Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

PERFIL DE IDOSOS UROSTOMIZADOS RESIDENTES NO RIO GRANDE DO NORTE

Palavra-chaves: ESTOMIA, ENFERMAGEM, PERFIL DE SAÚDE Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24598
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 468
    "inscrito_id" => 340
    "titulo" => "PERFIL DE IDOSOS UROSTOMIZADOS RESIDENTES NO RIO GRANDE DO NORTE"
    "resumo" => "Introdução: A urostomia consiste em um procedimento cirúrgico pelo qual é feita uma nova via de saída da urina, através da parede abdominal, quando há alguma grave disfunção do sistema urinário. Quando esta é a confeccionada em uma pessoa idosa representa uma dificuldade ainda maior, devido ao processo de envelhecimento, que envolve múltiplas mudanças. Assim, objetivou-se investigar o perfil dos idosos urostomizados atendidos no Centro Especializado em Reabilitação e Habilitação do Rio Grande do Norte (CERHRN). Metodologia: pesquisa transversal, retrospectiva, com abordagem quantitativa, realizada no período de janeiro a dezembro de 2015, com 37 urostomizados ativos, cadastrados na AORN e atendidos no CERHRN. A coleta de dados foi realizada com base na observação documental dos prontuários das pessoas com urostomia. Resultados: 21 (56,8%) eram do sexo masculino e 16 (43,2%) do sexo feminino. No que se refere ao estado civil, a maioria do sexo masculino eram casados (45,9%), enquanto que as do sexo feminino, a maioria eram viúvas (18,9%). Quanto à profissão, os homens concentram-se como Aposentado/Pensionista/Beneficiário (21,6%), enquanto que as mulheres são do lar (10,8%). Os diagnósticos mais frequentes foram os de câncer de bexiga (56,8%), lesão de bexiga (8,1%) e carcinoma urotelial (8,1%). Conclusão: verificou-se, portanto, que é de grande importância o conhecimento das características sóciodemográficas  pelo profissional de enfermagem, para auxiliar os idosos urostomizados na sua adaptação frente ao envelhecimento, considerando-se que a confecção de uma urostomia somada ao processo de envelhecer repercute nos vários aspectos na vida de uma pessoa, independente do sexo. Além disso, a partir do perfil educacional,  foi possível depreender a necessidade da equipe de enfatizar uma educação em saúde voltada para os direitos dos ostomizados."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "ESTOMIA, ENFERMAGEM, PERFIL DE SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA4_ID340_10102016201839.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ISABELLE PEREIRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ISABELLE"
    "autor_email" => "isabelle_dasilva@hotmail."
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24598
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 468
    "inscrito_id" => 340
    "titulo" => "PERFIL DE IDOSOS UROSTOMIZADOS RESIDENTES NO RIO GRANDE DO NORTE"
    "resumo" => "Introdução: A urostomia consiste em um procedimento cirúrgico pelo qual é feita uma nova via de saída da urina, através da parede abdominal, quando há alguma grave disfunção do sistema urinário. Quando esta é a confeccionada em uma pessoa idosa representa uma dificuldade ainda maior, devido ao processo de envelhecimento, que envolve múltiplas mudanças. Assim, objetivou-se investigar o perfil dos idosos urostomizados atendidos no Centro Especializado em Reabilitação e Habilitação do Rio Grande do Norte (CERHRN). Metodologia: pesquisa transversal, retrospectiva, com abordagem quantitativa, realizada no período de janeiro a dezembro de 2015, com 37 urostomizados ativos, cadastrados na AORN e atendidos no CERHRN. A coleta de dados foi realizada com base na observação documental dos prontuários das pessoas com urostomia. Resultados: 21 (56,8%) eram do sexo masculino e 16 (43,2%) do sexo feminino. No que se refere ao estado civil, a maioria do sexo masculino eram casados (45,9%), enquanto que as do sexo feminino, a maioria eram viúvas (18,9%). Quanto à profissão, os homens concentram-se como Aposentado/Pensionista/Beneficiário (21,6%), enquanto que as mulheres são do lar (10,8%). Os diagnósticos mais frequentes foram os de câncer de bexiga (56,8%), lesão de bexiga (8,1%) e carcinoma urotelial (8,1%). Conclusão: verificou-se, portanto, que é de grande importância o conhecimento das características sóciodemográficas  pelo profissional de enfermagem, para auxiliar os idosos urostomizados na sua adaptação frente ao envelhecimento, considerando-se que a confecção de uma urostomia somada ao processo de envelhecer repercute nos vários aspectos na vida de uma pessoa, independente do sexo. Além disso, a partir do perfil educacional,  foi possível depreender a necessidade da equipe de enfatizar uma educação em saúde voltada para os direitos dos ostomizados."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA"
    "palavra_chave" => "ESTOMIA, ENFERMAGEM, PERFIL DE SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD2_SA4_ID340_10102016201839.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ISABELLE PEREIRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ISABELLE"
    "autor_email" => "isabelle_dasilva@hotmail."
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: A urostomia consiste em um procedimento cirúrgico pelo qual é feita uma nova via de saída da urina, através da parede abdominal, quando há alguma grave disfunção do sistema urinário. Quando esta é a confeccionada em uma pessoa idosa representa uma dificuldade ainda maior, devido ao processo de envelhecimento, que envolve múltiplas mudanças. Assim, objetivou-se investigar o perfil dos idosos urostomizados atendidos no Centro Especializado em Reabilitação e Habilitação do Rio Grande do Norte (CERHRN). Metodologia: pesquisa transversal, retrospectiva, com abordagem quantitativa, realizada no período de janeiro a dezembro de 2015, com 37 urostomizados ativos, cadastrados na AORN e atendidos no CERHRN. A coleta de dados foi realizada com base na observação documental dos prontuários das pessoas com urostomia. Resultados: 21 (56,8%) eram do sexo masculino e 16 (43,2%) do sexo feminino. No que se refere ao estado civil, a maioria do sexo masculino eram casados (45,9%), enquanto que as do sexo feminino, a maioria eram viúvas (18,9%). Quanto à profissão, os homens concentram-se como Aposentado/Pensionista/Beneficiário (21,6%), enquanto que as mulheres são do lar (10,8%). Os diagnósticos mais frequentes foram os de câncer de bexiga (56,8%), lesão de bexiga (8,1%) e carcinoma urotelial (8,1%). Conclusão: verificou-se, portanto, que é de grande importância o conhecimento das características sóciodemográficas pelo profissional de enfermagem, para auxiliar os idosos urostomizados na sua adaptação frente ao envelhecimento, considerando-se que a confecção de uma urostomia somada ao processo de envelhecer repercute nos vários aspectos na vida de uma pessoa, independente do sexo. Além disso, a partir do perfil educacional, foi possível depreender a necessidade da equipe de enfatizar uma educação em saúde voltada para os direitos dos ostomizados.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.