Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O PROFESSOR E SUAS ATRIBUIÇÕES PEDAGÓGICAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: A SUA PRÁTICA DE ENSINO DENTRO DE UM CONTEXTO UTILITARISTA E TECNICISTA DE EDUCAÇÃO.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, JOVENS, ADULTOS, FORMAÇÃO, FORMAÇÃO Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

O PRESENTE TRABALHO VISA PROMOVER UMA REFLEXÃO SOBRE AS ATRIBUIÇÕES PEDAGÓGICAS NECESSÁRIAS DO PROFESSOR NO EXERCÍCIO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) DENTRO DE UMA MENTALIDADE CRESCENTE NA ATUALIDADE DE EDUCAÇÃO UTILITARISTA E TECNICISTA. NESTA PERSPECTIVA, JUSTIFICA-SE A INVESTIGAÇÃO PELAS NOVAS DEMANDAS, NOVAS RESPONSABILIDADES E DESAFIOS QUE SÃO ANEXADOS AO PERFIL DESSE PROFESSOR, POIS SÃO UNIVERSOS MUITO DISTINTOS, REFERENTES AO PÚBLICO ALVO, NOS PLANOS ETÁRIOS, CULTURAIS E DAS EXPECTATIVAS EM RELAÇÃO À ESCOLA. PARA TANTO, TEMOS COMO REFERENCIAIS TEÓRICOS AUTORES COMO FREIRE (1992), MACHADO (2016) E HADDAD (2015), E COMO METODOLOGIA DE TRABALHO TEMOS A PESQUISA BIBLIOGRÁFICA. DESSE MODO, PODEMOS OBSERVAR QUE A PRÁTICA PEDAGÓGICA DA EJA EXIGE CADA VEZ MAIS HABILIDADES E COMPETÊNCIAS DOS PROFESSORES, MAS SEM O DEVIDO SUPORTE DO PODER PÚBLICO, NA VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO DOS MESMOS, E ATÉ DA BAIXA ADESÃO DA SOCIEDADE, DE MANEIRA EM GERAL, EM NÃO FISCALIZAR OU COBRAR MELHORIAS DESSA MODALIDADE DE ENSINO. O QUE PERMITE CONCLUIR QUE SOBRE O PROFESSOR DA EJA HÁ UMA SOBRECARGA DE DEMANDAS EXIGIDAS ALÉM ATÉ DE SUAS ATRIBUIÇÕES FUNCIONAIS E FORMATIVAS COMO EDUCADOR. E COMO DESDOBRAMENTO, É PERCEBIDA UMA DISTORÇÃO NO EXERCÍCIO DA SUA PROFISSÃO E INCERTEZAS FORMATIVAS AOS EDUCANDOS DA EJA AO NÃO DEFINIR UMA INTENCIONALIDADE E PLANEJAMENTO NA AÇÃO PEDAGÓGICA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.