Artigo Anais X CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 214
SEXUALIDADES: DIFERENCIANDO TRAVESTIS E TRANSEXUAIS NAS OBRAS DE RAMSEY E COUTO

Palavra-chaves: SEXUALIDADES, TRAVESTIS, TRANSEXUAIS Comunicação Oral (CO) Teorias e estudos gays, lésbicos e queers em diversos contextos

Resumo

Através de uma revisão de literatura, o presente estudo tem como objetivo esclarecer as dúvidas existentes no âmbito da diferenciação da sexualidade das travestis e transexuais embasados nas obras: Transexuais: perguntas e respostas; de Ramsey (1998) e Transexualidade: O corpo em mutação; de Couto (1999). Assim, inserir a questão das travestis e transexuais em estudos científicos, é uma forma de perceber como estes cidadãos e cidadãs vêm sendo objeto e alvo de chacotas, humilhações e desprestígio no percurso da construção histórica brasileira. A definição travesti é ainda hoje erroneamente confundida com a definição da transexualidade e vice-versa. Ao passo que não se distingue as particularidades das travestis e transexuais tende-se a realizar generalizações errôneas no tocante individual e coletivo. Assim, enquanto travestis utilizam roupagem cruzada, fluindo entre seu sexo natal e o sexo oposto, a transexual faz uso da roupagem do sexo oposto para sentir-se como tal. O exemplo da roupagem constitui-se de apenas uma diferença entre tantas outras, desse modo à leitura das obras de Ramsey e Couto são fonte de pesquisas básicas para introdução e entendimento do tema.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.