Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 236
A CONSULTA PRÉ-NATAL E OS PRINCIPAIS DESCONFORTOS RELATADOS PELAS GESTANTES ATENDIDAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Palavra-chaves: DESCONFORTOS, GESTANTES, MODIFICAÇÕES GESTACIONAIS Pôster (PO) Enfermagem

Resumo

INTRODUÇÃO: Na gravidez ocorrem alterações fisiológicas que envolvem todos os sistemas que se manifestam desde a primeira semana e continuam durante toda a gestação, provocando desconfortos, considerados normais e necessários, modificando-se de acordo com os trimestres gestacionais e podendo persistir até a hora do parto.A consulta de enfermagem no pré-natal, engloba como atividades anamnese, exame físico, solicitação e ou interpretação de exames laboratoriais e orientação. Destaca-se que, quanto à orientação, o profissional aborda temáticas como aleitamento materno, alimentação. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo identificar os principais desconfortos relatados pelas mulheres no período gestacional, bem como, as orientações recebidas. METODOLOGIA: A pesquisa é do tipo descritiva com abordagem quantitativa, realizada na Unidade de Saúde da Família Morro Dourado, no município de Brejo Santo-CE. A amostra foi constituída por 40 mulheres que estavam realizando pré-natal e aceitaram participar da pesquisa assinando o TCLE. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi um questionário com perguntas objetivas, realizado no mês de março de 2013. Foi utilizado para analise dos resultados o método da estatística simples e logo em seguida, os dados foram confrontados com a literatura pertinente. RESULTADOS E DISCUSSÕES: Os dados demonstraram que 35% da amostra, estavam na faixa etária de 21 a 26 anos; 47,5% tinham o ensino fundamental incompleto; 75% das gestantes tinham a renda familiar de 1 ou menos de 1 salário mínimo. Das entrevistadas, 27,5% estavam entre 9 e 16 semanas de gestação. 33% tinham realizado de 2 a 3 consultas de pré-natal; e 35% tinham pelo menos uma gestação anterior. Quando questionadas sobre os desconfortos 29% afirmaram apresentar náuseas e vômitos, 13,01% apresentaram edema de membros inferiores e 10% aparecimento de câimbras. Com relação a orientação durante o pré-natal a respeito dos desconfortos: 90% das participantes receberam orientações para o alivio dos desconfortos, 70% receberam orientação quanto ao aparecimento destes desconfortos e 30% não foram orientadas sobre os desconfortos que poderiam aparecer durante a gestação. CONCLUSÃO: Assim, é perceptível a importância do conhecimento e das informações, por parte dos profissionais de saúde, em relação aos desconfortos relatados pelas mulheres e que estes tenham conhecimentos das medidas cabíveis para cada situação, bem como realizar uma prévia orientação acerca da realização de atividade física, de acordo com os princípios fisiológicos e metodológicos específicos para gestantes, pode proporcionar benefícios por meio do ajuste corporal à nova situação. Orientações sobre exercícios físicos básicos devem ser fornecidas na assistência pré-natal e puerperal. Uma boa preparação corporal e emocional capacita a mulher a vivenciar a gravidez com prazer, permitindo-lhe desfrutar plenamente seu parto; do que pode acontecer no decorrer da gestação, para que possam desde o início adaptar-se as alterações que virão no decorrer da gestação

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.