Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

A CONSTITUIÇÃO DA LOUCURA ATRAVÉS DO DISCURSO RELIGIOSO EM “UMA HISTÓRIA DE FAMÍLIA”, DE SILVIANO SANTIAGO

Palavra-chaves: ROMANCE, , DISCURSO RELIGIOSO, , LOUCURA. Comunicação Oral (CO) GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27122
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 435
    "inscrito_id" => 1360
    "titulo" => "A CONSTITUIÇÃO DA LOUCURA ATRAVÉS DO DISCURSO RELIGIOSO EM “UMA HISTÓRIA DE FAMÍLIA”, DE SILVIANO SANTIAGO"
    "resumo" => "Na perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa (AD), os discursos se materializam em diferentes gêneros discursivos situados em determinadas práticas sociais e em domínios específicos. Sendo assim, o discurso literário se estabelece como uma fonte legitimadora de uma multiplicidade de discursos que precisa ser lida como um produto sócio-histórico-ideológico que se concretiza com a história e com a memória. Partindo da ideia de que o romance se configura como um laboratório da sociedade, o presente estudo tomou esse gênero como objeto de investigação, buscando compreender, através de conceitos foucaultianos, como se dá a constituição da loucura, por meio do discurso religioso no romance “Uma história de família”, de Silviano Santiago. Para tanto, a partir da análise de três recortes do referido romance e três sequências discursivas de cada um deles, elencou-se como objetivo identificar e analisar as marcas linguísticas denunciadoras do “lugar” outorgado a loucura pelo discurso religioso nessa obra literária. Chegando às considerações finais, percebeu-se que, alicerçado no discurso religioso, a sociedade representada no romance, encontrava subsídios para ratificar a segregação da loucura, buscando controlar os sujeitos em nome de uma moral que a todo tempo é desconstruída pelo narrador-personagem que se vale do próprio discurso religioso para desconstruir a imagem idealizada de família e estigmatizada do que seria a loucura. Além disso, viu-se que a loucura é constituída como uma doença da alma, como uma decorrência pecaminosa da família que, por castigo divino, é obrigada a conviver com esse tipo de mal que assola a sociedade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA"
    "palavra_chave" => "ROMANCE,, DISCURSO RELIGIOSO,, LOUCURA."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA6_ID1360_16032017225254.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ELAINE DA SILVA REIS"
    "autor_nome_curto" => "ELAINE REIS"
    "autor_email" => "elainereis1406@gmail.com"
    "autor_ies" => "GOVERNO DO ESTADO DA PARA[IBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27122
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 435
    "inscrito_id" => 1360
    "titulo" => "A CONSTITUIÇÃO DA LOUCURA ATRAVÉS DO DISCURSO RELIGIOSO EM “UMA HISTÓRIA DE FAMÍLIA”, DE SILVIANO SANTIAGO"
    "resumo" => "Na perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa (AD), os discursos se materializam em diferentes gêneros discursivos situados em determinadas práticas sociais e em domínios específicos. Sendo assim, o discurso literário se estabelece como uma fonte legitimadora de uma multiplicidade de discursos que precisa ser lida como um produto sócio-histórico-ideológico que se concretiza com a história e com a memória. Partindo da ideia de que o romance se configura como um laboratório da sociedade, o presente estudo tomou esse gênero como objeto de investigação, buscando compreender, através de conceitos foucaultianos, como se dá a constituição da loucura, por meio do discurso religioso no romance “Uma história de família”, de Silviano Santiago. Para tanto, a partir da análise de três recortes do referido romance e três sequências discursivas de cada um deles, elencou-se como objetivo identificar e analisar as marcas linguísticas denunciadoras do “lugar” outorgado a loucura pelo discurso religioso nessa obra literária. Chegando às considerações finais, percebeu-se que, alicerçado no discurso religioso, a sociedade representada no romance, encontrava subsídios para ratificar a segregação da loucura, buscando controlar os sujeitos em nome de uma moral que a todo tempo é desconstruída pelo narrador-personagem que se vale do próprio discurso religioso para desconstruir a imagem idealizada de família e estigmatizada do que seria a loucura. Além disso, viu-se que a loucura é constituída como uma doença da alma, como uma decorrência pecaminosa da família que, por castigo divino, é obrigada a conviver com esse tipo de mal que assola a sociedade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA"
    "palavra_chave" => "ROMANCE,, DISCURSO RELIGIOSO,, LOUCURA."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA6_ID1360_16032017225254.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ELAINE DA SILVA REIS"
    "autor_nome_curto" => "ELAINE REIS"
    "autor_email" => "elainereis1406@gmail.com"
    "autor_ies" => "GOVERNO DO ESTADO DA PARA[IBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Na perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa (AD), os discursos se materializam em diferentes gêneros discursivos situados em determinadas práticas sociais e em domínios específicos. Sendo assim, o discurso literário se estabelece como uma fonte legitimadora de uma multiplicidade de discursos que precisa ser lida como um produto sócio-histórico-ideológico que se concretiza com a história e com a memória. Partindo da ideia de que o romance se configura como um laboratório da sociedade, o presente estudo tomou esse gênero como objeto de investigação, buscando compreender, através de conceitos foucaultianos, como se dá a constituição da loucura, por meio do discurso religioso no romance “Uma história de família”, de Silviano Santiago. Para tanto, a partir da análise de três recortes do referido romance e três sequências discursivas de cada um deles, elencou-se como objetivo identificar e analisar as marcas linguísticas denunciadoras do “lugar” outorgado a loucura pelo discurso religioso nessa obra literária. Chegando às considerações finais, percebeu-se que, alicerçado no discurso religioso, a sociedade representada no romance, encontrava subsídios para ratificar a segregação da loucura, buscando controlar os sujeitos em nome de uma moral que a todo tempo é desconstruída pelo narrador-personagem que se vale do próprio discurso religioso para desconstruir a imagem idealizada de família e estigmatizada do que seria a loucura. Além disso, viu-se que a loucura é constituída como uma doença da alma, como uma decorrência pecaminosa da família que, por castigo divino, é obrigada a conviver com esse tipo de mal que assola a sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.