Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

POVOS INDÍGENAS DA PARAÍBA: A INSERÇÃO DO TEMA A PARTIR DA LEI 11.645/2008

Palavra-chaves: HISTÓRIA, ENSINO, POVOS INDÍGENAS Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O tema sobre os povos indígenas do Brasil na educação básica tornou-se obrigatório desde 2008, com a promulgação da Lei 11.645. Em tese, a Lei veio responder a uma histórica negação das culturas originárias do Brasil, e assim dar maior visibilidade a presença e as lutas desses povos na sociedade contemporânea. Deste modo, esperava-se que, considerando o tempo de introdução da lei e a consequente adaptação dos materiais didáticos, os alunos do ensino básico tivessem uma maior percepção da participação histórica e cultural dos povos indígenas no cotidiano social em toda e qualquer localidade do país. Do mesmo modo, os livros didáticos deveriam estar adaptados com discussões mais atualizadas, saindo, portanto, do contexto tradicional da visão eurocêntrica que fora adotada e propagada nos manuais didáticos, especialmente desde o século XIX com a criação do Instituto Histórico Geográfico Brasileiro. Partindo do interesse em avaliar a aplicabilidade da Lei, o artigo em questão apresenta um dos resultados da pesquisa Memória e Identidade Indígenas na Paraíba: uma relação com o ensino, a cultura e a etnohistória. Esta fase teve como objetivo identificar o que os alunos conhecem sobre esses povos, o projeto tomou como base alunos do 6º ano do Ensino Fundamental de João Pessoa, sendo uma escola pública e outra privada. Para o trabalho, foi aplicado junto aos alunos um questionário e, após tabulação dos dados, aplicou-se uma atividade pedagógica. O resultado demonstrou que o resultado da aplicabilidade da lei á apresenta resultados positivos, mas há questões ainda a serem fortalecidas, como o da identidade cultural.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.