Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 175
ANÁLISE DO EQUILÍBRIO CORPORAL DE IDOSAS OBESAS E NÃO OBESAS PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA

Palavra-chaves: OBESIDADE, EQUILIBRIO CORPORAL, IDOSAS Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT- 6: ATIVIDADE FÍSICA E ENVELHECIMENTO HUMANO

Resumo

É importante enfatizar que a incidência da obesidade é maior em idosos, pelo fato do envelhecimento vir acompanhado de uma série de mudanças fisiológicas e estruturais. No indivíduo obeso, a manutenção do equilíbrio e da estabilidade corporal é mais difícil, principalmente durante a marcha e a locomoção. Tonturas e vertigens são cada vez mais comuns com o processo de envelhecimento tornando-os mais propensos a quedas. O objetivo desse estudo é analisar e comparar o equilíbrio corporal de idosas obesas e não obesas praticantes de atividade física, considerando a interferência do excesso de peso no equilíbrio. O procedimento para a análise será Índice de Massa Corporal, método que através dele pode-se detectar a obesidade e, para mensurar o equilíbrio será utilizada à escala de equilíbrio de Berg versão brasileira adaptada por. Após a coleta, os dados serão processados no programa estatístico o Statistical Package for Social Science for Windows. Logo a seguir será iniciada a elaboração das discussões dos dados e resultados. A partir desse estudo concluímos que não houve relação do índice de massa corporal das idosas com o equilíbrio postural, que a instabilidade existente não foi significante, porém é comum entre os idosos, visto que com o envelhecimento as funções fisiológicas e biológicas sofrem alterações. A relação do equilíbrio com quedas em idosos devem ser ter uma maior atenção já que os resultados mostraram uma porcentagem de 6% a 8% mas idosas estudadas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.