Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

OBTENÇÃO DE BIODIESEL ATRAVÉS DA REUTILIZAÇÃO DO ÓLEO VEGETAL RESIDUAL DE FRITURA

Palavra-chaves: ÁGUA, BIODIESEL, ÓLEO Pôster (PO) GT 14 - Educação Ambiental Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O biodiesel é um biocombustível alternativo ao diesel de petróleo, quando utilizado de forma parcial ou total em motores movidos a diesel mineral, reduz significativamente a intensidade das ações dos gases do efeito estufa. Desta maneira, o óleo residual de fritura mostra-se como uma matéria prima de grande potencial energético com possível reutilização para obtenção de biodiesel. O descarte inadequado de óleo residual derivado de processos de fritura apresentam inúmeros inconvenientes ambientais, dentre os agravantes destaca-se a poluição nos cursos d’água que consequentemente encarecem os custos do tratamento das águas residuárias. Inserido nesse contexto, esta pesquisa teve como objetivo demostrar à reutilização do óleo vegetal residual de fritura para a obtenção de biodiesel a partir do óleo vegetal residual, como alternativa didática pedagógica para auxiliar os professores nas aulas práticas/demonstrativas no laboratório de química. O experimento laboratorial foi realizado nos meses de junho e julho de 2017 no laboratório de química da Escola de Engenharia e Ciências Exatas da Universidade Potiguar-UnP no município de Natal/RN. Para obtenção do biodiesel em escala laboratorial foi utilizado um litro de óleo residual de fritura, cedido por comerciante da cidade do Natal/RN. A partir dos resultados obtidos é possível afirmar que o biodiesel obtido pôde ser utilizado em instituições de ensino como material didático pedagógico, a fim de, auxiliar os professores nas aulas práticas/demonstrativas no laboratório de química, contribuindo para o conhecimento e sensibilização da comunidade escolar para as questões ambientais bem como de seus desdobramentos nas temáticas transversais relacionadas com a educação ambiental um modo geral.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.