Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

UN PEACEKEEPING: INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE

Palavra-chaves: UN PEACEKEEPING, INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS, MISSÕES DE PAZ DA ONU, MISSÕES DE PAZ DA ONU Pôster (PO) / Poster Submission Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 17075
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 24
    "inscrito_id" => 8
    "titulo" => "UN PEACEKEEPING: INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE"
    "resumo" => "RESUMO - Introdução: No âmbito do estudo e da pesquisa acerca da inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, há a importância no reconhecimento do trabalho humanitário realizado pelo UN Peacekeeping ou United Nations Peacekeeping Forces, que é um grupo de forças especiais para a manutenção da paz, como uma das importantes iniciativas das Organizações das Nações Unidas (ONU). Sua atuação é em nível global, com metas de ajuda humanitária e de educação, sobretudo realizadas pelas forças militares multinacionais instituídas pela ONU. Todo o seu cronograma de atividades e objetivos designados devem ser aprovados pelo Conselho das Nações Unidas, para a plena atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Atuam mediante a aprovação e objetivos designados pelo Conselho das Nações Unidas, para atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Seus participantes, militares em sua maioria, são conhecidos como boinas azuis ou capacetes azuis. Neste contexto, o Brasil recebe o status de participação ativa em todas as suas agências especializadas e está entre os vinte maiores contribuintes das Nações Unidas em operações de paz no mundo. O Exército Brasileiro juntamente com a ONU somam  esforços de manutenção da paz e projetos educacionais para crianças e adultos no Sudão, Haiti, Oriente Médio, Chipre, Angola, Moçambique e no Timor Leste, ao promover uma longa tradição de contribuir para as operações de paz com o total de 33 operações das Nações Unidas e ao contar com o trabalho de mais de  27.000 tropas, com cerca de 2.200 militares ativos nas operações de paz. Este tema continua inédito e possui grande relevância no cenário da educação interdisciplinar, sobretudo pelos preceitos da inclusão social e interculturalidade na defesa dos direitos humanos. Para tanto, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Exército Brasileiro assumem ao longo dos anos um sólido compromisso em promover e valorizar os direitos fundamentais e a dignidade humana através da educação, com os seguintes objetivos: Analisar este tema num contexto interdisciplinar de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade sob a visão do papel do Exército Brasileiro nas Missões de Paz; Promover a divulgação de ações assistenciais e humanitárias junto às comunidades internacionais através da educação.Metodologia: Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental e Pesquisa Descritiva, que se caracterizam pela identificação e a análise de dados e demais informações relevantes e atuais sobre este tema. Análise e Discussão dos Resultados: Entrevistas semiestruturadas com os militares do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado de Campina Grande-PB ao ter conhecimento de suas experiências pessoais nas missões de paz com foco na educação. Conclusões: Compreensão dos conceitos e da aplicabilidade prática da ações de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, ao observar as suas características no Brasil, Sudão e Haiti, países que buscam a segurança internacional e a plena resolução pacífica na promoção do bem-estar social."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade"
    "palavra_chave" => "UN  PEACEKEEPING, INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS, MISSÕES DE PAZ DA ONU, MISSÕES DE PAZ DA ONU"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA14_ID8_03042015000916.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:02"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAPHAELLA VIANA SILVA ASFORA"
    "autor_nome_curto" => "RAPHAELLA ASFORA"
    "autor_email" => "raphaella.asfora@uol.com."
    "autor_ies" => "ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DA PARAÍBA - TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 17075
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 24
    "inscrito_id" => 8
    "titulo" => "UN PEACEKEEPING: INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE"
    "resumo" => "RESUMO - Introdução: No âmbito do estudo e da pesquisa acerca da inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, há a importância no reconhecimento do trabalho humanitário realizado pelo UN Peacekeeping ou United Nations Peacekeeping Forces, que é um grupo de forças especiais para a manutenção da paz, como uma das importantes iniciativas das Organizações das Nações Unidas (ONU). Sua atuação é em nível global, com metas de ajuda humanitária e de educação, sobretudo realizadas pelas forças militares multinacionais instituídas pela ONU. Todo o seu cronograma de atividades e objetivos designados devem ser aprovados pelo Conselho das Nações Unidas, para a plena atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Atuam mediante a aprovação e objetivos designados pelo Conselho das Nações Unidas, para atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Seus participantes, militares em sua maioria, são conhecidos como boinas azuis ou capacetes azuis. Neste contexto, o Brasil recebe o status de participação ativa em todas as suas agências especializadas e está entre os vinte maiores contribuintes das Nações Unidas em operações de paz no mundo. O Exército Brasileiro juntamente com a ONU somam  esforços de manutenção da paz e projetos educacionais para crianças e adultos no Sudão, Haiti, Oriente Médio, Chipre, Angola, Moçambique e no Timor Leste, ao promover uma longa tradição de contribuir para as operações de paz com o total de 33 operações das Nações Unidas e ao contar com o trabalho de mais de  27.000 tropas, com cerca de 2.200 militares ativos nas operações de paz. Este tema continua inédito e possui grande relevância no cenário da educação interdisciplinar, sobretudo pelos preceitos da inclusão social e interculturalidade na defesa dos direitos humanos. Para tanto, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Exército Brasileiro assumem ao longo dos anos um sólido compromisso em promover e valorizar os direitos fundamentais e a dignidade humana através da educação, com os seguintes objetivos: Analisar este tema num contexto interdisciplinar de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade sob a visão do papel do Exército Brasileiro nas Missões de Paz; Promover a divulgação de ações assistenciais e humanitárias junto às comunidades internacionais através da educação.Metodologia: Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental e Pesquisa Descritiva, que se caracterizam pela identificação e a análise de dados e demais informações relevantes e atuais sobre este tema. Análise e Discussão dos Resultados: Entrevistas semiestruturadas com os militares do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado de Campina Grande-PB ao ter conhecimento de suas experiências pessoais nas missões de paz com foco na educação. Conclusões: Compreensão dos conceitos e da aplicabilidade prática da ações de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, ao observar as suas características no Brasil, Sudão e Haiti, países que buscam a segurança internacional e a plena resolução pacífica na promoção do bem-estar social."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade"
    "palavra_chave" => "UN  PEACEKEEPING, INCLUSÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS, MISSÕES DE PAZ DA ONU, MISSÕES DE PAZ DA ONU"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA14_ID8_03042015000916.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:02"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAPHAELLA VIANA SILVA ASFORA"
    "autor_nome_curto" => "RAPHAELLA ASFORA"
    "autor_email" => "raphaella.asfora@uol.com."
    "autor_ies" => "ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DA PARAÍBA - TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

