Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 182
A INCLUSÃO DE ALUNOS SURDOS: UM OLHAR A PARTIR DA REALIDADE DE UMA UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INFANTIL, INCLUÃO, SURDEZ Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A INCLUSÃO ESCOLAR, QUE DEFENDE A ESCOLA REGULAR COMO ESPAÇO EDUCACIONAL DE TODOS, NASCEU PARA SE CONTRAPOR AO PARADIGMA DA EXCLUSÃO ESCOLAR, EM QUE ALGUNS ALUNOS ERAM SEGREGADOS POR APRESENTAREM CARACTERÍSTICAS DIFERENTES DAS ESPERADAS PELA INSTITUIÇÃO. NESTA PERSPECTIVA, A ESCOLA DEVE ESTAR APTA PARA RECEBER TODOS OS ALUNOS, INDEPENDENTE DAS CARACTERÍSTICAS QUE POSSAM APRESENTAR. POR ISSO, COM BASE NAS EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS AO LONGO DA FORMAÇÃO NO CURSO DE PEDAGOGIA NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE (UERN) ELABORAMOS NOSSO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NO ANO DE 2015 VOLTADO PARA ESSA TEMÁTICA DA INCLUSÃO. NO PRESENTE ESTUDO APRESENTAMOS UM RECORTE DO NOSSO TCC, EM QUE INVESTIGAMOS SOBRE A INCLUSÃO DO ALUNO COM SURDEZ NA EDUCAÇÃO INFANTIL, ESPECIFICAMENTE, NUMA UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ-RN, APONTANDO A ATUAL REALIDADE DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA. A PESQUISA É DE CUNHO QUALITATIVO. FOI REALIZADA EXPLORAÇÃO DE CARÁTER DOCUMENTAL, BIBLIOGRÁFICO E DE CAMPO. APLICAMOS UM QUESTIONÁRIO COM PERGUNTAS ABERTAS PARA UMA PROFESSORA QUE TRABALHA COM UM ALUNO SURDO NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ. CONCLUIU-SE QUE A PARTIR DO CONHECIMENTO SOBRE A LEGISLAÇÃO E, ESPECIFICAMENTE, SOBRE O RECONHECIMENTO DA LIBRAS, A FAMÍLIA, BEM COMO OS PROFESSORES, PODEM COMEÇAR A EXIGIR MUDANÇAS NA ESCOLA, COM FINALIDADE DE ATENDER AS NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS DO ALUNO COM SURDEZ, OU SEJA, QUE A INCLUSÃO POSSA DE FATO OCORRER PARA ESSE ALUNADO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.