Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

LIÇÕES SOBRE GÊNERO: ENSINANDO E APRENDENDO COM “ANGÉLICA”, DE LYGIA BOJUNGA

Palavra-chaves: GÊNERO, ROTEIRO DE LEITURA, LYGIA BOJUNGA Comunicação Oral (CO) GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27426
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 392
    "inscrito_id" => 1059
    "titulo" => "LIÇÕES SOBRE GÊNERO: ENSINANDO E APRENDENDO COM “ANGÉLICA”, DE LYGIA BOJUNGA"
    "resumo" => "Sendo a sala de aula um ambiente propício para o diálogo de temas importantes e de impacto na sociedade, discutir gênero nesse espaço torna-se essencial, sobretudo em um país de relações desiguais entre os sexos, tanto materialmente quanto simbolicamente. Na literatura encontra-se um meio possível para essa discussão, tendo em vista que nela a realidade pode ser problematizada. No âmbito da literatura infantojuvenil, Lygia Bojunga se destaca por retratar temas polêmicos, especialmente as relações de gênero. Em Angélica (1975), observa-se o conflito das personagens em sua trajetória de constituição do masculino e do feminino, questionando esses lugares como naturais, absolutos e estanques. Nesse sentido, o presente trabalho propõe um roteiro de leitura dessa obra, com o objetivo de sistematizar didaticamente algumas questões temáticas e formais, enfocando, através delas, o gênero. Para isso, no que se refere aos estudos de gênero, a fundamentação teórica consiste nas reflexões de Carson (1995), Scott (1995), entre outros autores; quanto à metodologia de ensino da literatura, consideram-se as perspectivas de abordagem do letramento literário, tal como o define Cosson (2016, 2014). A expectativa é de que a proposta didática sugerida auxilie os professores no árduo trabalho que é fazer da literatura um espaço amplo e plural de debates, sobretudo de temas polêmicos, incluindo o aluno nesse processo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA"
    "palavra_chave" => "GÊNERO, ROTEIRO DE LEITURA, LYGIA BOJUNGA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA18_ID1059_15032017202447.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "OTAÍZA DOS SANTOS SILVA "
    "autor_nome_curto" => "OTAÍZA SILVA "
    "autor_email" => "otaiza2014@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27426
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 392
    "inscrito_id" => 1059
    "titulo" => "LIÇÕES SOBRE GÊNERO: ENSINANDO E APRENDENDO COM “ANGÉLICA”, DE LYGIA BOJUNGA"
    "resumo" => "Sendo a sala de aula um ambiente propício para o diálogo de temas importantes e de impacto na sociedade, discutir gênero nesse espaço torna-se essencial, sobretudo em um país de relações desiguais entre os sexos, tanto materialmente quanto simbolicamente. Na literatura encontra-se um meio possível para essa discussão, tendo em vista que nela a realidade pode ser problematizada. No âmbito da literatura infantojuvenil, Lygia Bojunga se destaca por retratar temas polêmicos, especialmente as relações de gênero. Em Angélica (1975), observa-se o conflito das personagens em sua trajetória de constituição do masculino e do feminino, questionando esses lugares como naturais, absolutos e estanques. Nesse sentido, o presente trabalho propõe um roteiro de leitura dessa obra, com o objetivo de sistematizar didaticamente algumas questões temáticas e formais, enfocando, através delas, o gênero. Para isso, no que se refere aos estudos de gênero, a fundamentação teórica consiste nas reflexões de Carson (1995), Scott (1995), entre outros autores; quanto à metodologia de ensino da literatura, consideram-se as perspectivas de abordagem do letramento literário, tal como o define Cosson (2016, 2014). A expectativa é de que a proposta didática sugerida auxilie os professores no árduo trabalho que é fazer da literatura um espaço amplo e plural de debates, sobretudo de temas polêmicos, incluindo o aluno nesse processo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA"
    "palavra_chave" => "GÊNERO, ROTEIRO DE LEITURA, LYGIA BOJUNGA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA18_ID1059_15032017202447.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "OTAÍZA DOS SANTOS SILVA "
    "autor_nome_curto" => "OTAÍZA SILVA "
    "autor_email" => "otaiza2014@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Sendo a sala de aula um ambiente propício para o diálogo de temas importantes e de impacto na sociedade, discutir gênero nesse espaço torna-se essencial, sobretudo em um país de relações desiguais entre os sexos, tanto materialmente quanto simbolicamente. Na literatura encontra-se um meio possível para essa discussão, tendo em vista que nela a realidade pode ser problematizada. No âmbito da literatura infantojuvenil, Lygia Bojunga se destaca por retratar temas polêmicos, especialmente as relações de gênero. Em Angélica (1975), observa-se o conflito das personagens em sua trajetória de constituição do masculino e do feminino, questionando esses lugares como naturais, absolutos e estanques. Nesse sentido, o presente trabalho propõe um roteiro de leitura dessa obra, com o objetivo de sistematizar didaticamente algumas questões temáticas e formais, enfocando, através delas, o gênero. Para isso, no que se refere aos estudos de gênero, a fundamentação teórica consiste nas reflexões de Carson (1995), Scott (1995), entre outros autores; quanto à metodologia de ensino da literatura, consideram-se as perspectivas de abordagem do letramento literário, tal como o define Cosson (2016, 2014). A expectativa é de que a proposta didática sugerida auxilie os professores no árduo trabalho que é fazer da literatura um espaço amplo e plural de debates, sobretudo de temas polêmicos, incluindo o aluno nesse processo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.