Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS DOCENTES DE MATEMÁTICA: INFLUÊNCIAS SOFRIDAS ATRAVÉS DE DIFERENTES AGENTES SOCIAIS NA ESCOLHA DA FORMAÇÃO

Palavra-chaves: 1.REPRESENTAÇÕES SOCIAIS., 2. MATEMÁTICA., 3. APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES. Comunicação Oral (CO) GT 13. Educação Matemática
"2018-10-17 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 46504
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 1311
    "inscrito_id" => 7378
    "titulo" => "AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS DOCENTES DE MATEMÁTICA: INFLUÊNCIAS SOFRIDAS ATRAVÉS DE DIFERENTES AGENTES SOCIAIS NA ESCOLHA DA FORMAÇÃO"
    "resumo" => "Esse artigo é ancorado em estudos recentes e apresenta os resultados obtidos na pesquisa de Pós graduação strictu sensu, que tem como objetivo geral as representações sociais que norteiam o docente do ensino de matemática, na sua prática em sala de aula quando promovem a aprendizagem dos estudantes. Teve como embasamento teórico a Teoria da Representação Social de Serge Moscovici (2012) e Denise Jodelet (1984), conjugadas a outras teorias. Ademais, apresenta um recorte do processo de construção da identidade do docente de matemática, através de influências e orientações recebidas na escolha da formação. O desenho da pesquisa visou aprofundar a análise e descrever qualitativamente os dados obtidos. Foi realizada na cidade do Cabo de Santo Agostinho - PE – Brasil, com 27 (vinte e sete) professores do Ensino Fundamental (anos finais) durante o ano de 2017. A investigação deu-se em duas etapas, inicialmente, com a aplicação de 1 (um) questionário com 25 (vinte e cinco) perguntas abertas, aos professores do grupo de formação do município. Na segunda etapa, foram feitas entrevistas em profundidade com 2 (dois) professores de matemática das escolas do município que obtiveram o maior e menor Índice de desenvolvimento na educação básica (Ideb) em 2015. As informações coletadas foram submetidas à análise de conteúdos de acordo com (Bardin, 1977). Tornou-se perceptível que no imaginário desses professores, saber matemática significa sabedoria, inteligência e genialidade, em detrimento do não saber matemática. Nesse artigo discutiremos questões embasadoras das escolhas feitas por esses docentes considerando algumas causas e consequências das percepções adquiridas através de vários contextos da formação social e acadêmica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13. Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "1.REPRESENTAÇÕES SOCIAIS., 2. MATEMÁTICA., 3. APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA13_ID7378_04092018141335.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:30"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:54"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EDILEUZA FRANCISCA DA SILVA MESQUITA"
    "autor_nome_curto" => "EDILEUZA"
    "autor_email" => "edianamesquita@icloud.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 46504
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 1311
    "inscrito_id" => 7378
    "titulo" => "AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS DOCENTES DE MATEMÁTICA: INFLUÊNCIAS SOFRIDAS ATRAVÉS DE DIFERENTES AGENTES SOCIAIS NA ESCOLHA DA FORMAÇÃO"
    "resumo" => "Esse artigo é ancorado em estudos recentes e apresenta os resultados obtidos na pesquisa de Pós graduação strictu sensu, que tem como objetivo geral as representações sociais que norteiam o docente do ensino de matemática, na sua prática em sala de aula quando promovem a aprendizagem dos estudantes. Teve como embasamento teórico a Teoria da Representação Social de Serge Moscovici (2012) e Denise Jodelet (1984), conjugadas a outras teorias. Ademais, apresenta um recorte do processo de construção da identidade do docente de matemática, através de influências e orientações recebidas na escolha da formação. O desenho da pesquisa visou aprofundar a análise e descrever qualitativamente os dados obtidos. Foi realizada na cidade do Cabo de Santo Agostinho - PE – Brasil, com 27 (vinte e sete) professores do Ensino Fundamental (anos finais) durante o ano de 2017. A investigação deu-se em duas etapas, inicialmente, com a aplicação de 1 (um) questionário com 25 (vinte e cinco) perguntas abertas, aos professores do grupo de formação do município. Na segunda etapa, foram feitas entrevistas em profundidade com 2 (dois) professores de matemática das escolas do município que obtiveram o maior e menor Índice de desenvolvimento na educação básica (Ideb) em 2015. As informações coletadas foram submetidas à análise de conteúdos de acordo com (Bardin, 1977). Tornou-se perceptível que no imaginário desses professores, saber matemática significa sabedoria, inteligência e genialidade, em detrimento do não saber matemática. Nesse artigo discutiremos questões embasadoras das escolhas feitas por esses docentes considerando algumas causas e consequências das percepções adquiridas através de vários contextos da formação social e acadêmica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13. Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "1.REPRESENTAÇÕES SOCIAIS., 2. MATEMÁTICA., 3. APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA13_ID7378_04092018141335.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:30"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:54"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EDILEUZA FRANCISCA DA SILVA MESQUITA"
    "autor_nome_curto" => "EDILEUZA"
    "autor_email" => "edianamesquita@icloud.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 17 de outubro de 2018

Resumo

Esse artigo é ancorado em estudos recentes e apresenta os resultados obtidos na pesquisa de Pós graduação strictu sensu, que tem como objetivo geral as representações sociais que norteiam o docente do ensino de matemática, na sua prática em sala de aula quando promovem a aprendizagem dos estudantes. Teve como embasamento teórico a Teoria da Representação Social de Serge Moscovici (2012) e Denise Jodelet (1984), conjugadas a outras teorias. Ademais, apresenta um recorte do processo de construção da identidade do docente de matemática, através de influências e orientações recebidas na escolha da formação. O desenho da pesquisa visou aprofundar a análise e descrever qualitativamente os dados obtidos. Foi realizada na cidade do Cabo de Santo Agostinho - PE – Brasil, com 27 (vinte e sete) professores do Ensino Fundamental (anos finais) durante o ano de 2017. A investigação deu-se em duas etapas, inicialmente, com a aplicação de 1 (um) questionário com 25 (vinte e cinco) perguntas abertas, aos professores do grupo de formação do município. Na segunda etapa, foram feitas entrevistas em profundidade com 2 (dois) professores de matemática das escolas do município que obtiveram o maior e menor Índice de desenvolvimento na educação básica (Ideb) em 2015. As informações coletadas foram submetidas à análise de conteúdos de acordo com (Bardin, 1977). Tornou-se perceptível que no imaginário desses professores, saber matemática significa sabedoria, inteligência e genialidade, em detrimento do não saber matemática. Nesse artigo discutiremos questões embasadoras das escolhas feitas por esses docentes considerando algumas causas e consequências das percepções adquiridas através de vários contextos da formação social e acadêmica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.