Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ABORDAGEM DA “CHEGADA DO HOMEM ÀS AMÉRICAS E A FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS” NO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavra-chaves: HISTÓRIA DA AMÉRICA, CHEGADA DO HOMEM AS AMÉRICAS, FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS Pôster (PO) GT 17 – Ensino e suas interseções
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35688
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1012
    "inscrito_id" => 3920
    "titulo" => "ABORDAGEM DA “CHEGADA DO HOMEM ÀS AMÉRICAS E A FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS” NO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "A História da América surgiria na educação brasileira a partir da Reforma Educacional de Francisco Campos, em 1931, onde História do Brasil e História Universal, passariam a ser englobadas pela disciplina de História da Civilização, incluindo-se assim de forma abrangente conteúdos sobre a História da América, sendo o núcleo principal da disciplina a História do Brasil. A Reforma Educacional de Capanema em 1942 fortaleceu a necessidade de se construir valores nacionalistas e o ensino da História do Brasil passou a ser o principal instrumento para este fim. Assim sendo, o ensino da História da América perdeu espaço. Em 1951, através da Lei 1359 e Portaria nº 724, do Ministério da Educação, estabelece-se em caráter obrigatório a disciplina de História da América para a segunda série do curso ginasial de todas as escolas de ensino secundário do país, impulsionando, assim, o mercado editorial que até então quase não tratava do tema. Em 1978, Estado de São Paulo, o ensino da História do continente americano passou a figurar no currículo do 2º Grau, 1ª Série. Este fato repercutiu de imediato na produção bibliográfica uma vez que o mercado se ressentia de obras que explorassem a História da América em maior detalhe. Desde 1990, com o reforço da reformulação dos Parâmetros Curriculares Nacionais e a maior autonomia para se trabalhar o tema nas escolas, o ensino da História da América persiste no ensino básico e superior, porém pouco aprofundado, tanto no ensino médio como no ensino superior em história. Existe consenso entre os pesquisadores, quanto a grande importância da continuidade do ensino de História da América nas escolas, bem como de se discutir a respeito das polêmicas teorias sobre a chegada do homem às Américas e da formação dos primeiros povos ameríndios. Pensando nisso, o presente trabalho teve como objetivo analisar como o tema vem sendo abordado por escolas públicas e privadas de ensino fundamental e por livros didáticos recentes e adotados pelas escolas para o ensino fundamental."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "HISTÓRIA DA AMÉRICA, CHEGADA DO HOMEM AS AMÉRICAS, FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA17_ID3920_08092017131304.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VIVIANE SOUZA DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "VIVIANE SOUZA"
    "autor_email" => "vivianne.soouza@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO (UNICAP)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35688
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1012
    "inscrito_id" => 3920
    "titulo" => "ABORDAGEM DA “CHEGADA DO HOMEM ÀS AMÉRICAS E A FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS” NO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "A História da América surgiria na educação brasileira a partir da Reforma Educacional de Francisco Campos, em 1931, onde História do Brasil e História Universal, passariam a ser englobadas pela disciplina de História da Civilização, incluindo-se assim de forma abrangente conteúdos sobre a História da América, sendo o núcleo principal da disciplina a História do Brasil. A Reforma Educacional de Capanema em 1942 fortaleceu a necessidade de se construir valores nacionalistas e o ensino da História do Brasil passou a ser o principal instrumento para este fim. Assim sendo, o ensino da História da América perdeu espaço. Em 1951, através da Lei 1359 e Portaria nº 724, do Ministério da Educação, estabelece-se em caráter obrigatório a disciplina de História da América para a segunda série do curso ginasial de todas as escolas de ensino secundário do país, impulsionando, assim, o mercado editorial que até então quase não tratava do tema. Em 1978, Estado de São Paulo, o ensino da História do continente americano passou a figurar no currículo do 2º Grau, 1ª Série. Este fato repercutiu de imediato na produção bibliográfica uma vez que o mercado se ressentia de obras que explorassem a História da América em maior detalhe. Desde 1990, com o reforço da reformulação dos Parâmetros Curriculares Nacionais e a maior autonomia para se trabalhar o tema nas escolas, o ensino da História da América persiste no ensino básico e superior, porém pouco aprofundado, tanto no ensino médio como no ensino superior em história. Existe consenso entre os pesquisadores, quanto a grande importância da continuidade do ensino de História da América nas escolas, bem como de se discutir a respeito das polêmicas teorias sobre a chegada do homem às Américas e da formação dos primeiros povos ameríndios. Pensando nisso, o presente trabalho teve como objetivo analisar como o tema vem sendo abordado por escolas públicas e privadas de ensino fundamental e por livros didáticos recentes e adotados pelas escolas para o ensino fundamental."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "HISTÓRIA DA AMÉRICA, CHEGADA DO HOMEM AS AMÉRICAS, FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS POVOS AMERÍNDIOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA17_ID3920_08092017131304.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VIVIANE SOUZA DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "VIVIANE SOUZA"
    "autor_email" => "vivianne.soouza@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO (UNICAP)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A História da América surgiria na educação brasileira a partir da Reforma Educacional de Francisco Campos, em 1931, onde História do Brasil e História Universal, passariam a ser englobadas pela disciplina de História da Civilização, incluindo-se assim de forma abrangente conteúdos sobre a História da América, sendo o núcleo principal da disciplina a História do Brasil. A Reforma Educacional de Capanema em 1942 fortaleceu a necessidade de se construir valores nacionalistas e o ensino da História do Brasil passou a ser o principal instrumento para este fim. Assim sendo, o ensino da História da América perdeu espaço. Em 1951, através da Lei 1359 e Portaria nº 724, do Ministério da Educação, estabelece-se em caráter obrigatório a disciplina de História da América para a segunda série do curso ginasial de todas as escolas de ensino secundário do país, impulsionando, assim, o mercado editorial que até então quase não tratava do tema. Em 1978, Estado de São Paulo, o ensino da História do continente americano passou a figurar no currículo do 2º Grau, 1ª Série. Este fato repercutiu de imediato na produção bibliográfica uma vez que o mercado se ressentia de obras que explorassem a História da América em maior detalhe. Desde 1990, com o reforço da reformulação dos Parâmetros Curriculares Nacionais e a maior autonomia para se trabalhar o tema nas escolas, o ensino da História da América persiste no ensino básico e superior, porém pouco aprofundado, tanto no ensino médio como no ensino superior em história. Existe consenso entre os pesquisadores, quanto a grande importância da continuidade do ensino de História da América nas escolas, bem como de se discutir a respeito das polêmicas teorias sobre a chegada do homem às Américas e da formação dos primeiros povos ameríndios. Pensando nisso, o presente trabalho teve como objetivo analisar como o tema vem sendo abordado por escolas públicas e privadas de ensino fundamental e por livros didáticos recentes e adotados pelas escolas para o ensino fundamental.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.