Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM FRENTE A UM PARTO VAGINAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA MATERNIDADE DR. DEODATO CARTAXO

Palavra-chaves: CUIDADOS DE ENFERMAGEM, HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA, PARTO NORMAL Relato de Experiência(RE) Enfermagem
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5463
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 623
    "inscrito_id" => 2354
    "titulo" => "INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM FRENTE A UM PARTO VAGINAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA MATERNIDADE DR. DEODATO CARTAXO"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A partir do século XX, mediante a necessidade de mudanças no paradigma da assistência oferecida à mulher durante o trabalho de parto, originou-se a idéia do parto humanizado, prática cujo objetivo é fazer com que o ato de parir siga a sua ordem natural, obedecendo ao ritmo e às necessidades específicas do corpo de cada mulher. OBJETIVO: relatar as intervenções de enfermagem junto a uma primípara atendida na Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, na cidade de Cajazeiras - PB. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência vivenciada junto a uma primípara em trabalho de parto admitida na referida maternidade no mês de setembro de 2013. RESULTADOS: A parturiente deste estudo permaneceu com sua mãe em todo o processo de trabalho de parto, possui 15 anos, é primigesta, casada, realizou 07 consultas de pré-natal, foi admitida às 09h, referindo dores no baixo ventre. Ao exame observou-se: apresentação cefálica, situação longitudinal, bolsa íntegra, colo pérvio para 5cm, com Dinâmica Uterina (DU) de 3 contrações de 46 segundos a cada 10 minutos= DU: 3 46”10’, Batimentos Cardiofetais (BCF) de 144 bpm. Plano DeLee (-3). Após esta avaliação foi realizada a sua admissão e acolhimento, ocasião em que foi explicando sobre o processo de trabalho de parto e abertura do partograma. Às 11h15m a parturiente foi reavaliada apresentando: colo pérvio para 07 cm de dilatação, DU: 4 47”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142bpm, Plano DeLee (0) referindo muitas dores no Baixo Ventre. Como conduta, a mesma foi encaminhada para o banho com água morna, seguido de deambulação e realização de exercícios para a promoção do relaxamento e descida do feto. Às 13h30m horas, na terceira avaliação obteve-se: colo pérvio para 9 cm, fino e 100% apagado, DU: 6 49”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142 bpm; DeLee (+2). Em virtude da aproximação do parto, foi solicitado que a primípara indicasse a posição mais confortável para parir, a posição escolhida por ela foi a de cócoras. Às 15h, detectou-se dilatação completa, plano de DeLee (+4), DU: 8 49”10’. BCF: 140 bpm, momento em que foi realizado amniotomia, com presença de líquido amniótico de coloração clara e limpo, iniciando o período expulsivo, foi realizada a assepsia da região vaginal e a parturiente foi posicionada de cócoras, as luzes do ambiente foram apagadas e um som foi ligado com um fundo musical de relaxamento. Às 15h10m de forma natural e sem intervenções desnecessárias, inclusive sem episiotomia, e sem laceração, a puérpera estava com seu filho nos braços, agradecendo o trabalho de toda equipe e relatando a sua felicidade ao final do parto. CONCLUSÃO: A diferença entre parto natural humanizado e o parto normal é justamente a maneira como o processo é conduzido. No parto humanizado o atendimento é centrado na mulher, a qual é tratada com respeito e carinho, desfrutando da companhia da família e de cuidados especiais cujo objetivo é aliviar suas dores, sendo as intervenções de enfermagem muito importante neste processo."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "CUIDADOS DE ENFERMAGEM, HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA, PARTO NORMAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_24_03_2014_02_14_29_idinscrito_2354_e2576e17b5eab69e96bdc4ba7d59e4cb.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MOACIR ANDRADE RIBEIRO FILHO"
    "autor_nome_curto" => "MOACIR"
    "autor_email" => "moacirarf@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5463
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 623
    "inscrito_id" => 2354
    "titulo" => "INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM FRENTE A UM PARTO VAGINAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA MATERNIDADE DR. DEODATO CARTAXO"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A partir do século XX, mediante a necessidade de mudanças no paradigma da assistência oferecida à mulher durante o trabalho de parto, originou-se a idéia do parto humanizado, prática cujo objetivo é fazer com que o ato de parir siga a sua ordem natural, obedecendo ao ritmo e às necessidades específicas do corpo de cada mulher. OBJETIVO: relatar as intervenções de enfermagem junto a uma primípara atendida na Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, na cidade de Cajazeiras - PB. