Artigo Anais XIII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 205
APLICAÇÃO DO MODELO CALGARY PARA AVALIAÇÃO DE GESTANTES EM GRUPOS DE MULHERES NO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL

Palavra-chaves: CICLO GRAVÍDICO- PUERPERAL, MODELO CALGARY, AVALIAÇÃO FAMILIAR, EMPODERAMENTO Pôster (PO) GT 05 – Famílias e parentalidades

Resumo

Objetivou-se neste trabalho avaliar gestantes inseridas em um grupo voltado a mulheres no ciclo gravídico-puerperal por meio do Modelo Calgary de Avaliação de Família (MCAF). Este estudo trata-se de um recorte do Trabalho de Conclusão do Curso de Enfermagem da autora. A metodologia foi do tipo descritivo-exploratório no qual participaram gestantes inseridas nos encontros do grupo ISHTAR, localizada na região metropolitana na cidade do Recife-PE. Para a aplicação do Modelo, foi realizada a técnica de entrevista semiestruturada e uso de genograma e ecomapa. Resultados: apenas duas gestantes aceitaram participar da avaliação de suas famílias, onde a mesma foi realizada conforme Modelo Calgary de Avaliação de Família, resultando em duas famílias, sendo uma monoparental, liderada pela mulher, e a outra alargada. O protagonismo feminino foi o objetivo principal do grupo, contudo foi notório perceber a expansão do empoderamento familiar, o que permitiu as mudanças sociais, esse evento aconteceu de forma gradativa, porém, muito significativa, dando base ao compartilhamento. Conclusões: o Modelo Calgary de Avaliação de Família mostrou ser eficaz como uma nova estratégia de avaliação, contribuindo para o planejamento de cuidados e reconhecimento das subcategorias das famílias analisadas. Uma vez que cada família apresenta suas particularidades, pontos fortes, vínculos afetivos e problemas que compõe os desafios familiares.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.