Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 230
PERCEPÇÕES DE FAMILIARES EM RELAÇÃO AO PROCESSO DE INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Palavra-chaves: CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA, INCLUSÃO, PERCEPÇÕES DE FAMILIARES Comunicação Oral (CO) GT 10 - Educação Especial Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente estudo teve por objetivo geral investigar quais as percepções dos familiares de crianças com deficiência em relação ao processo de inclusão na Educação Infantil. Desenvolveu-se uma pesquisa exploratória, descritiva em quatro instituições públicas municipais de Educação Infantil de São Luís/MA, com 05 familiares de crianças com deficiência, com idades entre 18 a 46 anos. Dentre esses, três mães, uma irmã, e um pai, responsáveis pelas referidas crianças. O critério de inclusão dos participantes foi ser familiar de criança com deficiência que frequentava instituição pública municipal de Educação Infantil, bem como por acessibilidade. Os dados foram coletados dentro das instituições de educação infantil, em salas cedidas para esse fim, por meio de entrevistas semiestruturadas e por observação não participante. Os resultados identificam presença de barreiras atitudinais em relação à operacionalização da inclusão de crianças com deficiência na Educação Infantil, bem como carência de profissionais qualificados na área da Educação Especial. Não foi identificado nenhum trabalho, sendo operacionalizado, de esclarecimento, orientação e acompanhamento familiar em relação às referidas crianças. Os familiares consideram a Educação importante e necessária, mas que ainda falta muito para que o ideal de inclusão se torne real. Os dados sinalizam que as conquistas na área têm sido por meio de muita luta individual. Ressalta-se que os direitos adquiridos pelas pessoas com deficiência devem ser viabilizados de forma efetiva e com qualidade, na Educação Infantil.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.