Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O PAPEL DO PROFESSOR NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS, NA CONSTRUÇÃO DA DINÂMICA ESCOLAR : ÊNFASE AUTISMO, DISLEXIA E TDAH.

Palavra-chaves: AUTISMO, DISLEXIA, TDAH, EDUCAÇÃO, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Lidar com as dificuldades de aprendizagem de alguns alunos em sala de aula, sempre se constituiu um dos maiores desafios para os profissionais em educação, sobretudo, nas séries iniciais, onde a maturidade dos alunos ainda é incipiente. Por outro lado, com o avanço das ciências, certas dificuldades de aprendizagem, até então consideradas como simples desinteresse por parte do aluno, passaram a ser tratadas, a partir de diagnósticos específicos, como problemas clínicos, oriundos de diferentes fatores. Desde então, observou-se a necessidade do educador mergulhar em um universo até então desconhecido para ele, e, como consequência, expandir suas habilidades e competências em sala de aula, desenvolvendo a sensibilidade acerca das necessidades especiais apresentadas por alguns de seus alunos, diante desse novo modelo ao qual se costuma referir como escola inclusiva. O objetivo deste trabalho consistiu em despertar no professor a necessidade e importância de reconhecer algumas necessidades especiais relacionadas com quadros clínicos, e ao mesmo tempo, estimular o mesmo a lidar com esses alunos em sala de aula, facilitando assim a relação do professor com o aluno e melhorando o aproveitamento deste último. A capacitação se deu sob a forma de palestras, estudos de casos e fóruns de discussão com a participação de profissionais da educação de diferentes áreas do saber e estudantes, sobretudo, das licenciaturas. Como resultado, ficou claro a relevância de se discutir essa temática com toda a sociedade. Percebeu-se que a partir de uma provocação inicial, alguns paradigmas logo foram quebrados e os professores passaram a reconhecer a importância do seu papel no desenvolvimento intelectual de todos os seus alunos numa perspectiva integradora. Também, foi ratificada a necessidade do preparo dos profissionais que são os intermediadores desse processo, assegurando uma inclusão de qualidade. Eventos dessa natureza são formas seguras e eficientes para discutir e orientar profissionais da educação acerca de Necessidades Educacionais Especiais (NEE). Contudo, não só profissionais da área foram beneficiados com a capacitação e informações repassadas, mas também estudantes e futuros professores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.