Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 1544
O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA POR MEIO DE MEMES

Palavra-chaves: MEMES, GÊNERO TEXTUAL, ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA Comunicação Oral (CO) GT16-GÊNEROS DISCURSIVO E/OU TEXTUAL: ENSINO/APRENDIZAGEM Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

O presente trabalho procura demonstrar como os memes que circulam na esfera digital, principalmente nas redes sociais, podem ser utilizados em sala de aula como possibilidade de ensino e aprendizagem de língua portuguesa. Uma das funcionalidades textuais desses gêneros de conteúdo humorístico é fazer com que a língua portuguesa se materialize para seus interlocutores por meio da integração texto e imagem. Textualidade essa normalmente encontrada nos memes. Para tanto, esse artigo propõe investigar a plausibilidade de utilização educativa, no ensino de língua materna, dos memes oriundos da página humorística Bode Gaiato e que, normalmente, costumam circular nas redes sociais atualmente destacáveis em nossa sociedade, tais como: Facebook, Instagram, Whatsapp, entre outros. Essas produções estão impregnadas de valores socioculturais, bem como regionais, através de uma linguagem recorrentemente tida como nordestinizada e que, dessa forma, costuma se apresentar um tanto quanto diferente da linguagem rotulada como padrão da língua portuguesa, graças as suas características estereotipadas. Assim, metodologicamente, pretende-se evidenciar como esses gêneros podem ser utilizados em sala de aula para o desenvolvimento da habilidade leitora e, principalmente, da capacidade de reescrita pelos alunos desses textos para uma possível adequação à linguagem padrão, não por considerar essa ou aquela variante mais valorativa do que a outra, mas, sim, procurando despertar, no alunado, a desenvoltura em utilizar as mais sortidas manifestações da língua portuguesa existentes em nosso meio. Nesse sentido, utilizou-se como suporte teórico os estudos de Bakhtin (2003); Dolz; Noverraz; Schneuwly (2004); Marcuschi (2008) bem como os postulados de autores como Oliveira (2010), e Libâneo (2013). Já sobre a relevância dos memes no ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa, utilizar-se-á das contribuições de Cerqueira (2015). Como possíveis resultados, entende-se que a recorrência de textos provenientes das redes sociais é relevante para o ensino da língua portuguesa, em virtude de que muitas pessoas, que tem acesso a esses memes, conseguem, de forma direta ou indireta, reconhecer as variantes da língua materna que se manifestam nesses gêneros tematicamente humorísticos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Comentários

Por que meu comentário não aparece?
  • Cristiane Alves da Silva

    Excelente!

    24/07/2021 15:40:43
  • vilma muniz daufenback

    .......

    13/06/2021 16:58:56
  • Maricelia N. Souza Polli.

    é uma ideia louvável que agrada as crianças e jovem, nós professores precisamos adaptar novas formas de ensinar os conteúdos.

    13/05/2021 15:51:23

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.