Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

MECANISMO DE TRANSPORTE PASSIVO POR OSMOSE NO PIMENTÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE PARNAÍBA-PI

Palavra-chaves: ENSINO, EXPERIMENTAÇÃO CIENTIFICA, OSMOSE Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

De acordo com a realidade das escolas é possível fazer adequações com os materiais que a própria escola possui para realizar atividades experimentais, visto que nem todas as atividades necessitam de aparelhos de alto custo para se tornarem satisfatórias. Com base nisso, o objetivo do presente estudo é proporcionar aos alunos um momento de experimentação científica em sala de aula e avaliar o desempenho da mesma para o ensino e aprendizagem dos alunos.O experimento foi desenvolvido em uma escola pública estadual do município de Parnaíba – Piauí, em uma turma de 1° ano do ensino médio, composta por 18 alunos. Inicialmente os alunos tiveram uma breve explicação teórica do conteúdo com intuito de revisar o que já havia sido exposto em sala de aula e posteriormente foi explicado como seria desenvolvido o procedimento. Para realização do experimento foram utilizados: três Beckers de 90 ml, um pimentão (Capsicum annuum), sal de cozinha, água destilada e água. Primeiramente o pimentão foi recortado em três pequenos pedaços do mesmo tamanho e largura. Cada um dos pedaços de pimentão foram colocados separadamente em um Becker, sendo um com água destilada, outro com água da torneira e o terceiro com uma solução de água com sal de cozinha correspondendo assim aos meios: hipotônico, isotônico, hipertônico, respectivamente. Em um segundo momento as tiras foram deixadas por cerca de 30 minutos nos recipientes devidamente etiquetados para que se pudessem observar quais efeitos os diferentes meios de concentração teriam sobre as células vegetais do pimentão. Com a metodologia empregada foi observado o total engajamento dos alunos, que inicialmente estes foram instigados a relatarem as diferenças observadas nas tiras de pimentão e a explicar o porquê dessas diferenças. Ao observarem os efeitos dos meios sobre o pimentão, muitos alunos fizeram questionamentos que enriqueceram a aula prática, contribuindo assim para o processo de aprendizagem dos mesmos.Por se tratar de um experimento que ocorre a nível celular e ser possível visualizar o seu resultado macroscopicamente, o torna interessante para demonstrar aos alunos como o transporte de soluto ocorre nas células vegetais. Nesse caso foi perceptível a olho nu, ou seja, sem a necessidade de utilizar um microscópio, o que torna o experimento fácil de ser desenvolvido, pois se aplica a qualquer realidade escolar. Com isso, os experimentos estimulam a curiosidade dos alunos e os envolvem diretamente, pois como foi observado, os resultados podem ser evidenciados de forma rápida, o que permite aos alunos testarem que foi visto na teoria e assim obterem conhecimentos científicos de forma prática.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.