Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 249
(VI) VENDO NO PRESÍDIO SOB A LUZ DA LEITURA E DA ESCRITA: REALIDADES E PERSPECTIVAS

Palavra-chaves: LEITURA, ESCRITA, EJA, DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO Comunicação Oral (CO) GT 11. Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade

Resumo

Resumo: Este trabalho apresenta uma pesquisa sobre a escrita dos alunos da Educação de Jovens e Adultos do presídio feminino e masculino no estado do Maranhão através da realização do 3º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União em todas as capitais brasileiras com o Título: Mais direitos! Menos grades! Sendo assim, o presente trabalho teve por finalidade relatar de forma crítica e reflexiva a pesquisa, metodologia e o resultado obtido que culminou em dezesseis premiações sendo que obteve-se colocados em 1º e 2º lugares com duas alunas do presídio feminino e, outro aluno do presídio masculino que obteve o 3º lugar. Todos esses alunos estão matriculados nas escolas do próprio sistema prisional, e também houveram duas alunas menores infratoras vencendo. Os demais alunos foram procedentes de escolas públicas regulares. Tal trabalho objetivou-se a mostrar as funções da Defensoria Pública da União para os alunos e incentivarem estes a escreverem uma redação sobre seus direitos. Nessa perspectiva, o trabalho procedeu com uma palestra informativa sobre as diversas funções da defensoria, bem como o tema do concurso e esclarecimentos destas aos alunos, e posteriormente com uma oficina sobre o tipo de redação (dissertação) que os alunos deveriam escrever e depois dessa etapa passou-se a fazer as análises das redações dos alunos e alunas, escolhendo as melhores e encaminhando-as para a banca examinadora em Brasília. Diante dos resultados obtidos neste trabalho, percebeu-se que os alunos que possuíam mais intimidade e prática com a escrita do dia a dia obtiveram melhor êxito nas suas redações.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.