Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

SAÚDE DO HOMEM E NOVEMBRO AZUL: RELATO DE EXPERIENCIA DE ACADEMICOS DE MEDICINA

Palavra-chaves: ACESSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, POPULAÇÃO MASCULINA Relato de Experiência(RE) Medicina
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5577
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 544
    "inscrito_id" => 16
    "titulo" => "SAÚDE DO HOMEM E NOVEMBRO AZUL: RELATO DE EXPERIENCIA DE ACADEMICOS DE MEDICINA"
    "resumo" => "Introdução: Um grupo de acadêmicos de Medicina, da Faculdade Santa Maria - FSM, inseridos na Unidade Básica de Saúde – UBS, Josué de Souza Rolim, localizada no Distrito de Divinópolis no Alto Sertão Paraibano, depararam-se com a pouca frequência por parte da população masculina em buscar serviços na atenção básica e também a resistência dos homens às ações ofertadas de saúde. Nesse sentido, diante das movimentações a âmbito nacional, Novembro Azul, dirigida aos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o grupo de estudantes foi motivado a contribuir para disseminar de forma clara e simples, os fatores que cooperam para o seu surgimento, sanar dúvidas e estimular a prevenção. Objetivo: Orientar a sociedade masculina desse território sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, buscando sua Unidade de Saúde para realizar os exames preventivos e averiguar seu quadro clínico atual. Metodologia: A intervenção foi realizada em novembro de 2013, durante os festejos religiosos do Distrito, onde foi possível contar com um grande número de participantes. Foi organizado o “Espaço Saúde” na praça pública da comunidade e atuamos em dois momentos. A primeira etapa foi realizada a distribuição de panfletos contendo informações que atentam para os cuidados com as principais doenças existente na localidade (hipertensão e diabetes) e ainda estimularem os homens a idealizar a prevenção do câncer de próstata, principalmente tentando minimizar as barreiras ideológicas sobre possíveis preconceitos. Na segunda fase, contou com a consumação de exames complementares, aferição da pressão arterial e de glicemia capilar, todos os dados obtidos foram registrados em um cartão, confeccionados pela própria equipe, e entregue para a pessoa, sendo reforçado buscar a Unidade, caso apresenta-se alterações algum dos exames. Resultados e Discussões: Buscou-se com esse trabalho integrar o universo masculino, permitindo adotar práticas que serve de alerta e clarificar sobre as principais enfermidades que possam acometê-los, percebeu-se ainda grande aceitação por parte dos envolvidos em aderir a esse projeto. Entretanto, nas atividades educativas promovidas que antecedeu os exames, notou-se a resistência, especialmente, em realizar o toque retal na prevenção do câncer de próstata, pois existe falta de conhecimento, barreira cultural presente por se tratar de um assunto que afeta sua “dignidade machista” e o medo de uma possível descoberta. Conclusão: Deste modo, tentou-se desmitificar esse tema esclarecendo a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e dos outros tipos de exames existentes, Além disso, foi possível identificar as diferenças na comunidade, respeitando os atores sociais e mobilizando das forças internas para incentivar os homens a buscarem iniciativas que promovam sua saúde."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Medicina"
    "palavra_chave" => "ACESSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, POPULAÇÃO MASCULINA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_20_03_2014_00_56_52_idinscrito_16_cc9b269f8e80bd819cd14b317362a1a3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SYLVIO ELVIS DA SILVA BARBOSA"
    "autor_nome_curto" => "SYLVIO"
    "autor_email" => "sylviobarbosa@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5577
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 544
    "inscrito_id" => 16
    "titulo" => "SAÚDE DO HOMEM E NOVEMBRO AZUL: RELATO DE EXPERIENCIA DE ACADEMICOS DE MEDICINA"
    "resumo" => "Introdução: Um grupo de acadêmicos de Medicina, da Faculdade Santa Maria - FSM, inseridos na Unidade Básica de Saúde – UBS, Josué de Souza Rolim, localizada no Distrito de Divinópolis no Alto Sertão Paraibano, depararam-se com a pouca frequência por parte da população masculina em buscar serviços na atenção básica e também a resistência dos homens às ações ofertadas de saúde. Nesse sentido, diante das movimentações a âmbito nacional, Novembro Azul, dirigida aos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o grupo de estudantes foi motivado a contribuir para disseminar de forma clara e simples, os fatores que cooperam para o seu surgimento, sanar dúvidas e estimular a prevenção. Objetivo: Orientar a sociedade masculina desse território sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, buscando sua Unidade de Saúde para realizar os exames preventivos e averiguar seu quadro clínico atual. Metodologia: A intervenção foi realizada em novembro de 2013, durante os festejos religiosos do Distrito, onde foi possível contar com um grande número de participantes. Foi