSOAS AFETADAS PERMANECE INADEQUADA. NESSE SENTIDO, É FUNDAMENTAL REDUZIR O RISCO E OS IMPACTOS DO DESLOCAMENTO NO CONTEXTO DE DESASTRES E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. ADEMAIS, PREVENIR E ENFRENTAR AS CONSEQUÊNCIAS DO DESLOCAMENTO, EXIGE QUE OS ESTADOS E OS DEMAIS ATORES ENVOLVIDOS COOPEREM DE MANEIRA MAIS EFICAZ PARA MITIGAR PROBLEMAS DESSA NATUREZA. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DO TIPO BÁSICA E EXPLORATÓRIA, TENDO COMO FINALIDADE PROPORCIONAR MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O OBJETO DE ESTUDO EM QUESTÃO. NO QUE SE REFERE AOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS, É BIBLIOGRÁFICA E DE ABORDAGEM QUALITATIVA, EM QUE O PROCESSO E SEU SIGNIFICADO SÃO OS FOCOS PRINCIPAIS DA ANÁLISE. CONCLUI-SE QUE, POR SEREM INICIATIVAS LIDERADAS PELO ESTADO, HÁ DIFICULDADE DE GARANTIR QUE AS RECOMENDAÇÕES SEJAM IMPLEMENTADAS, POR DEPENDER DA VONTADE DO ESTADO EM ASSUMIR TAL RESPONSABILIDADE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.