Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

EDUCAÇÃO, IDENTIDADE E FORMAÇÃO DOCENTE FRENTE AO ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA: REFLEXÕES A PARTIR DO MUNICÍPIO DE ITAMBÉ/BA

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DOCENTE, IDENTIDADE ÉTNICORRACIAL, LEI 10.639/03 Comunicação Oral(CO) GT 26 - EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE ETNICORRACIAL Publicado em 26 de junho de 2013

Resumo

Neste artigo pretendemos refletir acerca das políticas de formação de professores tendo como recorte as questões de identidade étnicorraciais a partir do que determina a Lei 10.639/03 ao incluir o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira nos sistemas de ensino de todo o país, sejam eles públicos ou privados. Ademais, a partir do que determina a referida Lei, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnicorraciais, publicadas em 2004, no sentido de assegurar o cumprimento da Lei 10.639/03, reiteram a necessidade de formação inicial e continuada de professores para o trato das questões étnicorraciais no contexto da educação escolar. Nesse sentido, o que pretendemos, nesse trabalho, a partir de uma pesquisa que estamos desenvolvendo no município de Itambé, é compreender em que medida, no contexto deste município, tem sido construído políticas de formação de professores para atender ao que determina a Lei 10.639/03.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.