organizado o “Espaço Saúde” na praça pública da comunidade e atuamos em dois momentos. A primeira etapa foi realizada a distribuição de panfletos contendo informações que atentam para os cuidados com as principais doenças existente na localidade (hipertensão e diabetes) e ainda estimularem os homens a idealizar a prevenção do câncer de próstata, principalmente tentando minimizar as barreiras ideológicas sobre possíveis preconceitos. Na segunda fase, contou com a consumação de exames complementares, aferição da pressão arterial e de glicemia capilar, todos os dados obtidos foram registrados em um cartão, confeccionados pela própria equipe, e entregue para a pessoa, sendo reforçado buscar a Unidade, caso apresenta-se alterações algum dos exames. Resultados e Discussões: Buscou-se com esse trabalho integrar o universo masculino, permitindo adotar práticas que serve de alerta e clarificar sobre as principais enfermidades que possam acometê-los, percebeu-se ainda grande aceitação por parte dos envolvidos em aderir a esse projeto. Entretanto, nas atividades educativas promovidas que antecedeu os exames, notou-se a resistência, especialmente, em realizar o toque retal na prevenção do câncer de próstata, pois existe falta de conhecimento, barreira cultural presente por se tratar de um assunto que afeta sua “dignidade machista” e o medo de uma possível descoberta. Conclusão: Deste modo, tentou-se desmitificar esse tema esclarecendo a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e dos outros tipos de exames existentes, Além disso, foi possível identificar as diferenças na comunidade, respeitando os atores sociais e mobilizando das forças internas para incentivar os homens a buscarem iniciativas que promovam sua saúde."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Medicina"
    "palavra_chave" => "ACESSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, POPULAÇÃO MASCULINA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_20_03_2014_00_56_52_idinscrito_16_cc9b269f8e80bd819cd14b317362a1a3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SYLVIO ELVIS DA SILVA BARBOSA"
    "autor_nome_curto" => "SYLVIO"
    "autor_email" => "sylviobarbosa@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Introdução: Um grupo de acadêmicos de Medicina, da Faculdade Santa Maria - FSM, inseridos na Unidade Básica de Saúde – UBS, Josué de Souza Rolim, localizada no Distrito de Divinópolis no Alto Sertão Paraibano, depararam-se com a pouca frequência por parte da população masculina em buscar serviços na atenção básica e também a resistência dos homens às ações ofertadas de saúde. Nesse sentido, diante das movimentações a âmbito nacional, Novembro Azul, dirigida aos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o grupo de estudantes foi motivado a contribuir para disseminar de forma clara e simples, os fatores que cooperam para o seu surgimento, sanar dúvidas e estimular a prevenção. Objetivo: Orientar a sociedade masculina desse território sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, buscando sua Unidade de Saúde para realizar os exames preventivos e averiguar seu quadro clínico atual. Metodologia: A intervenção foi realizada em novembro de 2013, durante os festejos religiosos do Distrito, onde foi possível contar com um grande número de participantes. Foi organizado o “Espaço Saúde” na praça pública da comunidade e atuamos em dois momentos. A primeira etapa foi realizada a distribuição de panfletos contendo informações que atentam para os cuidados com as principais doenças existente na localidade (hipertensão e diabetes) e ainda estimularem os homens a idealizar a prevenção do câncer de próstata, principalmente tentando minimizar as barreiras ideológicas sobre possíveis preconceitos. Na segunda fase, contou com a consumação de exames complementares, aferição da pressão arterial e de glicemia capilar, todos os dados obtidos foram registrados em um cartão, confeccionados pela própria equipe, e entregue para a pessoa, sendo reforçado buscar a Unidade, caso apresenta-se alterações algum dos exames. Resultados e Discussões: Buscou-se com esse trabalho integrar o universo masculino, permitindo adotar práticas que serve de alerta e clarificar sobre as principais enfermidades que possam acometê-los, percebeu-se ainda grande aceitação por parte dos envolvidos em aderir a esse projeto. Entretanto, nas atividades educativas promovidas que antecedeu os exames, notou-se a resistência, especialmente, em realizar o toque retal na prevenção do câncer de próstata, pois existe falta de conhecimento, barreira cultural presente por se tratar de um assunto que afeta sua “dignidade machista” e o medo de uma possível descoberta. Conclusão: Deste modo, tentou-se desmitificar esse tema esclarecendo a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e dos outros tipos de exames existentes, Além disso, foi possível identificar as diferenças na comunidade, respeitando os atores sociais e mobilizando das forças internas para incentivar os homens a buscarem iniciativas que promovam sua saúde.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.