Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOLOGIA ESCOLAR NA FORMAÇÃO DOCENTE

Palavra-chaves: PSICOLOGIA ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE, EDUCAÇÃO Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35075
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2325
    "inscrito_id" => 7510
    "titulo" => "A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOLOGIA ESCOLAR NA FORMAÇÃO DOCENTE"
    "resumo" => "A atuação do psicólogo escolar entendida como relacional e institucional pode envolver dentre outras funções, a assessoraria ao trabalho coletivo dos atores escolares, oportunizando a conscientização das concepções orientadoras das práticas pedagógicas que se refletem nos espaços e nas práticas institucionalizadas, bem como nas relações sociais e nos processos de gestão. Um das contribuições da psicologia à educação está no processo de formação docente para a elaboração de propostas mais consistentes que resultem em melhorias da prática e do processo de ensino aprendizagem. Nesse sentido o presente estudo relata uma formação desenvolvida com professoras e tutoras de uma Escola Municipal de Ensino Fundamental do município de João Pessoadurante o estágio supervisionado em Psicologia Escolar I, do curso de Psicologia da Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Foi realizado inicialmente um mapeamento institucional, a partir do qual elaboramos estratégias favorecedoras das mudanças necessárias para a otimização do processo educativo. Foram realizados quatro encontros com as profissionais acerca da relação entre teoria e prática a partir da discussão das correntes filosóficas (inatista, empirista e interacionista), pois a teoria era percebida como algo que não ofereceria subsídio para resolver as dificuldades da prática e sobre Habilidades Sociais, pois a queixa de dificuldade nos relacionamentos dos profissionais entre si e destes com as crianças e pais eram freqüente e influenciava diretamente na qualidade das praticas pedagógicas. Alguns recursos utilizados foram: datashow, debate e dinâmicas. A partir das intervenções e do feedback das educadoras acerca dos encontros foi possível concluir que estes foram significativos para a prática das mesmas, pois se constituíram em momentos de reflexão sobre sua atuação e permitiu que realizassem uma leitura histórica e crítica sobre os fenômenos educacionais.Diante do exposto, defende-se a importância do trabalho do (a) Psicólogo(a) Escolar/Educacional, como um agente de transformação que deve contribuir para modificar esse cenário, a partir de um trabalho coletivo e de formação continuada que envolva os educadores no sentido de criar espaços de discussão e redimensionamento das concepções que orientam suas práticas."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "PSICOLOGIA ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA1_ID7510_11092017205516.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CLARA RAÍSSA FERNANDES DE MELO"
    "autor_nome_curto" => "CLARA"
    "autor_email" => "clararfm1@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35075
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2325
    "inscrito_id" => 7510
    "titulo" => "A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOLOGIA ESCOLAR NA FORMAÇÃO DOCENTE"
    "resumo" => "A atuação do psicólogo escolar entendida como relacional e institucional pode envolver dentre outras funções, a assessoraria ao trabalho coletivo dos atores escolares, oportunizando a conscientização das concepções orientadoras das práticas pedagógicas que se refletem nos espaços e nas práticas institucionalizadas, bem como nas relações sociais e nos processos de gestão. Um das contribuições da psicologia à educação está no processo de formação docente para a elaboração de propostas mais consistentes que resultem em melhorias da prática e do processo de ensino aprendizagem. Nesse sentido o presente estudo relata uma formação desenvolvida com professoras e tutoras de uma Escola Municipal de Ensino Fundamental do município de João Pessoadurante o estágio supervisionado em Psicologia Escolar I, do curso de Psicologia da Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Foi realizado inicialmente um mapeamento institucional, a partir do qual elaboramos estratégias favorecedoras das mudanças necessárias para a otimização do processo educativo. Foram realizados quatro encontros com as profissionais acerca da relação entre teoria e prática a partir da discussão das correntes filosóficas (inatista, empirista e interacionista), pois a teoria era percebida como algo que não ofereceria subsídio para resolver as dificuldades da prática e sobre Habilidades Sociais, pois a queixa de dificuldade nos relacionamentos dos profissionais entre si e destes com as crianças e pais eram freqüente e influenciava diretamente na qualidade das praticas pedagógicas. Alguns recursos utilizados foram: datashow, debate e dinâmicas. A partir das intervenções e do feedback das educadoras acerca dos encontros foi possível concluir que estes foram significativos para a prática das mesmas, pois se constituíram em momentos de reflexão sobre sua atuação e permitiu que realizassem uma leitura histórica e crítica sobre os fenômenos educacionais.Diante do exposto, defende-se a importância do trabalho do (a) Psicólogo(a) Escolar/Educacional, como um agente de transformação que deve contribuir para modificar esse cenário, a partir de um trabalho coletivo e de formação continuada que envolva os educadores no sentido de criar espaços de discussão e redimensionamento das concepções que orientam suas práticas."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "PSICOLOGIA ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA1_ID7510_11092017205516.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CLARA RAÍSSA FERNANDES DE MELO"
    "autor_nome_curto" => "CLARA"
    "autor_email" => "clararfm1@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A atuação do psicólogo escolar entendida como relacional e institucional pode envolver dentre outras funções, a assessoraria ao trabalho coletivo dos atores escolares, oportunizando a conscientização das concepções orientadoras das práticas pedagógicas que se refletem nos espaços e nas práticas institucionalizadas, bem como nas relações sociais e nos processos de gestão. Um das contribuições da psicologia à educação está no processo de formação docente para a elaboração de propostas mais consistentes que resultem em melhorias da prática e do processo de ensino aprendizagem. Nesse sentido o presente estudo relata uma formação desenvolvida com professoras e tutoras de uma Escola Municipal de Ensino Fundamental do município de João Pessoadurante o estágio supervisionado em Psicologia Escolar I, do curso de Psicologia da Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Foi realizado inicialmente um mapeamento institucional, a partir do qual elaboramos estratégias favorecedoras das mudanças necessárias para a otimização do processo educativo. Foram realizados quatro encontros com as profissionais acerca da relação entre teoria e prática a partir da discussão das correntes filosóficas (inatista, empirista e interacionista), pois a teoria era percebida como algo que não ofereceria subsídio para resolver as dificuldades da prática e sobre Habilidades Sociais, pois a queixa de dificuldade nos relacionamentos dos profissionais entre si e destes com as crianças e pais eram freqüente e influenciava diretamente na qualidade das praticas pedagógicas. Alguns recursos utilizados foram: datashow, debate e dinâmicas. A partir das intervenções e do feedback das educadoras acerca dos encontros foi possível concluir que estes foram significativos para a prática das mesmas, pois se constituíram em momentos de reflexão sobre sua atuação e permitiu que realizassem uma leitura histórica e crítica sobre os fenômenos educacionais.Diante do exposto, defende-se a importância do trabalho do (a) Psicólogo(a) Escolar/Educacional, como um agente de transformação que deve contribuir para modificar esse cenário, a partir de um trabalho coletivo e de formação continuada que envolva os educadores no sentido de criar espaços de discussão e redimensionamento das concepções que orientam suas práticas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.