Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

RAIMUNDO NA TERRA DE TATIPIRUN: A IMAGINAÇÃO CRIATIVA E A TRAJETÓRIA DO HERÓI MÍTICO

Publicado em 20 de dezembro de 2012

Resumo

Este trabalho se configura como uma mitocrítica do texto A terra dos meninos pelados (1937), de Graciliano Ramos, uma vez que busca compreender o texto literário a partir de um mito fundante: a trajetória do herói mítico. Desse modo, nosso objetivo é evidenciar a trajetória de Raimundo, personagem protagonista do conto, à terra de Tatipirun, o mundo imaginário criado pela imaginação dinâmica da personagem para fugir dos problemas reais. Para esse fim, nos ancoramos em autores como Campbell (1990; 2007), Ribeiro (2006). Segundo Campbell (1990), G. Bachelard (1990) e o mito como sendo um meio epifânico de sondar o mistério na busca de descobrir quem somos. Na narrativa, Raimundo se descobre enquanto ser humano na medida em que passa a pensar sobre sua existência. Nessa perspectiva, o livro de Graciliano é uma grande metáfora da alma humana, visto que traz um grande ensinamento, mítico, que, segundo Campbell (1990), mostra que a resposta para os problemas está dentro de nós mesmos. Por isso, Raimundo passa por um conflito interior para resolver outro, exterior. Fazendo a “viagem”, chega ao centro da própria existência. Esse é o grande resultado da trajetória do herói. Nesse sentido, seu regresso é triunfante.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.