Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

SUPORTE NUTRICIONAL DO PACIENTE IDOSO INTERNADO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, SAÚDE DO IDOSO, NUTRIÇÃO Pôster (PO) / Poster Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24719
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 62
    "inscrito_id" => 653
    "titulo" => "SUPORTE NUTRICIONAL DO PACIENTE IDOSO INTERNADO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA"
    "resumo" => "Para o idoso, a determinação do seu estado nutricional deve considerar uma complexa rede de fatores. O  profissional enfermeiro promove  na Unidade de Terapia Intensiva  um cuidado contínuo a estes pacientes, torna-se fundamental a monitorização dos aspectos nutricionais destes a fim de minimizar agravos advindos do déficit nutricional. Objetivo:analisar os aspectos inerentes a nutrição de idosos internados em uma Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia:estudo, descritivo, quantitativo, que apresenta desenho metodológico individuado e seccional. A amostra foi constituída por  15 pacientes, selecionados aleatoriamente, com base nos seguintes critérios inclusão: ter mais de 60 anos de idade, está em dietoterápica via nasoenteral e ou enteral. Os critérios de exclusão foram: pacientes em pós-operatório imediato e/ou pacientes que tivessem em dieta zero por quaisquer motivos no decorrer do estudo.Conclusão: Ao realizar a coleta de dados deparou-se com um cenário clínico onde 14 (93%) dos pacientes analisados não tinham parecer do nutricionista bem como sua dieta e/ou suplementação prescrita pelo mesmo, enquanto 1(7%) constava no prontuário somente a prescrição de um suplemento hiperprotéico. As comorbidades analisadas nos pacientes da amostra 9 (60%) dos pacientes tinham diagnóstico médico de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), 10 (67%) tinham Diabetes Mellitus (DM) e 4 (27%) tinham ambos diagnósticos HAS e DM. A terapia nutricional deve ser estabelecida através de uma avaliação clínica, deve se avaliar além do IMC, as doenças bases."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "ENFERMAGEM, SAÚDE DO IDOSO, NUTRIÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA4_ID653_13082016231723.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SONIA MARIA  DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "SONIA MARIA"
    "autor_email" => "soninhasmsilva@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24719
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 62
    "inscrito_id" => 653
    "titulo" => "SUPORTE NUTRICIONAL DO PACIENTE IDOSO INTERNADO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA"
    "resumo" => "Para o idoso, a determinação do seu estado nutricional deve considerar uma complexa rede de fatores. O  profissional enfermeiro promove  na Unidade de Terapia Intensiva  um cuidado contínuo a estes pacientes, torna-se fundamental a monitorização dos aspectos nutricionais destes a fim de minimizar agravos advindos do déficit nutricional. Objetivo:analisar os aspectos inerentes a nutrição de idosos internados em uma Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia:estudo, descritivo, quantitativo, que apresenta desenho metodológico individuado e seccional. A amostra foi constituída por  15 pacientes, selecionados aleatoriamente, com base nos seguintes critérios inclusão: ter mais de 60 anos de idade, está em dietoterápica via nasoenteral e ou enteral. Os critérios de exclusão foram: pacientes em pós-operatório imediato e/ou pacientes que tivessem em dieta zero por quaisquer motivos no decorrer do estudo.Conclusão: Ao realizar a coleta de dados deparou-se com um cenário clínico onde 14 (93%) dos pacientes analisados não tinham parecer do nutricionista bem como sua dieta e/ou suplementação prescrita pelo mesmo, enquanto 1(7%) constava no prontuário somente a prescrição de um suplemento hiperprotéico. As comorbidades analisadas nos pacientes da amostra 9 (60%) dos pacientes tinham diagnóstico médico de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), 10 (67%) tinham Diabetes Mellitus (DM) e 4 (27%) tinham ambos diagnósticos HAS e DM. A terapia nutricional deve ser estabelecida através de uma avaliação clínica, deve se avaliar além do IMC, as doenças bases."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "ENFERMAGEM, SAÚDE DO IDOSO, NUTRIÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA4_ID653_13082016231723.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SONIA MARIA  DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "SONIA MARIA"
    "autor_email" => "soninhasmsilva@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

Para o idoso, a determinação do seu estado nutricional deve considerar uma complexa rede de fatores. O profissional enfermeiro promove na Unidade de Terapia Intensiva um cuidado contínuo a estes pacientes, torna-se fundamental a monitorização dos aspectos nutricionais destes a fim de minimizar agravos advindos do déficit nutricional. Objetivo:analisar os aspectos inerentes a nutrição de idosos internados em uma Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia:estudo, descritivo, quantitativo, que apresenta desenho metodológico individuado e seccional. A amostra foi constituída por 15 pacientes, selecionados aleatoriamente, com base nos seguintes critérios inclusão: ter mais de 60 anos de idade, está em dietoterápica via nasoenteral e ou enteral. Os critérios de exclusão foram: pacientes em pós-operatório imediato e/ou pacientes que tivessem em dieta zero por quaisquer motivos no decorrer do estudo.Conclusão: Ao realizar a coleta de dados deparou-se com um cenário clínico onde 14 (93%) dos pacientes analisados não tinham parecer do nutricionista bem como sua dieta e/ou suplementação prescrita pelo mesmo, enquanto 1(7%) constava no prontuário somente a prescrição de um suplemento hiperprotéico. As comorbidades analisadas nos pacientes da amostra 9 (60%) dos pacientes tinham diagnóstico médico de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), 10 (67%) tinham Diabetes Mellitus (DM) e 4 (27%) tinham ambos diagnósticos HAS e DM. A terapia nutricional deve ser estabelecida através de uma avaliação clínica, deve se avaliar além do IMC, as doenças bases.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.