Artigo Anais ABRALIC Internacional

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

DE SOL E FRUTOS – MEMÓRIA E RUPTURA NA POESIA DE LUIZ BACELLAR

Publicado em 12 de julho de 2013

Resumo

Muitas são as estratégias poéticas para dar forma ao discurso lírico. No caso do poeta Luis Bacellar, fica evidente que a fatura de seus poemas e a escolha de um temário ora decadente, ora nostálgico permitem o trânsito entre diferentes momentos da cidade de Manaus e de uma Amazônia cuja história recente comporta processos transformadores que detonam perdas e geram rupturas. É nesse espírito que se comenta o conjunto da obra de Bacellar e se procede à leitura de alguns poemas do livro Sol de Feira.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.