Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 199
GÊNEROS DISCURSIVOS E FACEBOOK: UMA PERSPECTIVA DE ENSINO DE LÍNGUAS A PARTIR DO PERFIL DE USUÁRIOS

Palavra-chaves: GÊNEROS, FACEBOOK, CULTURAS HÍBRIDAS Comunicação Oral (CO) GT16-GÊNEROS DISCURSIVO E/OU TEXTUAL: ENSINO/APRENDIZAGEM

Resumo

Com o advento da internet, surgiu também novas formas de comunicação. Os sites de redes sociais são uma dessas invenções que possibilitam interações instantâneas, de rápido acesso e fácil acesso. São nesses ambientes que várias culturas interagem diariamente utilizando inúmeros gêneros discursivos (BAKHTIN, 2011) que possibilitam o uso da língua, assim como diversos aspectos das culturas envolvidas. Diante disso, é nosso objetivo buscar traçar o perfil dos usuários de uma comunidade no Facebook que tem como assunto principal a LIBRAS, assim como a perspectiva de ensino de línguas (LIBRAS e/ou Português) que os usuários da comunidade estão propensos a adquirir. Para atingirmos nossos objetivos, partimos da aplicação de questionários para trinta e três usuários de uma página no Facebook com o intuito de avaliar qual é o perfil daqueles que interagem na comunidade LIBRAS e quais os seus propósitos e possíveis aprendizagens nesta comunidade. Nossos resultados, ainda incipientes, apontam que os usuários da página buscam aprender LIBRAS e/ou português e que, de fato, a página está convergente a esse objetivo, principalmente na aprendizagem de sinais em LIBRAS, conhecimentos sobre a cultura surda e aquisição de novos vocabulários em português. Diante disso, é perceptível que os sites de redes sociais, além de proporcionarem a inclusão e comunicação entre as duas culturas, Surda e ouvinte, influenciam na aquisição de uma nova língua e preceitos culturais.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.