Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 188
A PRÁTICA DO MÉTODO PILATES NA TERCEIRA IDADE: ANÁLISE DAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS (2014-2016) E SEUS DIRECIONAMENTOS

Palavra-chaves: PILATES, IDOSO, FISIOTERAPIA Pôster (PO) / Poster Submission AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA

Resumo

O processo de envelhecimento, caminho destacado nesta reflexão, é marcado por mudanças abruptas no individuo, onde podemos identificar outras alterações que, podem estar relacionadas com aspectos biopsicossociais (abandono, falta de ocupação), físicos (sedentarismo, problemas ortopédicos) e emocionais (depressão, ansiedade), dentre outros.A Inatividade Física tem se tornado a grande preocupação dos profissionais de saúde, visando alertar os idosos para um envelhecimento saudável e ativo. Desse modo, o Método Pilates é destacado neste estudo, por envolver uma série de movimentos controlados e fluidos, que visa melhorar a forma física e a flexibilidade, corrigindo eventuais problemas de postura, realinhando o equilíbrio original de sua estrutura corporal e intervindo diante dos declínios resultantes do processo do envelhecimento. Trata-se de uma pesquisa de revisão da literatura, de análise descritiva e abordagem predominantemente qualitativa, partindo da análise de estudos realizados e apresentados na literatura científica. O levantamento de dados foi realizado através de três bancos de dados eletrônicos: SCIELO, PORTAL CAPES, SCIENCE DIRECT. Para pesquisar no SCIELO e PORTAL CAPES, utilizamos as categorias em português: Pilates e Idosos, e no SCIENCE DIRECT em inglês: elderly; older adults; pilates. Ao filtrar os dados, adotamos como critérios de inclusão: os artigos inseridos num recorte temporal de 2014 a 2016, visando investigar o que há descrito na literatura acerca da temática envolvendo Pilates na Terceira Idade.A amostragem foi constituída por 13 artigos, sendo observado que em 2016 foi o periodo de maior quantitativo de publicações nos banco de dados PORTAL CAPES e SCIENCE DIRECT, tendo as principais abordagens direcionadas à desempenho motor, estabilidade postural e equilíbrio (n=5 artigos), seguido por mobilidade, flexibilidade e funcionalidade (n=4), considerando estas abordagens como de maior necessidade de intervenção à população idosa. Estima-se que novos estudos sejam realizados com abordagens direcionadas a comprovação do método como coadjuvante para minimizar os impactos decorrentes do envelhecimento e potencializar a funcionalidade do idoso, e que haja maior envolvimento do fisioterapeuta nestas pesquisas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.