Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AVALIAÇÃO ESCOLAR: CONTRADIÇÕES REVELADAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL

Palavra-chaves: AVALIAÇÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, ENSINO E APRENDIZAGEM Comunicação Oral (CO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36068
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 3064
    "inscrito_id" => 9109
    "titulo" => "AVALIAÇÃO ESCOLAR: CONTRADIÇÕES REVELADAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL"
    "resumo" => "Sabemos que a avaliação se faz presente na vida das pessoas em várias circunstâncias (na vida escolar, acadêmica, profissional) e, por isso, envolve muitas concepções e conotações diferentes, o que o torna um tema necessário a ser debatido e pesquisado. No contexto educacional, a avaliação do ensino-aprendizagem, muitas vezes, é considerada como uma problemática e um processo desafiador do trabalho docente, tendo em vista a sua relação com a mobilização de diversos saberes e o compromisso indissociável entre o binômio educativo: avaliação-aprendizagem. Essa complexidade, vivenciada no cotidiano escolar, revela aspectos relevantes para repensar as políticas de formação de professores e o processo de profissionalização docente, desde a formação inicial até a formação continuada, dadas as suas fragilidades. Considerando isso, este trabalho visa apresentar as concepções e as estratégias de avaliação utilizadas nas séries finais do Ensino Fundamental numa escola da rede privada. Nosso corpus é composto das respostas aos questionários dadas pelas três professoras, a gestora e quatro alunos de uma escola da rede privada, no município de Campina Grande (PB), a respeito de concepção e prática de avaliação e três provas aplicadas pelas professoras pesquisadas. Para analisá-los levamos em consideração as concepções de avaliação problematizadas por André & Passos (2002), Hadji (2001) e Luckesi (2003), a saber; exame versus avaliação; avaliação somativa, cumulativa, formativa. Nossa metodologia se pauta por um viés descritivo-interpretativo, de abordagem predominantemente qualitativa, cujo enfoque é de caráter bibliográfico e documental. Como resultado da pesquisa, constatamos que a avaliação ainda é concebida como exame e/ou quantificação da aprendizagem se sobrepõe à prática de avaliação formativa.  Isso se dá, provavelmente, pela concepção de ensino e aprendizagem e avaliação que os professores concebem e incorporam na sua prática."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional"
    "palavra_chave" => "AVALIAÇÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, ENSINO E APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA2_ID9109_03102017234622.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DELANE CRISTINA GALIZA LOURENCO"
    "autor_nome_curto" => "DELANE"
    "autor_email" => "delanelourenco@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36068
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 3064
    "inscrito_id" => 9109
    "titulo" => "AVALIAÇÃO ESCOLAR: CONTRADIÇÕES REVELADAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL"
    "resumo" => "Sabemos que a avaliação se faz presente na vida das pessoas em várias circunstâncias (na vida escolar, acadêmica, profissional) e, por isso, envolve muitas concepções e conotações diferentes, o que o torna um tema necessário a ser debatido e pesquisado. No contexto educacional, a avaliação do ensino-aprendizagem, muitas vezes, é considerada como uma problemática e um processo desafiador do trabalho docente, tendo em vista a sua relação com a mobilização de diversos saberes e o compromisso indissociável entre o binômio educativo: avaliação-aprendizagem. Essa complexidade, vivenciada no cotidiano escolar, revela aspectos relevantes para repensar as políticas de formação de professores e o processo de profissionalização docente, desde a formação inicial até a formação continuada, dadas as suas fragilidades. Considerando isso, este trabalho visa apresentar as concepções e as estratégias de avaliação utilizadas nas séries finais do Ensino Fundamental numa escola da rede privada. Nosso corpus é composto das respostas aos questionários dadas pelas três professoras, a gestora e quatro alunos de uma escola da rede privada, no município de Campina Grande (PB), a respeito de concepção e prática de avaliação e três provas aplicadas pelas professoras pesquisadas. Para analisá-los levamos em consideração as concepções de avaliação problematizadas por André & Passos (2002), Hadji (2001) e Luckesi (2003), a saber; exame versus avaliação; avaliação somativa, cumulativa, formativa. Nossa metodologia se pauta por um viés descritivo-interpretativo, de abordagem predominantemente qualitativa, cujo enfoque é de caráter bibliográfico e documental. Como resultado da pesquisa, constatamos que a avaliação ainda é concebida como exame e/ou quantificação da aprendizagem se sobrepõe à prática de avaliação formativa.  Isso se dá, provavelmente, pela concepção de ensino e aprendizagem e avaliação que os professores concebem e incorporam na sua prática."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional"
    "palavra_chave" => "AVALIAÇÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, ENSINO E APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA2_ID9109_03102017234622.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DELANE CRISTINA GALIZA LOURENCO"
    "autor_nome_curto" => "DELANE"
    "autor_email" => "delanelourenco@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Sabemos que a avaliação se faz presente na vida das pessoas em várias circunstâncias (na vida escolar, acadêmica, profissional) e, por isso, envolve muitas concepções e conotações diferentes, o que o torna um tema necessário a ser debatido e pesquisado. No contexto educacional, a avaliação do ensino-aprendizagem, muitas vezes, é considerada como uma problemática e um processo desafiador do trabalho docente, tendo em vista a sua relação com a mobilização de diversos saberes e o compromisso indissociável entre o binômio educativo: avaliação-aprendizagem. Essa complexidade, vivenciada no cotidiano escolar, revela aspectos relevantes para repensar as políticas de formação de professores e o processo de profissionalização docente, desde a formação inicial até a formação continuada, dadas as suas fragilidades. Considerando isso, este trabalho visa apresentar as concepções e as estratégias de avaliação utilizadas nas séries finais do Ensino Fundamental numa escola da rede privada. Nosso corpus é composto das respostas aos questionários dadas pelas três professoras, a gestora e quatro alunos de uma escola da rede privada, no município de Campina Grande (PB), a respeito de concepção e prática de avaliação e três provas aplicadas pelas professoras pesquisadas. Para analisá-los levamos em consideração as concepções de avaliação problematizadas por André & Passos (2002), Hadji (2001) e Luckesi (2003), a saber; exame versus avaliação; avaliação somativa, cumulativa, formativa. Nossa metodologia se pauta por um viés descritivo-interpretativo, de abordagem predominantemente qualitativa, cujo enfoque é de caráter bibliográfico e documental. Como resultado da pesquisa, constatamos que a avaliação ainda é concebida como exame e/ou quantificação da aprendizagem se sobrepõe à prática de avaliação formativa. Isso se dá, provavelmente, pela concepção de ensino e aprendizagem e avaliação que os professores concebem e incorporam na sua prática.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.