Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 186
PROJETO RIO MAMANGUAPE CAPACITA SUJEITOS SOCIAIS RESPONSÁVEIS PELO MANUSEIO DA ÁGUA EM SUA ÁREA DE ABRANGÊNCIA

Palavra-chaves: ÁGUA, ACS-AVA-AVE, SAÚDE PÚBLICA Tema Livre (TL) Saúde Pública Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

O Projeto Rio Mamanguape atuante em nascentes da Bacia Hidrográfica do Rio Mamanguape encontradas nos municípios de Alagoa Nova, Areial, Esperança, Lagoa Seca, Matinhas, Montadas e São Sebastião de Lagoa de Roça, no estado da Paraíba teve como objetivo capacitar os Agentes Comunitários da Saúde (ACS), os Agentes da Vigilância Ambiental (AVA), os Agentes da Vigilância Epidemiológica (AVE) e os Coordenadores da distribuição da água nos municípios supracitados por compreender a área de abrangência do referido Projeto, buscado atender ao processo executivo do objetivo geral do Projeto o qual é conservar e preservar as nascentes do Rio Mamanguape, estimulando o desenvolvimento sustentável de sua área de abrangência tendo como eixo o uso e manejo racional de recursos hídricos e a qualidade de vida da população ribeirinha. Metodologicamente a capacitação compreendeu dois momentos. O primeiro foi à exposição dialogal da parte teórica e o segundo a prática foi dada através de exposição fotográfica de reservatórios de água. Os capacitados foram 57 Agentes Comunitários da Saúde, 15 Agentes da Vigilância Ambienta, 14 Agentes da Vigilância Epidemiológica e os 7 Coordenadores da distribuição da água dos municípios da área de abrangência do Projeto. A capacitação foi de 20 horas. Os resultados foram colhidos através da aplicação de um breve questionário, com todos os participantes, com as questões: que bom? Que pena? E Que tal? Para a interpretação das respostas dadas pelos participantes utilizou-se a análise de curso de Bardin. Com a capacitação concluiu-se que os participantes consideraram proveitosa por ampliar seus conhecimentos e oportunizar a troca de experiências entre os diversos profissionais, ao mesmo tempo em que puderam também trabalhar o processo de conscientização no que tange ao cuidado com as questões ambientais referentes ao manejo da água, e, assim, proporcionar qualidade de vida a população ribeirinha no tocante ao consumo humano e animal.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.