RESUMO - Introdução: No âmbito do estudo e da pesquisa acerca da inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, há a importância no reconhecimento do trabalho humanitário realizado pelo UN Peacekeeping ou United Nations Peacekeeping Forces, que é um grupo de forças especiais para a manutenção da paz, como uma das importantes iniciativas das Organizações das Nações Unidas (ONU). Sua atuação é em nível global, com metas de ajuda humanitária e de educação, sobretudo realizadas pelas forças militares multinacionais instituídas pela ONU. Todo o seu cronograma de atividades e objetivos designados devem ser aprovados pelo Conselho das Nações Unidas, para a plena atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Atuam mediante a aprovação e objetivos designados pelo Conselho das Nações Unidas, para atuação nas zonas de conflito armado, como também no aspecto de assistência social, educacional e manutenção das missões de paz, assim presentes em vários continentes. Seus participantes, militares em sua maioria, são conhecidos como boinas azuis ou capacetes azuis. Neste contexto, o Brasil recebe o status de participação ativa em todas as suas agências especializadas e está entre os vinte maiores contribuintes das Nações Unidas em operações de paz no mundo. O Exército Brasileiro juntamente com a ONU somam esforços de manutenção da paz e projetos educacionais para crianças e adultos no Sudão, Haiti, Oriente Médio, Chipre, Angola, Moçambique e no Timor Leste, ao promover uma longa tradição de contribuir para as operações de paz com o total de 33 operações das Nações Unidas e ao contar com o trabalho de mais de 27.000 tropas, com cerca de 2.200 militares ativos nas operações de paz. Este tema continua inédito e possui grande relevância no cenário da educação interdisciplinar, sobretudo pelos preceitos da inclusão social e interculturalidade na defesa dos direitos humanos. Para tanto, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Exército Brasileiro assumem ao longo dos anos um sólido compromisso em promover e valorizar os direitos fundamentais e a dignidade humana através da educação, com os seguintes objetivos: Analisar este tema num contexto interdisciplinar de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade sob a visão do papel do Exército Brasileiro nas Missões de Paz; Promover a divulgação de ações assistenciais e humanitárias junto às comunidades internacionais através da educação.Metodologia: Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental e Pesquisa Descritiva, que se caracterizam pela identificação e a análise de dados e demais informações relevantes e atuais sobre este tema. Análise e Discussão dos Resultados: Entrevistas semiestruturadas com os militares do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado de Campina Grande-PB ao ter conhecimento de suas experiências pessoais nas missões de paz com foco na educação. Conclusões: Compreensão dos conceitos e da aplicabilidade prática da ações de inclusão social, direitos humanos e interculturalidade, ao observar as suas características no Brasil, Sudão e Haiti, países que buscam a segurança internacional e a plena resolução pacífica na promoção do bem-estar social.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.