Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 286
DIÁLOGO ENTRE UNIVERSIDADE E COMUNIDADE: OS CAMINHOS POSSÍVEIS PARA A COOPERAÇÃO NO ASSENTAMENTO PEQUENO RICHARD NO ENSINO COMUNICACIONAL

Palavra-chaves: PARTICIPAÇÃO COMUNITÁRIA, CIDADANIA, FOLKCOMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente artigo objetiva relatar uma experiência de pesquisa qualitativa adquiridas no estudo de caso do Assentamento Pequeno Richard situado em um dos distritos da cidade de Campina Grande, Catolé de Boa Vista. A pesquisa centra-se especificadamente, nos problemas sociais enfrentados pela comunidade e na intervenção da comunidade acadêmica no meio rural, destacando a realização do diálogo e da metodologia participativa educacional e social. Tecendo algumas considerações sobre a política agrária no estado da Paraíba que vem ganhando espaço nas discussões acadêmicas na contemporaneidade. Explanar as dificuldades e as maneiras de sociabilização e cooperação nos possibilita tratar o tema com um outro viés, com relatos de experiência e memórias de vida. Permitindo-nos unir os saberes da esfera acadêmica aos saberes advindos do campo social para debates plurais e multiconfessionais. A pesquisa é fruto de atividades comunitárias desenvolvidas na disciplina de Comunicação e Terceiro Setor do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual da Paraíba no Assentamento propondo uma reflexão sobre as formas de intervenção e interação entre academia e a sociedade. As ações foram desenvolvidas por meio de metodologias participativas que contribuíram para o fortalecimento e articulação das redes comunitárias, utilizando-se de intervenções que estimulem o saber e valor das várias facetas da comunicação com estratégias didáticas para capacitação coletiva e infantil, audiovisuais e multimídias. Neste texto dialogamos com conceitos e ideias relevantes do universo da comunicação ao evidenciar a importância da entrevista nas ciências sociais, a Folkcomunicação como fomentadora da exaltação do papel de liderança comunitária e de atores e mediadores do conhecimento, visão e papel educacional da intervenção e ainda o tema da reforma agrária nacional e também no estado da Paraíba que nos possibilitam refletir sobre a prática interventiva na área social.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.