Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 167
REFLEXÕES SOBRE O ENSINO DE ARTES EM EXPERIENCIAS DA ZONA RURAL NO CARIRI CEARENSE

Palavra-chaves: ENSINO, ARTES, PRODUÇÃO CRIATIVA Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores

Resumo

Nos Parâmetros curriculares nacionais é reificada a ideia de que a educação em arte propicia o desenvolvimento do pensamento artístico e da percepção estética, que caracterizam um modo próprio de ordenar e dar sentido à experiência humana: o aluno desenvolve sua sensibilidade, percepção e imaginação, tanto ao realizar formas artísticas quanto na ação de apreciar e conhecer as formas produzidas por ele e pelos colegas, pela natureza e nas diferentes culturas (BRASIL. 1997). O estudante de artes, deve torna-se capaz de perceber sua realidade cotidiana mais vivamente, reconhecendo objetos e formas que estão à sua volta, no exercício de uma observação crítica do que existe na sua cultura, podendo criar condições para uma qualidade de vida melhor. É a partir de reflexões como essas, sobre o ensino de artes, que me propus enquanto artesão e estudante de Artes, a lecionar e motivar a produção artística de jovens da zona rural da cidade de Crato-CE, participantes de uma ONG. O objetivo das aulas, era proporcionar a esses jovens a possibilidade de pensar e experiênciar seu cotidiano específico através da criação e percepção da arte. Na experiência com os jovens da ONG, podemos reificar a importância da produção artística menor, que para Lukács, faz parte do que ele chama de “ciclo problemático do agradável”, pois nem sempre a atividade artística produz obras de arte capazes de transcender o cotidiano, mas não por isso, deixam de ser emanações da vida cotidiana. Em suas produções, os jovens apresentavam suas angustias, desejos, bem como, as lentes com as quais viam o mundo. Permitindo-nos reificar que Tanto a ciência quanto a arte, respondem a essa necessidade mediante a construção de objetos de conhecimento que, juntamente com as relações sociais, políticas e econômicas, sistemas filosóficos e éticos, formam o conjunto de manifestações simbólicas de uma determinada cultura. Ciência e arte são, assim, produtos que expressam as representações imaginárias das distintas culturas, que se renovam através dos tempos, construindo o percurso da história humana.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.