Artigo Anais X CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 200
GÊNERO, BINARISMOS E REPRESENTAÇÕES DA HOMOSSEXUALIDADE NO JORNAL LAMPIÃO DA ESQUINA (1978 - 1981)

Palavra-chaves: BUSCA PELA MASCULINIDADE, REPRESENTAÇÕES DAS MASCULINIDADES, STATUS QUO Comunicação Oral (CO) Teorias e estudos gays, lésbicos e queers em diversos contextos

Resumo

Nesse trabalho meu objetivo foi analisar a busca pela masculinidade, a reprodução dos binarismos de gênero até mesmo no meio homossexual. Essa análise foi feita a partir da da seção “Ensaio”, de janeiro de 1979 do Jornal Lampião da Esquina, em que o jornal relata sobre a nova cultura que está ganhando força em meio aos homossexuais; de culto à masculinidade. Isso nos faz refletir sobre os motivos que levam esse dircurso da masculinidade compulsória a tornar-se dominante também no interior da comunidade gay. Percebemos que o discurso sexista, pautado no binarismo de gênero masculino/ feminino está introjetado até mesmo nas relações homossexuais, de tal forma que se percebe uma inferiorização do "homossexual feminino" e a busca compulsória pela masculinidade.A busca pela masculinidade, pode ser vista como uma tentativa de adquirir novamente o repeito e a inserção social por meio da manutençao do status quo. Querer aproximar-se do padrão heterossexual masculino, é buscar inserir-se nessa sociedade inferiorizante binária heteronormativa. Inserir-se nela, reproduzindo seus mecanismos de hierarquização por meio da busca pelo status quo, é também alimentar essa cadeia que gera desiguais.Em suma, o Lampião assume um importante papel ao afirmar que a melhor alternativa é rejeitar os velhos padrões, afinal, é rompendo com o teor unívoco da heteronormatividade que será possível evitar que discursos normativos tornem-se dominante em meio à sociedade em geral, inclusive em relação às identidades homossexuais, e gerem novas hierarquizações, renovando aqueles mesmos poderes.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.