Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 171
O NAPNE COMO FACILITADOR NO PROCESSO DE INCLUSÃO DOS INSTITUTOS FEDERAIS: CAMPUS MURICI EM FOCO

Palavra-chaves: INCLUSÃO, NECESSIDADES ESPECÍFICAS, NAPNE Comunicação Oral (CO) GT 10 - Educação Especial

Resumo

A inclusão é um desafio para todos os Institutos Federais, e no Campus Murici a realidade não é diferente. Desde sua implantação no campus, houve inúmeras discussões e debates com os servidores, com o intuito de apresentar o NAPNE – Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Específicas e conversar sobre suas futuras ações. Assim, este trabalho objetiva analisar o processo de inclusão no IFAL campus Murici, através da criação e da atuação do NAPNE. A pesquisa foi classificada como exploratória-explicativa, com exposição de práticas de políticas inclusivas que irão propiciar a compreensão de como tem se dado o processo de inclusão no Campus-Murici a partir da divulgação de ações do NAPNE Murici no âmbito do ensino, pesquisa e extensão. Analisando as ações desenvolvidas pelo NAPNE, vinculadas aos pressupostos do TEC NEP (MEC/SETEC), pudemos perceber que tais ações atendem ao preconizado pelo Programa TEC NEP ao promover a inclusão educacional partindo de uma visão humanística na busca do respeito à cidadania. Em se tratando das conquistas e avanços no referente ao processo de inclusão no IFAL Campus Murici, consideramos que o NAPNE é um divisor de águas. Esse órgão tornou-se um espaço aberto à ampliação de ações que envolvam a valorização da diversidade. Nessa perspectiva, esse relato de pesquisa promoveu uma reflexão acerca da atuação do NAPNE e dos envolvidos nesse processo educativo, na expectativa da contribuição para o repensar e o ressignificar das práticas inclusivas na educação profissional tecnológica em meio à educação brasileira.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.