Artigo Anais XIII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

VAMOS FALAR SOBRE GÊNERO? - CONEXÃO FAMÍLIA-ESCOLA - RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL

Palavra-chaves: GÊNERO, EDUCAÇÃO, REPRESENTAÇÃO, FAMÍLIA, FAMÍLIA Comunicação Oral (CO) GT 02 – Gênero, Sexualidades e Educação
"2018-07-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 42214
    "edicao_id" => 89
    "trabalho_id" => 309
    "inscrito_id" => 101
    "titulo" => """
      VAMOS FALAR SOBRE GÊNERO? - CONEXÃO FAMÍLIA-ESCOLA -\r\n
      RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL
      """
    "resumo" => "Este trabalho tem como objetivo refletir acerca do tabu existente nas discussões de identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual no contexto educacional e escolar. Além disso, busca abarcar a posição da escola frente a representação do presente tema para a família e as possibilidades de atuação da Psicologia nesse cenário. Dentre as instituições discursivas que constituem os corpos, encontram-se a família e a escola. Nesse sentido, o presente trabalho versa sobre a possibilidade de conexão entre essas instâncias com vistas a promover, sem excluir, a discussão e o conhecimento sobre o tema da identidade de gênero. Para isso, partimos da experiência de um dos autores em uma unidade de educação infantil onde uma atividade que evocava a família revelou a ausência do seu discurso na cena escolar. A discussão acerca desse acontecimento evidenciou o receio em abordar o tema e a surpresa ao encontrar famílias dispostas a fomentar a discussão. Acreditamos, portanto, que a exclusão da família no contexto educacional e escolar reforça estereótipos e dificulta a comunicação sobre temas considerados socialmente controversos e complexos. Destarte, a escuta direcionada aos familiares torna-se uma ferramenta de conhecimento das principais demandas que perpassam essa instituição, bem como a compreensão acerca da representação constituída pela família sobre a problemática, possibilitando mudanças paradigmáticas na maneira de transmitir às crianças questões referentes a identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual. Esperamos que o presente trabalho possibilite novas discussões sobre a importância de inserir a família nas discussões de gênero no contexto educacional e escolar."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 02 – Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "GÊNERO, EDUCAÇÃO, REPRESENTAÇÃO, FAMÍLIA, FAMÍLIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV112_MD1_SA3_ID101_11052018224313.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PRISCILA GOMES DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "PRISCILA"
    "autor_email" => "priscilagoo@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xiii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XIII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XIII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d919238165_19022020165042.png"
    "edicao_capa" => "5e4d91923461c_19022020165042.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 42214
    "edicao_id" => 89
    "trabalho_id" => 309
    "inscrito_id" => 101
    "titulo" => """
      VAMOS FALAR SOBRE GÊNERO? - CONEXÃO FAMÍLIA-ESCOLA -\r\n
      RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL
      """
    "resumo" => "Este trabalho tem como objetivo refletir acerca do tabu existente nas discussões de identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual no contexto educacional e escolar. Além disso, busca abarcar a posição da escola frente a representação do presente tema para a família e as possibilidades de atuação da Psicologia nesse cenário. Dentre as instituições discursivas que constituem os corpos, encontram-se a família e a escola. Nesse sentido, o presente trabalho versa sobre a possibilidade de conexão entre essas instâncias com vistas a promover, sem excluir, a discussão e o conhecimento sobre o tema da identidade de gênero. Para isso, partimos da experiência de um dos autores em uma unidade de educação infantil onde uma atividade que evocava a família revelou a ausência do seu discurso na cena escolar. A discussão acerca desse acontecimento evidenciou o receio em abordar o tema e a surpresa ao encontrar famílias dispostas a fomentar a discussão. Acreditamos, portanto, que a exclusão da família no contexto educacional e escolar reforça estereótipos e dificulta a comunicação sobre temas considerados socialmente controversos e complexos. Destarte, a escuta direcionada aos familiares torna-se uma ferramenta de conhecimento das principais demandas que perpassam essa instituição, bem como a compreensão acerca da representação constituída pela família sobre a problemática, possibilitando mudanças paradigmáticas na maneira de transmitir às crianças questões referentes a identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual. Esperamos que o presente trabalho possibilite novas discussões sobre a importância de inserir a família nas discussões de gênero no contexto educacional e escolar."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 02 – Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "GÊNERO, EDUCAÇÃO, REPRESENTAÇÃO, FAMÍLIA, FAMÍLIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV112_MD1_SA3_ID101_11052018224313.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PRISCILA GOMES DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "PRISCILA"
    "autor_email" => "priscilagoo@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xiii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XIII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XIII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d919238165_19022020165042.png"
    "edicao_capa" => "5e4d91923461c_19022020165042.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de julho de 2018

Resumo

Este trabalho tem como objetivo refletir acerca do tabu existente nas discussões de identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual no contexto educacional e escolar. Além disso, busca abarcar a posição da escola frente a representação do presente tema para a família e as possibilidades de atuação da Psicologia nesse cenário. Dentre as instituições discursivas que constituem os corpos, encontram-se a família e a escola. Nesse sentido, o presente trabalho versa sobre a possibilidade de conexão entre essas instâncias com vistas a promover, sem excluir, a discussão e o conhecimento sobre o tema da identidade de gênero. Para isso, partimos da experiência de um dos autores em uma unidade de educação infantil onde uma atividade que evocava a família revelou a ausência do seu discurso na cena escolar. A discussão acerca desse acontecimento evidenciou o receio em abordar o tema e a surpresa ao encontrar famílias dispostas a fomentar a discussão. Acreditamos, portanto, que a exclusão da família no contexto educacional e escolar reforça estereótipos e dificulta a comunicação sobre temas considerados socialmente controversos e complexos. Destarte, a escuta direcionada aos familiares torna-se uma ferramenta de conhecimento das principais demandas que perpassam essa instituição, bem como a compreensão acerca da representação constituída pela família sobre a problemática, possibilitando mudanças paradigmáticas na maneira de transmitir às crianças questões referentes a identidade de gênero, sexualidade e orientação sexual. Esperamos que o presente trabalho possibilite novas discussões sobre a importância de inserir a família nas discussões de gênero no contexto educacional e escolar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.