Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A UTILIZAÇÃO DO EXPERIMENTO DA CÂMARA ESCURA NA AULA DE FÍSICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA PUBLICA

Palavra-chaves: CÂMARA ESCURA, APRENDIZAGEM QUALITATIVA, ENSINO EXPERIMENTAL Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35659
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4332
    "inscrito_id" => 9729
    "titulo" => "A UTILIZAÇÃO DO EXPERIMENTO DA CÂMARA ESCURA NA AULA DE FÍSICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA PUBLICA"
    "resumo" => "Alunos do curso de licenciatura em Física realizaram em uma turma do ensino médio a  atividade experimental “câmara escura” através do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência), o qual  foi realizado na E.E.E.F.M Monsenhor Mâncio Ribeiro na cidade de Bragança no estado do Pará, o projeto tem como finalidade facilitar a aprendizagem, despertando no aluno o interesse pelos conceitos que norteiam a subárea da Física que referenciam a atividade câmara escura, promovendo dessa maneira o debate entre a aprendizagem conservadora daquela que se entende enquanto qualitativa, tendo em vista o conhecimento prévio do aluno sobre o saber científico, aproximando a Física da realidade em que o discente vive, uma vez que as atividades experimentais são ferramentas úteis no Ensino de Física, os bolsistas utilizaram instrumentos de áudio e vídeo para demonstrar como se dá a formação da imagem dentro do olho humano exemplificado pela câmara escura. Os alunos do ensino médio foram divididos em equipes e ficaram responsáveis pelos materiais necessários para a construção do experimento, sob orientação dos bolsistas e do docente de Física, o artigo ressalta a importância de metodologias experimentais no ensino de Física, no qual o experimento selecionado foi desenvolvido a partir de materiais de baixo custo a fim de facilitar o acesso dos educandos na construção do experimento podendo os mesmos visualizar imagens projetadas e atrelar a essa experiência conceitos fundamentais sobre óptica, os resultados foram significativos, uma vez que, foi realizado entre os bolsistas e  a classe, numa roda de conversa,  o debate os conceitos teóricos utilizados e a experiência vivenciada, onde foi observado o aumento da presença em sala de aula dos alunos, no decorrer do experimento, como também o maior interesse e motivação dos mesmos pelos conceitos aplicados: feixe de luz e propagação retilínea da luz, durante o experimento e construção da câmara escura, o qual contribuiu para o ensino aprendizagem qualitativa, diminuindo a carência de atividades experimentais na escola, além de contribuir para a construção do conhecimento científico."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "CÂMARA ESCURA, APRENDIZAGEM QUALITATIVA, ENSINO EXPERIMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA16_ID9729_16102017204716.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SARA FERNANDA CONDE ROSA"
    "autor_nome_curto" => "SARA FERNANDA"
    "autor_email" => "saraconde16@hotmail.com"
    "autor_ies" => "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ (IFPA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35659
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4332
    "inscrito_id" => 9729
    "titulo" => "A UTILIZAÇÃO DO EXPERIMENTO DA CÂMARA ESCURA NA AULA DE FÍSICA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA PUBLICA"
    "resumo" => "Alunos do curso de licenciatura em Física realizaram em uma turma do ensino médio a  atividade experimental “câmara escura” através do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência), o qual  foi realizado na E.E.E.F.M Monsenhor Mâncio Ribeiro na cidade de Bragança no estado do Pará, o projeto tem como finalidade facilitar a aprendizagem, despertando no aluno o interesse pelos conceitos que norteiam a subárea da Física que referenciam a atividade câmara escura, promovendo dessa maneira o debate entre a aprendizagem conservadora daquela que se entende enquanto qualitativa, tendo em vista o conhecimento prévio do aluno sobre o saber científico, aproximando a Física da realidade em que o discente vive, uma vez que as atividades experimentais são ferramentas úteis no Ensino de Física, os bolsistas utilizaram instrumentos de áudio e vídeo para demonstrar como se dá a formação da imagem dentro do olho humano exemplificado pela câmara escura. Os alunos do ensino médio foram divididos em equipes e ficaram responsáveis pelos materiais necessários para a construção do experimento, sob orientação dos bolsistas e do docente de Física, o artigo ressalta a importância de metodologias experimentais no ensino de Física, no qual o experimento selecionado foi desenvolvido a partir de materiais de baixo custo a fim de facilitar o acesso dos educandos na construção do experimento podendo os mesmos visualizar imagens projetadas e atrelar a essa experiência conceitos fundamentais sobre óptica, os resultados foram significativos, uma vez que, foi realizado entre os bolsistas e  a classe, numa roda de conversa,  o debate os conceitos teóricos utilizados e a experiência vivenciada, onde foi observado o aumento da presença em sala de aula dos alunos, no decorrer do experimento, como também o maior interesse e motivação dos mesmos pelos conceitos aplicados: feixe de luz e propagação retilínea da luz, durante o experimento e construção da câmara escura, o qual contribuiu para o ensino aprendizagem qualitativa, diminuindo a carência de atividades experimentais na escola, além de contribuir para a construção do conhecimento científico."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "CÂMARA ESCURA, APRENDIZAGEM QUALITATIVA, ENSINO EXPERIMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA16_ID9729_16102017204716.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SARA FERNANDA CONDE ROSA"
    "autor_nome_curto" => "SARA FERNANDA"
    "autor_email" => "saraconde16@hotmail.com"
    "autor_ies" => "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ (IFPA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Alunos do curso de licenciatura em Física realizaram em uma turma do ensino médio a atividade experimental “câmara escura” através do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência), o qual foi realizado na E.E.E.F.M Monsenhor Mâncio Ribeiro na cidade de Bragança no estado do Pará, o projeto tem como finalidade facilitar a aprendizagem, despertando no aluno o interesse pelos conceitos que norteiam a subárea da Física que referenciam a atividade câmara escura, promovendo dessa maneira o debate entre a aprendizagem conservadora daquela que se entende enquanto qualitativa, tendo em vista o conhecimento prévio do aluno sobre o saber científico, aproximando a Física da realidade em que o discente vive, uma vez que as atividades experimentais são ferramentas úteis no Ensino de Física, os bolsistas utilizaram instrumentos de áudio e vídeo para demonstrar como se dá a formação da imagem dentro do olho humano exemplificado pela câmara escura. Os alunos do ensino médio foram divididos em equipes e ficaram responsáveis pelos materiais necessários para a construção do experimento, sob orientação dos bolsistas e do docente de Física, o artigo ressalta a importância de metodologias experimentais no ensino de Física, no qual o experimento selecionado foi desenvolvido a partir de materiais de baixo custo a fim de facilitar o acesso dos educandos na construção do experimento podendo os mesmos visualizar imagens projetadas e atrelar a essa experiência conceitos fundamentais sobre óptica, os resultados foram significativos, uma vez que, foi realizado entre os bolsistas e a classe, numa roda de conversa, o debate os conceitos teóricos utilizados e a experiência vivenciada, onde foi observado o aumento da presença em sala de aula dos alunos, no decorrer do experimento, como também o maior interesse e motivação dos mesmos pelos conceitos aplicados: feixe de luz e propagação retilínea da luz, durante o experimento e construção da câmara escura, o qual contribuiu para o ensino aprendizagem qualitativa, diminuindo a carência de atividades experimentais na escola, além de contribuir para a construção do conhecimento científico.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.