Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DA ATIVIDADE FÍSICA

Palavra-chaves: QUALIDADE DE VIDA, IDOSOS, ATIVIDADE FÍSICA Pôster (PO) / Poster Submission AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24377
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 458
    "inscrito_id" => 2281
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DA ATIVIDADE FÍSICA"
    "resumo" => """
      Resumo\r\n
      Objetivo: Comparar a percepção subjetiva de qualidade de vida de idosos praticantes e não praticantes de atividade física. Método: Estudo transversal com abordagem quantitativa, composto por 40 idosos de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 65 anos, divididos em dois grupos. O primeiro grupo constituído por frequentadores de um centro de convivência no bairro Emaús-Parnamirim (RN), praticantes de atividade física regular e o outro por residentes de uma instituição de Longa Permanência, localizada no bairro Planalto-Natal (RN), considerados não praticantes de atividade física. Inicialmente aplicou-se um questionário referente às características sociodemográficas seguido do SF36, questionário validado no Brasil que avalia a qualidade de vida relacionada à saúde.  Resultados: identificou-se que o grupo dos não ativos apresentaram maiores índices de sobrepeso/obesidade (75,0%). Quando se analisou a qualidade de vida por meio do SF-36 detectou-se que o grupo de idosos ativos apresentaram maiores escores para todos os domínios de qualidade de vida, com resultados estatisticamente significativos (p<0,001), quando comparados com o grupo de não ativos. Detectou-se que a capacidade funcional apresentou o maior escore médio tanto para os ativos (86,9) quanto para os considerados não ativos (70,6) e o menor escore médio foi identificado na dimensão vitalidade (67,8) ativos e (47,3) não ativos. Conclusão: Nossos resultados evidenciaram que os idosos praticantes de exercícios físicos regular possuem melhor qualidade de vida quando comparados a idosos inativos.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO"
    "palavra_chave" => "QUALIDADE DE VIDA, IDOSOS, ATIVIDADE FÍSICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA7_ID2281_10102016193645.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FERNANDA MARTYNELLY DE LIMA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "FERNANDA LIMA "
    "autor_email" => "fernandamartynelly@hotmai"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24377
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 458
    "inscrito_id" => 2281
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DA ATIVIDADE FÍSICA"
    "resumo" => """
      Resumo\r\n
      Objetivo: Comparar a percepção subjetiva de qualidade de vida de idosos praticantes e não praticantes de atividade física. Método: Estudo transversal com abordagem quantitativa, composto por 40 idosos de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 65 anos, divididos em dois grupos. O primeiro grupo constituído por frequentadores de um centro de convivência no bairro Emaús-Parnamirim (RN), praticantes de atividade física regular e o outro por residentes de uma instituição de Longa Permanência, localizada no bairro Planalto-Natal (RN), considerados não praticantes de atividade física. Inicialmente aplicou-se um questionário referente às características sociodemográficas seguido do SF36, questionário validado no Brasil que avalia a qualidade de vida relacionada à saúde.  Resultados: identificou-se que o grupo dos não ativos apresentaram maiores índices de sobrepeso/obesidade (75,0%). Quando se analisou a qualidade de vida por meio do SF-36 detectou-se que o grupo de idosos ativos apresentaram maiores escores para todos os domínios de qualidade de vida, com resultados estatisticamente significativos (p<0,001), quando comparados com o grupo de não ativos. Detectou-se que a capacidade funcional apresentou o maior escore médio tanto para os ativos (86,9) quanto para os considerados não ativos (70,6) e o menor escore médio foi identificado na dimensão vitalidade (67,8) ativos e (47,3) não ativos. Conclusão: Nossos resultados evidenciaram que os idosos praticantes de exercícios físicos regular possuem melhor qualidade de vida quando comparados a idosos inativos.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO"
    "palavra_chave" => "QUALIDADE DE VIDA, IDOSOS, ATIVIDADE FÍSICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA7_ID2281_10102016193645.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FERNANDA MARTYNELLY DE LIMA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "FERNANDA LIMA "
    "autor_email" => "fernandamartynelly@hotmai"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Resumo Objetivo: Comparar a percepção subjetiva de qualidade de vida de idosos praticantes e não praticantes de atividade física. Método: Estudo transversal com abordagem quantitativa, composto por 40 idosos de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 65 anos, divididos em dois grupos. O primeiro grupo constituído por frequentadores de um centro de convivência no bairro Emaús-Parnamirim (RN), praticantes de atividade física regular e o outro por residentes de uma instituição de Longa Permanência, localizada no bairro Planalto-Natal (RN), considerados não praticantes de atividade física. Inicialmente aplicou-se um questionário referente às características sociodemográficas seguido do SF36, questionário validado no Brasil que avalia a qualidade de vida relacionada à saúde. Resultados: identificou-se que o grupo dos não ativos apresentaram maiores índices de sobrepeso/obesidade (75,0%). Quando se analisou a qualidade de vida por meio do SF-36 detectou-se que o grupo de idosos ativos apresentaram maiores escores para todos os domínios de qualidade de vida, com resultados estatisticamente significativos (p<0,001), quando comparados com o grupo de não ativos. Detectou-se que a capacidade funcional apresentou o maior escore médio tanto para os ativos (86,9) quanto para os considerados não ativos (70,6) e o menor escore médio foi identificado na dimensão vitalidade (67,8) ativos e (47,3) não ativos. Conclusão: Nossos resultados evidenciaram que os idosos praticantes de exercícios físicos regular possuem melhor qualidade de vida quando comparados a idosos inativos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.