Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 148
COMPARAÇÃO ENTRE O ÍNDICE DE QUEDAS E A INFLUÊNCIA DO SISTEMA RESPIRATÓRIO EM IDOSAS

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO, QUEDAS, SISTEMA RESPIRATÓRIO Pôster (PO) / Poster Submission AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA

Resumo

O aumento da expectativa de vida da população idosa torna-se cada vez mais evidente, e é apontada como um fenômeno mundial. Sabe-se que o processo de envelhecimento é algo inerente ao ser humano, representa a passagem do tempo, não a patologia, sendo um processo natural e fisiológico. O objetivo do estudo foi comparar o índice de quedas e o sistema respiratório através de testes de função pulmonar de idosas no município de Mossoró-RN. A pesquisa foi realizada um total de 28 idosas, 14 que sofreram quedas (Grupo A) e 14 que não sofreram quedas (Grupo B) no último ano. A avaliação inicia-se com uma ficha de avaliação proposta pelos autores, o teste de mini exame de estado mental, seguido da avaliação respiratória através da espirometria, manovacuometria e ventilometria. Foi utilizado o teste de Shapiro wilk para verificar se as variáveis do estudo se comportam de forma normal e para comparação entre os grupos foi aplicado o teste t para amostras independentes. Após os testes foram obtidos os resultados para o teste de espirometria: grupo A: CVF = 2,2±0,65 (p= 0,87) e VEF1= 1,5±0,7 (p=0,75) e o grupo B: CVF= 2,2±0,63 (p= 0,87) e VEF1= 1,3±0,3 (p=0,75). Para Manovacuometria: grupo A: Pimáx= 69±25 (p=0,79) e o grupo B: Pimáx= 70±32 (p=0,79). Para a ventilometria: grupo A: VM=7334±2781 (p=0,14), VC= 8,3±3,0 (p=0,81), CV= 93±50 (p=0,39) e para o grupo b: VM= 8696±2140 (p=0,14), VC=8,6±4,7 (p=0,81), CV= 110±39 (p=0,39). Os principais achados dessa pesquisa são valores mais baixos para o grupo A, mostrando relevância clínica, principalmente para a CV.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.