Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 207
(RE) SIGNIFICANDO AFRICANIDADES NA ESCOLA: AS CULINÁRIA E OS LÉXICOS AFRICANOS

Palavra-chaves: AFRICANIDADES, CULINÁRIA, LÉXICOS Pôster (PO) Teoria e prática no ensino de língua portuguesa: unindo escola e sociedade

Resumo

Vivemos em uma sociedade diversificada e se fazem necessárias orientações para que haja uma boa convivência entre os vários povos e culturas que a forma. Em busca de uma escola mais integrada e de alunos que tenham conhecimento e respeito sobre a diversidade cultural em nossa sociedade, implantamos o projeto (RE) SIGNIFICANDO A AFRICANIDADE NA ESCOLA. O projeto surgiu em consonância com a Lei 10639/003, que orienta os docentes e as escolas para a prática de um currículo integrado que trabalhe a cultura africana e afro-brasileira, como também as orientações dos PCN’s do Ensino Médio (1998), além de embasarmo-nos nas palavras de Kabengele Munanga (2001) e textos literários como Menina bonita do laço de fita (1886), de Ana Maria Machado entre outros, utilizados para os conhecimentos literários, assim como a coleção Africanidades (2010) da Editora Ciranda Cultural, que foi usada como suporte para o estudo de outros aspectos africanos, juntamente com sites como: a Turminha do MPF e o site da UOL, sendo aceitas tabém informações de alguns blogs pesquisados por alunos. Para tanto, em uma parceria de professsores, pibidianos e os alunos do ensino médio, foram trabalhadas várias vertentes e aspectos da cultura africana. Diferentes temas pertencentes ao projeto foram divididos para grupos de alunos que desenvolveram cada um visando à apresentação de um seminário. Sendo repassadas algumas orientações para pesquisa, ficou a cargo dos grupos a definição dos materiais e metodologias da apresentação. Neste contexto, em nosso banner temos um recorte do projeto que diz respeito à culinária produzida pelo povo africano e a presença nas receitas de léxicos advindos das línguas dessa cultura. A pesquisa sobre as comidas e receitas revelou grandes surpresas aos alunos, pois muitas das comidas de influência africana fazem parte do cardápio diário deles. A identificação dos léxicos africanos deu-se em seguida com o apoio do dicionário. Logo após, houve a apresentação na sala do 2° ANO B do Ensino Médio de um seminário, expondo o material coletado. O grupo produziu um pequeno livro de receitas contendo também um glossário. O ponto alto de todos os trabalhos deu-se na culminância do projeto (RE) SIGNIFICANDO AFRICANIDADES NA ESCOLA, onde foram expostos os materiais e imagens referentes a todos os temas, assim como as comidas de origem africana, que foram servidas aos visitantes da exposição. A participação e demonstração da aprendizagem por parte do corpo discente confirma a eficácia do projeto.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.