Artigo Anais V ENID & III ENFOPROF / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 258
ENSINO DE QUÍMICA: FORMAÇÃO DE DOCENTES PARA O TRABALHO COM PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DOCENTE, CONSCIENTIZAÇÃO, EDUCAÇÃO ESPECIAL Comunicação Oral (CO) Ensino de Química: investigações e vivências da realidade docente na Educação Básica Publicado em 21 de agosto de 2015

Resumo

RESUMO A educação especial é uma área de conhecimento que tem como objetivo o desenvolvimento de práticas e estratégias pedagógicas voltadas para os alunos com necessidades educacionais especiais. A discussão sobre as reformas das políticas educacionais tornou-se mais enfatizada em diferentes espaços da legislação educacional da União, Estados e Municípios. Vale salientar que todos os municípios, escolas ou universidades têm liberdade para ajustar e modificar seus projetos políticos pedagógicos de forma a se adaptarem a essas exigências. Neste sentido, este estudo buscou questionar os alunos dos 3 e 4 períodos, num total de 35 estudantes do Curso de Licenciatura em Química da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) sobre a inclusão de alunos com alguma necessidade especial em turmas mistas. Utilizou-se para análise um questionário semi-estruturado com 6 questões. Os resultados demonstram que os estudantes investigados não teriam problemas em compartilhar o mesmo ambiente (sala de aula), porém são necessários ajustes como: adaptação do espaço físico, reforma no projeto político pedagógico e uma melhor formação dos professores. De acordo com os dados obtidos pode-se observar que são necessárias grandes mudanças na educação para que se tenha uma formação voltada efetivamente para os princípios da inclusão, os quais poderão garantir uma maior qualidade no ensino.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.