Artigo Anais X CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 240
RELAÇÕES DE RAÇA E GÊNERO EM “METAMORFOSE”, DE GENI GUIMARÃES E “UM SÓ GOLE”, DE MIRIAM ALVES

Palavra-chaves: LITERATURA AFROBRASILEIRA, RELAÇÕES DE GÊNERO, CONTO Comunicação Oral (CO) Estudos literários, sujeitos e discursos

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar os contos “Metamorfose”, de Geni Guimarães e “Um só gole”, de Miriam Alves, ambas escritoras afrobrasileiras. Serão observadas na análise aspectos estruturais relacionados à narrativa curta, mas, principalmente, como se estabelecem as relações de raça e gênero no plano temático destes contos, considerando que suas personagens principais são mulheres negras que sofrem discriminação por causa das marcas fenotípicas de sua afrodescendência. Além disso, pretende-se com este trabalho evidenciar a produção de escritoras afrodescendentes e seu lugar na literatura brasileira como representantes da voz da mulher negra que se contrapõe ao discurso hegemônico. As considerações teóricas referentes às questões da afrodescendência serão fundamentadas na obra de Munanga (2008), Duarte (2005) e Evaristo (2003) e para tratar das questões de gênero os contos serão analisados à luz das obras de Duarte (2009), Showalter (1994) e Scott (1988).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.