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência vivenciada junto a uma primípara em trabalho de parto admitida na referida maternidade no mês de setembro de 2013. RESULTADOS: A parturiente deste estudo permaneceu com sua mãe em todo o processo de trabalho de parto, possui 15 anos, é primigesta, casada, realizou 07 consultas de pré-natal, foi admitida às 09h, referindo dores no baixo ventre. Ao exame observou-se: apresentação cefálica, situação longitudinal, bolsa íntegra, colo pérvio para 5cm, com Dinâmica Uterina (DU) de 3 contrações de 46 segundos a cada 10 minutos= DU: 3 46”10’, Batimentos Cardiofetais (BCF) de 144 bpm. Plano DeLee (-3). Após esta avaliação foi realizada a sua admissão e acolhimento, ocasião em que foi explicando sobre o processo de trabalho de parto e abertura do partograma. Às 11h15m a parturiente foi reavaliada apresentando: colo pérvio para 07 cm de dilatação, DU: 4 47”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142bpm, Plano DeLee (0) referindo muitas dores no Baixo Ventre. Como conduta, a mesma foi encaminhada para o banho com água morna, seguido de deambulação e realização de exercícios para a promoção do relaxamento e descida do feto. Às 13h30m horas, na terceira avaliação obteve-se: colo pérvio para 9 cm, fino e 100% apagado, DU: 6 49”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142 bpm; DeLee (+2). Em virtude da aproximação do parto, foi solicitado que a primípara indicasse a posição mais confortável para parir, a posição escolhida por ela foi a de cócoras. Às 15h, detectou-se dilatação completa, plano de DeLee (+4), DU: 8 49”10’. BCF: 140 bpm, momento em que foi realizado amniotomia, com presença de líquido amniótico de coloração clara e limpo, iniciando o período expulsivo, foi realizada a assepsia da região vaginal e a parturiente foi posicionada de cócoras, as luzes do ambiente foram apagadas e um som foi ligado com um fundo musical de relaxamento. Às 15h10m de forma natural e sem intervenções desnecessárias, inclusive sem episiotomia, e sem laceração, a puérpera estava com seu filho nos braços, agradecendo o trabalho de toda equipe e relatando a sua felicidade ao final do parto. CONCLUSÃO: A diferença entre parto natural humanizado e o parto normal é justamente a maneira como o processo é conduzido. No parto humanizado o atendimento é centrado na mulher, a qual é tratada com respeito e carinho, desfrutando da companhia da família e de cuidados especiais cujo objetivo é aliviar suas dores, sendo as intervenções de enfermagem muito importante neste processo."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "CUIDADOS DE ENFERMAGEM, HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA, PARTO NORMAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_24_03_2014_02_14_29_idinscrito_2354_e2576e17b5eab69e96bdc4ba7d59e4cb.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MOACIR ANDRADE RIBEIRO FILHO"
    "autor_nome_curto" => "MOACIR"
    "autor_email" => "moacirarf@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: A partir do século XX, mediante a necessidade de mudanças no paradigma da assistência oferecida à mulher durante o trabalho de parto, originou-se a idéia do parto humanizado, prática cujo objetivo é fazer com que o ato de parir siga a sua ordem natural, obedecendo ao ritmo e às necessidades específicas do corpo de cada mulher. OBJETIVO: relatar as intervenções de enfermagem junto a uma primípara atendida na Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, na cidade de Cajazeiras - PB. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência vivenciada junto a uma primípara em trabalho de parto admitida na referida maternidade no mês de setembro de 2013. RESULTADOS: A parturiente deste estudo permaneceu com sua mãe em todo o processo de trabalho de parto, possui 15 anos, é primigesta, casada, realizou 07 consultas de pré-natal, foi admitida às 09h, referindo dores no baixo ventre. Ao exame observou-se: apresentação cefálica, situação longitudinal, bolsa íntegra, colo pérvio para 5cm, com Dinâmica Uterina (DU) de 3 contrações de 46 segundos a cada 10 minutos= DU: 3 46”10’, Batimentos Cardiofetais (BCF) de 144 bpm. Plano DeLee (-3). Após esta avaliação foi realizada a sua admissão e acolhimento, ocasião em que foi explicando sobre o processo de trabalho de parto e abertura do partograma. Às 11h15m a parturiente foi reavaliada apresentando: colo pérvio para 07 cm de dilatação, DU: 4 47”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142bpm, Plano DeLee (0) referindo muitas dores no Baixo Ventre. Como conduta, a mesma foi encaminhada para o banho com água morna, seguido de deambulação e realização de exercícios para a promoção do relaxamento e descida do feto. Às 13h30m horas, na terceira avaliação obteve-se: colo pérvio para 9 cm, fino e 100% apagado, DU: 6 49”10’. Bolsa Íntegra. BCF: 142 bpm; DeLee (+2). Em virtude da aproximação do parto, foi solicitado que a primípara indicasse a posição mais confortável para parir, a posição escolhida por ela foi a de cócoras. Às 15h, detectou-se dilatação completa, plano de DeLee (+4), DU: 8 49”10’. BCF: 140 bpm, momento em que foi realizado amniotomia, com presença de líquido amniótico de coloração clara e limpo, iniciando o período expulsivo, foi realizada a assepsia da região vaginal e a parturiente foi posicionada de cócoras, as luzes do ambiente foram apagadas e um som foi ligado com um fundo musical de relaxamento. Às 15h10m de forma natural e sem intervenções desnecessárias, inclusive sem episiotomia, e sem laceração, a puérpera estava com seu filho nos braços, agradecendo o trabalho de toda equipe e relatando a sua felicidade ao final do parto. CONCLUSÃO: A diferença entre parto natural humanizado e o parto normal é justamente a maneira como o processo é conduzido. No parto humanizado o atendimento é centrado na mulher, a qual é tratada com respeito e carinho, desfrutando da companhia da família e de cuidados especiais cujo objetivo é aliviar suas dores, sendo as intervenções de enfermagem muito importante neste processo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.