Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

A ESCOLA E OS LUGARES DA CULTURA AFROBRASILEIRA

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL, EDUCAÇÃO BÁSICA, CULTURA AFROBRASILEIRA, DIVERSIDADE Comunicação Oral (CO) GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27130
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 582
    "inscrito_id" => 1480
    "titulo" => "A ESCOLA E OS LUGARES DA CULTURA AFROBRASILEIRA"
    "resumo" => "Este artigo discute sobre a cultura afrobrasileira na escola na perspectiva de uma educação para a diversidade na perspectiva da inclusão social. Nele objetivamos compreender como o ensino da história e cultura afrobrasileira são vistos na escola e a importância desta discussão no contexto escolar. A discussão em torno da temática afro-brasileira se torna emergente na sociedade brasileira, sobretudo no contexto da educação, em que discutir sobre a cultura afrobrasileira torna-se uma necessidade primaz em face de sua invisibilidade, ainda persistente no contexto da educação básica. Partimos de uma pesquisa bibliográfica e documental cujas reflexões buscam vislumbrar qual o lugar da escola no contexto da cultura afro-brasileira, diante do cenário emergente no qual estamos inseridos atualmente. Nos ancoramos teoricamente nos estudos de Foster (2004), Romão (2002) e Silva Júnior (2005), procurando entender de que maneira a lei 10.639/2003, 14 anos após sua implementação pode ser vislumbrada na escola destacando o significado desta política pública, na discussão da temática no cotidiano escolar. Buscamos ao longo do texto discutir as contribuições e as perspectivas que se tem ainda com relação à lei em voga. O estudo busca acentuar um debate tendo como pano de fundo os saberes docentes a partir das tessituras da lei 10.639/03, discutidos em artigos e documentos de referência. Mediante tal aspecto, trazer para o contexto da escola a discussão em torno da cultura e identidade afro-brasileiras possibilita notabilizar suas expressões culturais, suas práticas cotidianas e o acervo de produções e artefatos, modos de ver e entender o mundo na qual estão inseridas, suas religiosidades, mas também, notificar suas resistências e as marcas desta resistência em diferentes temporalidades e espacialidades históricas, socialmente constituídas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL, EDUCAÇÃO BÁSICA, CULTURA AFROBRASILEIRA, DIVERSIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID1480_23032017155522.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SAULO JOSÉ VELOSO DE ANDRADE"
    "autor_nome_curto" => "SAULO JOSÉ"
    "autor_email" => "SAULOJOSESJVA@GMAIL.COM"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27130
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 582
    "inscrito_id" => 1480
    "titulo" => "A ESCOLA E OS LUGARES DA CULTURA AFROBRASILEIRA"
    "resumo" => "Este artigo discute sobre a cultura afrobrasileira na escola na perspectiva de uma educação para a diversidade na perspectiva da inclusão social. Nele objetivamos compreender como o ensino da história e cultura afrobrasileira são vistos na escola e a importância desta discussão no contexto escolar. A discussão em torno da temática afro-brasileira se torna emergente na sociedade brasileira, sobretudo no contexto da educação, em que discutir sobre a cultura afrobrasileira torna-se uma necessidade primaz em face de sua invisibilidade, ainda persistente no contexto da educação básica. Partimos de uma pesquisa bibliográfica e documental cujas reflexões buscam vislumbrar qual o lugar da escola no contexto da cultura afro-brasileira, diante do cenário emergente no qual estamos inseridos atualmente. Nos ancoramos teoricamente nos estudos de Foster (2004), Romão (2002) e Silva Júnior (2005), procurando entender de que maneira a lei 10.639/2003, 14 anos após sua implementação pode ser vislumbrada na escola destacando o significado desta política pública, na discussão da temática no cotidiano escolar. Buscamos ao longo do texto discutir as contribuições e as perspectivas que se tem ainda com relação à lei em voga. O estudo busca acentuar um debate tendo como pano de fundo os saberes docentes a partir das tessituras da lei 10.639/03, discutidos em artigos e documentos de referência. Mediante tal aspecto, trazer para o contexto da escola a discussão em torno da cultura e identidade afro-brasileiras possibilita notabilizar suas expressões culturais, suas práticas cotidianas e o acervo de produções e artefatos, modos de ver e entender o mundo na qual estão inseridas, suas religiosidades, mas também, notificar suas resistências e as marcas desta resistência em diferentes temporalidades e espacialidades históricas, socialmente constituídas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL, EDUCAÇÃO BÁSICA, CULTURA AFROBRASILEIRA, DIVERSIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID1480_23032017155522.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SAULO JOSÉ VELOSO DE ANDRADE"
    "autor_nome_curto" => "SAULO JOSÉ"
    "autor_email" => "SAULOJOSESJVA@GMAIL.COM"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Este artigo discute sobre a cultura afrobrasileira na escola na perspectiva de uma educação para a diversidade na perspectiva da inclusão social. Nele objetivamos compreender como o ensino da história e cultura afrobrasileira são vistos na escola e a importância desta discussão no contexto escolar. A discussão em torno da temática afro-brasileira se torna emergente na sociedade brasileira, sobretudo no contexto da educação, em que discutir sobre a cultura afrobrasileira torna-se uma necessidade primaz em face de sua invisibilidade, ainda persistente no contexto da educação básica. Partimos de uma pesquisa bibliográfica e documental cujas reflexões buscam vislumbrar qual o lugar da escola no contexto da cultura afro-brasileira, diante do cenário emergente no qual estamos inseridos atualmente. Nos ancoramos teoricamente nos estudos de Foster (2004), Romão (2002) e Silva Júnior (2005), procurando entender de que maneira a lei 10.639/2003, 14 anos após sua implementação pode ser vislumbrada na escola destacando o significado desta política pública, na discussão da temática no cotidiano escolar. Buscamos ao longo do texto discutir as contribuições e as perspectivas que se tem ainda com relação à lei em voga. O estudo busca acentuar um debate tendo como pano de fundo os saberes docentes a partir das tessituras da lei 10.639/03, discutidos em artigos e documentos de referência. Mediante tal aspecto, trazer para o contexto da escola a discussão em torno da cultura e identidade afro-brasileiras possibilita notabilizar suas expressões culturais, suas práticas cotidianas e o acervo de produções e artefatos, modos de ver e entender o mundo na qual estão inseridas, suas religiosidades, mas também, notificar suas resistências e as marcas desta resistência em diferentes temporalidades e espacialidades históricas, socialmente constituídas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.